Extraordinário e extra ordinário

escrito

Proximidade do Natal

Essa data é bonita,
levita meus sonhos,
esse mês risonho,
fadonho, medonho,
começava a esquentar um lindo sonho,

Cássia Terra Linda!!!!!

Aconchegante minha chegada, Cássia está bem cuidada!
Admirei a beleza, nas ruas, muita limpeza, me senti agraciada,
Cássia, de tantas histórias, faz parte de minha memória,
minha terra querida, seu ar tem vida, seu verde mais
Dia de finados, virou rotina,rever meus parentes, nessa cidade de Minas,,
Cássia , seu provedor é o

Reflexão

Desenhei nós dois, eu , você, coloquei em um armário
Somos invioláveis, tornamos sagrados...
Mas há invasores, isso acabou com meu lado encantado
Queria que sua página fosse só minha,
sou egoísta, quero você na linha,
As linhas do tempo já nos consumiu,
aquele ardor de adolescente, partiu,
Agora o amor sincero nos permitiu
Viver sofrendo de amor me perseguiu,
ComoMomento de reflexão, torna-se necessário
 amo-o de verdade, isso é realidade,
Preciso de provas reais parte de sua verdade,
Quanta colocação textual, bom dia, boa noite
isso me faz muito mal!!!!Me leva ao açoite,
Levo surras de mim mesma, sou minha algoz perdida na noite,
Escura e sombria fica minha percepção , esvazia-se , decepção,
Não tem culpa nem culpado, é simplesmente ciúmes de um ser tão amado,
Te amo, isso é um postulado,
Mas, viver sem você, é meu maior pecado.....

Mármore de Carrara

Amor, irei esculpir seu corpo em Mármore de Carrara,
sua beleza é pura, rara,
Assim como a comuna italiana de carrara,
Você é belo, mostrarei sua cara,
Esculpirei detalhes, suas envergaduras,
exporei suas gravuras, retalhadas em palhas,
O mármore foi utilizado para construir Panteão,
Aqui e agora irei desenhar seu coração,
Esse mármore será o sustento da minha ostentação,
Seus traços serão delineados, mesmo sem te conhecer,
te quero deitado, revirado, de um lado e outro até te refazer,
Seus contornos mais lindos, seus sentidos esculpidos,
com retalhos e detalhes enaltecidos,
amor envaidecido de si mesmo, é soberbo,
Não só as esculturas do renascimento,
Você será grafado nesse momento,
meu mármore, é melhor ,é fomento!!
Michelangelo foi esculpido em seus toscos fragmentos,
Mármore de Carrara, é a sustentação dessa nova face,
Misturei cores, exaltei sabores, e acima de tudo te mostrei,
Quero dizer ao mundo, que sempre te amei,
Mesmo se ter tocado nessa escultura, eu bem sei..

vontade

No seu corpo eu me perco por inteira,

E reencontro apaixonada o meu caminho...

Eu não fujo das delícias deste abraço.

No seu corpo eu preencho meus vazios,

Estreitando com carinho nossos laços,

Na entrega que lhe faço do meu corpo.

No seu corpo meu momento se eterniza...

No seu corpo meu amor se concretiza...

No seu corpo toda a diferença faz!

No seu corpo eu encontro a minha paz...

No seu corpo eu queria estar agora

E deliciar-me do teu cheiro...

E do teu gosto morrer de amor.

Tudo pra te dizer que tu éspra mim

O amor sonhado, desejado.

O amor insano que me faz sentir ciúmes...

Que me deixa feliz...

Que me deixa triste...

Que faz meu sangue correr mais rápido

Pensar, Apenas

Passei toda a noite, sem dormir, vendo, sem espaço, a figura dele,
E vendo-o sempre de maneiras diferentes do que o encontro a ele.
Faço pensamentos com a recordação do que ele é quando me fala,
E em cada pensamento ele varia de acordo com minha fala,
Amar é pensar.
E eu quase que me esqueço de sentir só de pensar nele.
Não sei bem o que quero, mesmo dele, e eu não penso senão nele.
Tenho uma grande distração animada.
Quando desejo encontrá-lo
Quase que prefiro não o encontrar,
Para não ter que o deixar depois.
Não sei bem o que quero, nem quero saber o que quero.
Quero só Pensar nele.
Não peço nada a ninguém, nem a ele, senão pensar.
Adoro pensar nele, Por enquanto isso me basta
quero apenas pensar, o resto me arrasta.....

Ritual do banho

o ritual do banho



Chega em casa
do trabalho cansado
da longa caminhada
e neste dia tacanho
de sol abrasador
almeja
refrescante banho.


Gotas de água cristalina
que do chuveiro caem
esfuma ceantes pingos mornos
deslisam em tua pele
desenhando teus contornos
deixando-te relaxado
arrancando de ti também
suspiros de prazer
gemidos que de tua boca saem.


Teus crisalhos cabelos,
de água molhados,
de teu Shampoo perfumado
doce aroma permeia o ar
enfeitiça os sentidos
de uma maneira molhada,
que tivesse eu perto
por certo
estaria extasiada.


Ah!a hora do banho
devaneios de uma apaixonada
quimeras insones,
culpa de bandido coração,
que por ti bate desritmado.


Invejo a água que te banha
que percorre teu corpo
como amante lasciva
que te sondas os segredos
escondidos sob tua pele os seus medos,


Após o banho a toalha
macia , te acaricia,
percorre todo teu ser,
como algo a te envolver,
perscuta teus segredos inconfessos
descobre no banho teu prazer.


Que mistérios teu banho esconde
tão longe do meu olhar
de traz de porta fechada
que não me permites revelar
ao qual somente posso versar.

Lamúrias

Andas a pé e murmuras,
Vendo os carros e as lambretas,
Mas não vês as criaturas,
Que se arrastam nas muletas,
Reclamas de suas desventuras,
lança-se no mar de martírios,
mas não vês que estás no brilho,
Acizentada a vida lá fora,
amargurada, pois não há a percepção ideal,
falta partes de um corpo , saúde mental,
Há dores que carregam seus traços,
embaraços e tristezas, se alastram pelos caços,
Quanta ireverência, ame a vida, sem lamúrias,
veja as belezas concebidas, sem luxúrias,
Os pés estão fortes, caminham rumo a sorte,
O desequilíbrio econômico é mero suporte,
que agora não te garante o sustento, provento,
Mas vá em direção, siga para o norte,corra atrás do vento,
caso se perca nos rumos, mude seu destino,tudo não passa de um contra-tempo,
Perceba que no mundo há muito desalento, pessoas sem castas,
com dores em seus aposentos, quase nada, vida vaga e vastas,
Na plenitude da dor terrena,
existe duras penas,
Mas seu sofrimento é pequeno,
face as agrurias do seu lamento,
Não lamentes a nada, sua vida está iluminada,
tantas as jornadas, a sua é a mais suavizada,
Siga em disparada, encontre sua morada,
ela é seu asilo, aconchego e sua chegada....

Distancia

É grande a distância,
mas teu ser haverá de me acompanhar,
tua presença estará a cada momento,
pois que parte de mim tem algo de ti.
Isso não há como negar!

Vejo teus gestos, teu olhar a me observar.
E meus olhos vivem a te acompanhar.
Finges não me ver, finjo não te olhar,
mas eis que estamos acolhidos no verbo amar,

Necessário ter tua essência em meu ser,
essencial ter as vistas de tua razão,isso é viver,
pois me fazes falta, pode crer,
tanto quanto anseias por mim, meu bem querer!

Estar ,é o que basta, mas saudade não tem juízo,refaz,
quer sempre mais, quer contínua presença,ficar em paz,
quer tua voz, mesmo que, para falar de superficialidades,
isso pouco importa, necessito de suas verdades,

E então, falar é mera desculpa para estar junto.
Sei lá qual é o assunto, este pode até atrapalhar.
O suficiente está no calor de teu colo a deleitar,
o inevitável está nas carícias de fala, a me embriagar,

O melhor de tudo pode estar na simplicidade,
e o sublimado está acima dos fugazes prazeres, futilidade,
O silêncio pode ter mais entendimento e finalidade,
do que o agitar caótico das palavras, dos haveres,

A chave estará sempre na entrega mútua.
Amor nunca é ato solitário, mas é força secreta,labuta,
é impulso de vida que frutifica em fertilidade,serena maturidade,
que transforma o frio cortante em agradável calor de mocidade,

Como é bom te ver, reconhecer teus traços.
Haverá de ser sempre o rei da juventude,
e eu haverei de ser tua guardiã e amante,
e entregarei meu coração aos teus rompantes,

Mãos

Mãos embriagadas de desejo,
procuram as portas do prazer,
Mãos encontram a entrada,
escancaram a luz do meu querer,
Quando nós dois acordarmos,saciados,
entrelaçados de tanto nos beber
Fixaremos os olhos no céu, azul de nosso viver,
Radiante de coisas belas, singelas,
nossas mãos, cântaros,
ressoando das janelas,
Nossos corpos saciados, acordados
ávidos por carinhos, e ,água , sedentos de tanto amarmos,
Alimentaremos a voz, faremos a fusão,
de nossos corpos e alma, acalma,
Foi seiva que gerou nossa alma,
Amo-te, suas mãos me levaram ao êxtase,
quero tê-las sempre em mim, aflorando meu jardim.....

Beijos

Beijos com dengos, sem mais
o fogo da paixão...
Prazer saciado... corpo cansado,
mas a mesma emoção.


Beijos depois do prazer...
são beijos de real amor...
trazem de volta o carinho,
trazem de volta o calor...


Entre um e outro beijo,
um afago mais ousado,
vem o tesão devagarinho,
reanimando o corpo amado.


Beijos depois do prazer,
carícias mais ternas,
o amor se faz presente,
tornando as delícias eternas.


Prolongamento do ato de amor,
esses beijos depois do prazer,
sempre são mais doces,
pois fazem tudo reviver.


Querido... vamos de novo...
nos beijar... nos amar...
vamos só permanecer nessa delícia
de sempre recomeçar...

Linda História de Amor

Era uma vez, um homem e uma mulher,
os dois se encontraram, o amor os quer,
Esse homem morava em outro extremo, sul
a mulher em outro estado, começou a ver o céu azul,
Antes, a beleza por ela era contemplada ,mas de forma atenuada,
Depois, tudo ficou lindo, as doçuras ainda mais açucaradas,
Eles tinham a mesma oratória, repleta de erudições, mas o que mais atraía era as palavras emanadas dos dois corações,
Ele, homem do direito, ela mulher de respeito,
Mas o amor , foi tão grande que se deitaram em um leito,
Nada usual, muito animal e ao mesmo tempo, tudo refeito,
Os valores se confundiram, os corpos se invadiram e

Puro Amor

Amor é mágico, espelho refletor,
amor irradia, amor é cheiro de flor,
Delícia de fragrância,, extravagância,
Amor é ganancia de muito querer,
amor é prosa, é verso , côncavo e convexo,
Amor é sentimento de cumplicidade,Amor não é luxúria,
amor é pura verdade, reflexo,
amor é a materialização do que sinto,
cheiro de anis e absinto,
Amor destila cheiros exóticos, amor perplexidade,
Amor na mocidade e amor na maturidade,
Esse amor é o ideal, amor junção, carnal e espiritual,
Amor , ilusão, vendaval,
amor turbulência, depois estado de estertor, dormência,
Amor, vamos submergir em sua essência,
deixar a transparência invadir nosso dia,
os poros respirarem em sintonia,
Tocar um som, ao contrário, antinomia,
Amor é mágica e magia,
Amor supera a distancia, não há extensão geográfica
Amor é doação , é intensidade demográfica,
Amor sou eu e você, juntos , colados
arraigados em um estado de euforia,
Amor, quero te amar todo dia......

Conversando com a Loucura

A loucura me convidou para uma prosa,
tudo fluiu, saiu , foi realmente proveitosa,
Nela estava você, lindo, iluminado, porém, decepcionado,
Uma voz do outro lado, gritava, questionava: onde você estava?
Te encontrei no mesmo lugar, quieto a poetar, lindos argumentos destilava,
Nada de convencer, nem precisava, entre nós não existia mais nada,
Então perguntei a loucura: onde foi aquela paixão avassaladora?
Ela me respondeu: virou bruxa voadora..
E uma voz na no fundo inundou o mundo: o culpado foi o medo,
preferiu romper o elo, criou um vazio , entre o arrepio e o castelo,
A mente humana vagueia, mas oportunidades escapam ao nosso olhar,
Imaginei encontrar um homem maduro, certo, e pude me questionar,
Nada de elegante, extravagante seu caminhar,
caminha sozinho, conhece a todos e não pode amar,
Quando se põe no universo material, se sente um peixe no fundo do mar,
Então preferi encerrar essa conversa, a loucura se despediu e disse: volte
a sua normalidade , esse amor nunca existiu..............................

Pensando em Você

PENSANDO EM VOCÊ.

Abro com as mãos, te deixo olhar
Te levo pra dentro devagar
Sempre venho aqui nesse lugar
Tomar xerez da tua boca
Provar o sal do mar, mostrar um verso
Provar um amor eterno
Onde a sua mão está agora?
A minha você sabe bem
Quanto mais tempo demora
Mais violento vem
Falando absurdos
Virando a noite
Perdendo senso
Derretendo satélites
Falando tudo
Voando a noite
Ouvindo estrelas
Derretendo satélites
Uma vez, dez, quinze, vinte, tanto faz
Não tenho mais nada pra fazer
Estou aqui pensando em você
Deixando a água correr
Provei o mar, mostrei um outro verso
Provei um amor eterno
Onde a sua mão está agora?
A minha você sabe bem
Quanto mais tempo demora
Mais violento vem, meu bem
Falando absurdos...
Falando tudo
Virando a noite
Um... dois... três, quatro, cinco...

Ilusão Perdida

Quanta ilusão nessa vida, vida metafórica
lindo texto , formação de frase, retórica
Mas o amar com exclusividade, virou letra morta,
Nunca praticou essa cartilha,
existe, pensa, portanto partilha,
Compartilha muito seu afeto, cria desafeto, armadilha,
Pena, sou mulher inocente, apesar das rugas dessa fardilha,
A vida é uma grande somatória de coisas pequenas, amenas,
acontece que, no amor , a exclusividade é um detalhe apenas,
mero introito, ou se acha a pessoa certa, ou se condenas,
Fui fiel, declamei lindos versos, invadi suas antenas,
Mas, ao ler o seu mural, minha alma ficou em Atenas,
bem longe daqui, mulheres perdidas , coisas cadenas,
Entrelaçou-se noções , misturou-se emoções,ação esperta,
Muita decepção, pensei que eu fosse o grande amor, a descoberta,
Portanto, o roxo deixado em seu mural, esfriou minha coberta,
Estou em estado de choque, pisca alerta,
Será que é sou sua mulher? Agora estou incerta,
Sei que é meu homem, minha paixão, minha alegria,
o mesmo não posso dizer, tudo não passou de uma simples fantasia........

Mix de Mineiro com Gaúcho

Quem diria que mineiro e gaúcho fosse agradável,
misturando os dois, uma fórmula formidável,
Alegria, sensibilidade e muito traquejo manejável
O mineiro gosta de tudo, olha o mundo com olhar admirável
suas críticas são texturas ,leveduras, seu toque penetrável,
Há profusão no olhar , espera o trem chegar, nunca cansa de sonhar
O gaúcho tem um lindo linguajar, diferente, fala tudo, externa o seu guriar,
é muito bacana essa simbiose, troca de energia, puro poetar,
Quando a retórica do mineiro encontra a do gaúcho: coisa difícil de acostumar,
Um fala uai,, outro fala tchê, que coisa medonha, parece que vão inflamar,
Um fogo quase iminente, uma explosão de mentes, com acervos a celebrar,
Mineiro e gaúcho até podem se casar!
Que coisa , nem precisam pactuar,
basta usar a imaginação, fazer elos verbais, entrosar,
Mineiro é curioso, gaúcho, capcioso ,enxerga no mundo um grande questionar
Mas, gaúcho tem medo de amar, e o mineiro se apaixonar,
quanta falta de coragem, isso é bobagem, queiram se entregar,
O amor é universal, tem uma partitura sui generis, não precisa do tatear,
Basta a sintonia de almas, o puro namorar, mineiro e gaúcho , um dia irão se encontrar, fazer dessa vida uma poesia, transformar os costumes em magia,
mineiro e gaúcho irão se eternizar,
O coração de mineiro fala e do gaúcho embala, destilam raios a iluminar,
O som fica mudo, quem irá duvidar?
Mineiro gosta de queijo, gaúcho de chimarrão, que linda fusão,
Gostosa essa prosa, mas é bom parar, pois esse verso está virando ilusão,
destilando amor no ar,há um risco de explosão,
mineiro vai ficar queimado e gaúcho machucado nessa alta temperatura,
pois os dois nasceram um para o outro, isso já virou literatura......

Novo Estilo

Tudo não passou de uma brincadeira,
começar escrevendo, dizendo asneira,
E nesse brincar com as palavras, surgiram motivações,
algo além de muitas imaginações,
Há males que parecem machucar, mas são grandes lições,
pura dica de como conhecer diversos corações,
Existem pessoas estranhas, vivem a vida envolto em façanhas,
imagina que o mundo está perdido em uma montanha,
vive isolado, irritado, e encontra na poesia um mundo diferenciado,
pobre coitado, a vida continua, as palavras são cruas,seu mundo não pode ser virtual,
venha para o real, perceba que existem pessoas altamente sensacionais,
cuja vida, é essencialmente material,, palpável, que existe no meio e são fenomenais,
Onde está sua ilusão? Acredita em tudo que está escrito? Enganos fatais,
Meu amigo,se perdeu em um mundo sem dados reais,
resíduos de almas perdidas, iludidas em seus matagais,
Quem sabe um dia, reconheça a existência de pessoas ideais,
mas o tempo urge, voa em grandes proporções, pode ser tarde demais....
Fique com sua cultura, com retóricas meramente textuais,
sejas feliz , e cuidado, o virtual te derruba e não se encontrará jamais.....

Saindo e voltando

De repente estou saindo, indo, rindo mas sem destino,
findo, tudo acabou, seria tristeza mas me alertou,
seu amor é pequeno demais, ao invés de me atracar, me liberta ,
desperta sensação de pobreza, isso foi bom , conheci sua frieza,
É rudimentar seu jeito de amar, indeciso, impreciso o seu linguajar,
ora penso que está chegando, ora já vejo sua saída,
ora aconchego, ora despedida,
Uma instabilidade de humor, dor, alegria, simpatia e antipatia,
como pode existir alguém assim? Cria-se elos, efetiva-se afetos,
depois te arrebata, para longe, onde os olhos não são mais belos,
Quem foi você? Existiu? Porque partiu?
Muitas as indagações, tudo sem nexo e razões,
muita coisa pendente, em mim, na gente,
onde estamos nós?
Chegamos ou voltamos?
Do paraíso ou de um precipício de lamentações?
Responda, por favor , todas as interrogações....

Bloqueado

Não entendi o bloqueio
feio essa atitude,
denota falta de magnitude
Nunca poderia imaginar,
que um nobre poeta fosse bloquear
O acesso de uma poetisa
que brinca de poetar
Parece brincadeira,
talvez asneira
de uma alma sem beira,
Como fiquei magoada,
desolada,
pois as palavras ditas,
foram gozações ofertadas,
Que ruim , terminou para mim,
esse bloqueio foi falta de elegância,
atitude de petulância
Quem pensas ser
Um ser de outra altitude?
Onde está sua amplitude?
Simplesmente bloquear,
é o mesmo que sepultar,
Lamento sua infantilidade,
tamanha falta de sensibilidade,
o medo é sua cartilha
não gosta nem de ouvir zombaria,
não consegue distinguir ,
nem mesmo sabe ouvir
Se um dia quiser me sentir,
esqueça,sentirá saudades
nossa amizade era sincera de verdade
Pleo menos de minha parte,
ficou registrado a doçura e
esquecerei esse bloqueio, pura falta de partitura
Lamento, que absurdo essa sua amagura..

Telefonema

Bastou um toque,você atendeu,
restou um instante,meu sentido desfaleceu
Queria estar aí, pertinho de você,
sentir as gracinhas de seu bem viver,
Nossos costumes são diferentes, falo docemente,
Seu sotaque gostoso, me envolve escandalosamente,
Você é o germe de minha sensualidade, sem você,
nem sei ser mulher de verdade,
Meus suspiros são seus,habito em sua rua,
minha respiração quer misturar a sua,
uma simbiose perfeita de ternura ,
enfeixar , fazer a fusão do mel mel com sua doçura,
Amor, meu telefonema foi a abertura,
de uma linda janelinha que estava fechada,
ouvir sua voz, nada mais foi que um feitiço de bruxa encantada,
Na da de bruxaria depravada, mas seu suspiro me deixou emocionada,
Quero mais e mais viver essa linda jornada,
sair por ái , pegar uma estrada, ir a seu encontro e dizer:
Você é meu mais puro querer !!!!!!!!!

Rimas

‎"Quem faz rima muda o clima, enxerga o mundo com olhar de encanto, deixa o riso abafar o pranto,, quem faz rima, faz emudecer a fala, deixa o olhar com gosto de bala,, distorce os sentidos, cria magia, quem faz rima, deixa o feio exalar beleza, compactua com a alegria e rechaça a tristeza, quem faz rima, serve a mesa, deixa farta a natureza, quem faz rima, faz transposição, encobre o choro de diversão, quem faz rima transborda, recheia o mundo com um alfabeto animado, faz costura e bordado, enfeita a tela, absorve as sequelas, faz as cicatrizes ficarem belas, quem faz rima faz transição, de um mundo amargurado para outro, bem aventurado, quem faz rima, passa seu recado, Até na educação a rima é solução, pois fica harmoniosa a retórica, o verso torna um universo de teorias, cria e não simplesmente copia, faz abstração do texto, altera o contexto, quem faz rima é feliz, pois vive a cantar, mesmo que o clima não condiz, Quem faz rima, faz amor, sente frio e calor, confunde as estações do ano, toca violino e piano, quem faz rima é um artista, cuida da vida com olhar de conquista, quem faz rima é sensível, perspicaz, toca o nulo e faz eficaz, refuta o passageiro e preconiza o contumaz, quem faz rima é simplesmente bom demais"

Punição

Punição, só para ladrão,
aquele que usa violência com o coração,
rouba sentidos, amargura os ouvidos, pura decepção
Ilude, depois joga de escanteio, te coloca de lado e no meio
Punição maior, fizestes comigo, foi meu amante , deixou de ser amigo,
Amante , por alguns minutos, o tempo expirou, o som ficou mudo,
por um instante acreditei em seu decisão, mas fraquejou, ficou surdo,
te chamei várias vezes, esvaneceu, perdeu, saiu
agora a punição é auto flagelo, não quis, partiu,
Vontade de resgatar o que se foi, mas ..sumiu,
Deixemos a punição reservada para os infratores,
eles sim, são destemidos, se põem a enfrentar perigo, encorajadores,
Sofrem a pena, pois violaram as normas,foram transgressores,
No amor, a única punição é não amar,
sentir medo de tudo, até de um simples olhar,
cultivar a distância e nunca se aproximar,
Maior punição é deixar o tempo apagar,
aquilo que foi lindo e podia aflorar,

Tragédia Acadêmica

Essa é para a turma do noturno,houve sessão de terror?
infelizmente não pude aplicar a prova, mas fiquei sabendo do horror,
Mas, pensando bem, nada foi tão ruim, pois a prova aplicada foi um jardim !,
Florido estavam os códigos, muito artigo do começo ao fim
Afinal, o tema é pouco complicado, trata do processo cautelar, tudo com fim diferenciado,
O exercício da verdadeira jurisdição, aqui fica postergado,
é no processo de conhecimento, que encontramos seu chamado,
Queridos exegetas do direito, aposto que fizeram corretamente o explorado,
São alunos que reclamam de tudo, desde as notas ao perfume exalado,
Mas, fica aqui reforçado, o quanto os admiro,
passaram uma sessão de horror, sem dar um suspiro!!
Contem essa história de forma correta, ou foram bem ou perderam a meta,
Espero que apenas tenham se perdido nos rumos traçados, pois nas notas , serão agraciados,
Não por mim, mas por si próprios, pois quem continuar chateado.
Lamentavelmente, continuará aprisionado,
Liberte as amarras de que existem provas complicadas,
mas todos foram capazes, de resolver essa

Que prova difícil!

Hoje pela manhã, quando adentrei a Faculdade,
todos em estado de pânico, parecia um episódio de maldade!
Acontece que, os alunos, mal tatearam a prova, e começaram a indagar,
professora: todos vamos afundar!
Não pensem assim, êxito irão lograr,
mesmo diante da complexidade das questões,
antes da leitura dos textos, muitas indagações!!
O aluno Bruno, pegou o celular,e de cá falou, Dr????
ligou para meu querido pai, que já foi promotor e professor
e disse que nem GPS conseguiria dar um rumo na prova, pura dor,
sofrimento , e suspiros de agonia, a turma estava com horror!
Mas ao ler atentamento as perguntas, os ânimos foram se acalmando,
nosso amigo Felipe, foi se aconchegando, começou a ter afinidade,
a turma encontrando o ponto da posteridade, muita sensatez,
o clima de desespero virou altivez, Todos se exaltavam a uma só voz,
ainda bem professora , teve pena de nós!!!!
A prova não está tão complicada, analisando, a mente ficou aclarada,
vamos entregar agorinha, senão a senhora pega engarrafamento na estrada,
Eta turma da pesada, lamentaram sem saber da dificuldade,
com isso puderam perceber, o quanto reclamam sem querer,
basta ter paciência, fazer uma análise detalhada, abraçar a perceber,
temas que parecem pesados, assuntos complicados , são leves de entender...

Devaneio

Quando me ponho a pensar, seu nome não quer calar,
Não consigo esquecer, aquele lindo entardecer,a noite quase a instalar
ele me instigava, eu adorava!!!! Foi bom florescer,foi bom te conhecer,Mas o tempo parou, as delícias se esvaziaram, nossos sonhos te buscaram,
\\venha para perto de mi, venha florescer, nas montanhas de Minas, isso é puro prazer,

Sumiço

Foi uma química mágica,parecia feitiço,
quando de repente, vira sumiço,
o que será que move sua mente?
Amores, fantasias ou está carente?
Não sei o que sente,
diz coisas lindas, até faz poesia,
de repente, tudo se esvazia,
me ponho a questionar: qual será seu lugar?
Na terra, no ar ou no mar?
Se for na terra, pode se aproximar,
aqui existe afeto, amor para transbordar,
Se for no ar,
pode voar, lá existe leveza,
estará pronto para levitar,
seu suspiro percebido, alçará um voo rasante,
pois em altos limites, está nossa história exuberante,
Se for no mar,
vamos submergir, cair nas profundezas desse sentimento,
deixar as águas banharem nosso acalento,
Que doce será o vento, soprando em nosso relento,
Vamos ficar a mercê de tantos movimentos,
Mas, onde estás agora?Sumiu, foi embora,
será que se esconde ou sua alma chora,
estás triste? Alegre? Qual sua reação?
Onde está aquela paixão?
Avassaladora, arrebatadora, que feriu meu coração,
Meu doce ausente, meu coração ainda sente, muita atração,
será que está em lugar incerto?
Venha em pensamento, deixe chegar a contento,
estou com saudades de nós, da brisa e do vento....

Amor com Rimas

Minas tem cheiro de mato,
Meus sentidos aguçados, imagem em retrato,
Só posso admirar assim, meu pensar rima com olfato
Seu cheiro deve ser de notas de jasmim, ele foi feito para mim,
meu ouvido fala, minha boca cala, não consigo viver assim,
Ele vem do sul, onde meus olhos não conseguem enxergar,mas chegou para ficar,
Sua sabedoria irradia, preciso dele, como o sal e o mar,
Adoro esse pensar, sei que irei chegar, o que tenho em Minas é vontade de explorar,
Um estado bem diferente, perto , longe, ausente e presente, vontade de chegar,
A noite chego em pensamento, sou levada pelo vento, ele me sopra, quero te abraçar,
Queria dizer seu nome, mas o pudor me consome, pode acreditar,
vivo em sublime leveza, acho que vou voar,
Assim tivesse asas, logo estaria aí, lindo seria nosso abraçar,
minha imaginação não tem barreiras, supera qualquer maneira, irei te encontrar,
Imagine hoje a noite, logo vamos nos aconchegar,
meus olhos seguirão os seus, meu corpo pedirá o seu, minhas mãos a acariciar,
Nossa maturidade é plena, alma serena, estamos prontos para amar,
portanto seguimos caminhos opostos, mesmo assim , estamos dispostos a sonhar,
Nessa noite serei sua princesa, seu castelo irei reinar,
mas ficarei em submissão total, só súplicas a chamar,
chamarei seu nome, ficarei em seus carinhos, vamos nos despertar,
deixar os sentidos em alerta, ficar em festa, os ânimos impulsionar,
Agora estou a seu lado, veja que levo o cheiro de mato, seu nome rima com sensato,
nem precisa declinar,,,,,,

Nossa História

Quanto glória, essa é nossa história,
percebi que ali estava um encantamento ,
lindo aquele momento,
meus lábios trêmulos quando te vi,
uma sintonia de cores, prata, preta, nos conduziu ali,
Entrou em meu canto, olhei seu espanto, mas seu coração chamava,
minha vontade, era sumir dali, pois minha boca pedia , minha voz calava,
Você é um lindo homem, seus contornos são fomentos, alentos, minha pele queimava,
eritema, ou simplesmente rubor, não importa, queria o seu amor, ele transbordava,
Fomos em direção da felicidade, muitos entraves, mas o destino chegava,
Momento de ternura, loucura, minha boca gritava,
mas meu pudor me equilibrava,
queria ser sempre assim, acordar , dormir,
sentir suas reações a cada despertar, namorar, casar,
Meu doce amor, nossas vidas seguiram seus rumos, mas é louca a vontade de te amar,
Quem sabe um dia, aqui, ali ou em qualquer lugar, qualquer que seja a cor,
poderemos reviver nosso amor, com uma intensidade grandiosa, puro sabor,
mix de cores bonitas, perfume de jasmim, quero você só para mim, sua alma tem cor.

Mecanismos poéticos de segundo Grau

O primeiro grau já exauriu, começou e extinguiu,
tudo foi mera ilusão, vontade que nos consumiu,
eu e você em um espaço, pedaços espatifados, daquilo que sumiu,
Mas essa instancia perdeu a parada, as fases atropeladas,
a imagem será resgatada, existe ainda um recurso, basta articular ,
deduzir novas razões, falar de emoções, que a distância ainda quer conservar
Estou pronta para essa nova fase, utilizarei recursos poéticos, conquistar,
deduzirei uma razão diferenciada, um fato novo surgiu, sustentará minha apelação,
Quando se apela, é porque as tentativas foram várias, mas nada de resolução,
ainda bem que posso recorrer, e um pedido fazer, a seu meigo coração,
Na primeira fase fui infeliz, pedi bis e disse não,
encontrava evasivas, nada de permissivas, seu medo era irmão,
Mas, articulo em grau de recurso, faço instar meu refrão,
aceite minhas carícias, me dê a mão,
não renegue nossas sensações, vamos cultivar novas malícias, ainda há solução,
responda agora em verso, se aceita o meu recurso, se não nega provimento,
espero que lendo os argumentos, acate meu pedido, que está em pleno movimento,
ele reproduz, aquilo que está escrito, vamos completar nosso sentimento

Muitos celulares

Cena de filme ou dramalhão,
muito me chamou a atenção,
pois aquele tanto de celular, parecia multiplicação!
Fiquei a indagar, será mesmo comunicação?
Mas segui em direção, a meu ponto de chegada, era muita sedução,
Vontade de rir e amar, mas muito me encabulava, aquele tanto de celular,!
Muito mais de três, nem sei quantos ao todo, mas isso é de questionar,
será que um único homem, tem vários telefones? Realmente um pulsar,
de pensamentos vagando, indo e chegando no mesmo lugar,
Onde está agora, aquele homem foi embora, levou seus telefones, será que vai ligar?
Para que tanto número? Acredito que seu coração é imenso , tem muito amor para dar,
meu doce amado, não poderia deixar de dizer, que tive dúvida sobre você, mas posso imaginar, que tanto aparelho telefônico , te deixará afônico,
sua voz um dia não conseguirá decantar,
ficará perdido ao meio de tanta ligação, azaração, amolação,
Não te deixam curtir a solidão,
sempre estão te chamando, não sei quem, mais sei que é uma multidão
Portanto, fica registrado , quando seu celular tocar , farei um atrevimento
pegarei todos de uma só vez, jogarei ao relento, deletarei todo recebimento,
irei na agenda de nomes, excluirei a comunidade feminina,
pois mesmo mediante de tanto celular, a solidão pode ser rotina,
existem vários chamados, muita adrenalina, acredito que essa será sempre sua sina!!!!

Surpresa Surpreendente

Surpresa surpreendente, mexeu tanto, comovente,
espaço pequeno, calou os sentidos, em um lugar , falei breve , me despedi
um simples beijo de cordialidade, muito receio de enfrentar a verdade, encobri
Toda aquela emoção, que outrora senti,
Não havia outro jeito, aquele era perfeito, nem imaginei ser ali,
outro povoado, você em um recinto e e eu noutro, mesmo assim percebi,
Que houve uma vontade louca , viajarmos, para qualquer lugar, até para o Hawaii,
Quanto mais longe, melhor a intensidade, queria realmente sumir,
pegar a estrada, sair em disparada, eu e você , exaurir,
toda sensação de ternura, doçura , beijar e sorrir,

Leite e Café

Café, bebida atraente, nos envolve, marca encontro,
café na mesa, no bule, café no ponto
Sua textura , seu sabor, acontece tudo e pronto,
Deliciosa bebida, estimulante, revigora a vida,
Do outro lado , o leite, bebida que permite a calcificação,
mas o preço é tão pequeno, despenca o ideal no chão,
Café e leite, simbiose perfeita, nos alimenta e cria ilusão,
Em uma mesa de bar, nada desse mix gostoso, é pinga que rola, faz confusão
gente chegando, saindo e

Cravo Negro

De repente, da noite para o dia,
aquilo que era magia, virou nostalgia,
Existia um cravo lindo, que contagia..
Mas seu gênio ruim, fez surgir a ventania,
Uma brisa mansa que passava, virou tempestade,
ele se fechou para a vida, perdeu sua majestade
Seu tom lindo, ficou negro, Obscuridade..
Esse cravo vivia no jardim dos meus sonhos, era beldade,
Portanto, seus ímpetos de loucura, cortou a serenidade,
Hoje ele é sombrio, frio, continua em sua estranheza,
que cravo diferente, nunca percebi tanta fraqueza,
Basta um olhar obtuso, uma palavra pungente,ele perde a nobreza,
Mas esse cravo, ainda tem salvação!!!
pode mudar o foco, rever a questão,
Seu coração é poético, pura imaginação,
não acredito que esse cravo seja sempre escuridão.....

Espiada

Não quero dizer seu nome,
mas seus versos me consomem,
Navego em suas poesias,
as copio e coloco em ações do meu dia a dia,
Desculpe a invasão, perdi a razão, naveguei nessa fantasia,
Estou copiando seus versos, mas colocando um código de autoria,
Nada disso é furto, me atrevo em entrar em sua doce magia,
Quero compartilhar com meus amigos, sua linda mania,
Como escreve bem, parece que tem alguém , seu guia,
Sei que escrever poesia é algo da alma, isso eu já sabia,
Mas os poetas não podem, não devem, perder sua sabedoria,
Você se ausentou, fiquei questionando: porque se perdia....??
Portanto , continuarei invadindo sua essência,
extraindo dela ,toda a transparência,
que move o seu sonhar, e que um dia embarguei e naufraguei,
Não sucumbi, pois a visão , ainda sei,
permitirá olhar seu universo, seus versos,assim farei,

Irmã Dulce

Doçura de mulher, irmã Dulce nem precisa de véu,
Sua espiritualidade elevada flutua, leveza que vem do céu,
A alma encanta os mortais, irmã, sua presença tem gosto de mel!
Cara e estimada irmã, seu universo é imenso, seus gestos intensos,
sua cultura vem do Pará, tem levedura seus argumentos,
Tem sabedoria , nada de lamentos, a vida parece poesia,
Resignada, mulher elevada, adora estar entre nós,faz da vida uma linda sintonia,
Tem uma orquestra que arrasta multidão, a fé está impregnada em seu coração,
Tem luz própria, defende os ideais do cristianismo, entoa a canção,
A música tem palavras bonitas, notas bem ditas, pouco refrão,
A fala encanta, parece ser santa , toda sua devoção,
Confiante em Deus,habita o mundo com espírito de emoção,
motorista, tesoureira, cuida da destinação, cumprindo a finalidade da congregação,
Irmã, sua companhia é uma conquista cosmopolita, atinge todo o mundo, unidos em oração,
Irmã, serás meu norte, minha luz e minha sorte,
pois seus ensinamentos são profecias, caminham para todo norte,
sul, leste e oeste, qualquer que seja a direção,
o que importa nessa vida é viver em união,
Irmã Dulce, tens cadeira cativa em minha menção,
Com cultura diversificada, irmã ,é relevante sua participação,
Integrante de nossa comunidade, preconiza o amor em devoção...

Falta Coragem

Estou sem coragem,
olho pra todos, tenho piedade,
me falta um ato de lacividade,
Carência de forças , talvez, falta de leviandade,
Meus sentidos querem os momentos mais tênues, docilidade,
mas a razão sobrepuja a tudo, emudece o grito,pura obscuridade,
Estava quase a atingir, o ponto do prazer e da cumplicidade,
Mas a falta de coragem, arrancou-me essa sinceridade,
Declino minha lamúria, triste essa triagem,
mas precisei colocar na balança, para evitar barberagem
Nossos atos são impulsivos, nossa vida uma viagem,
nessa história queria colocar você na bagagem,
límpida sua existência, real, nada de vascilagem,
portanto, a hora estava quase no ponto da estiragem,
Queria vagar essa noite, com todo açoite em busca de coisas de molecagem,
Devaneios, loucuras, próprias da tenra idade,
A escuridão caiu em mim, jorrando toda maturidade,
Meus olhos se abriram e publicou essa imagem,
Ainda não é o momento , de nossa bela e linda linhagem,

Ana Paula

Hoje é aniversário de uma amiga especial,
o nome dela é Ana Paula, pessoa fenomenal,
A origem de seu nome é latina, ela tem um jeito meigo e olhar de menina,
Pela etimologia da palavra, significa justa, amável, pessoa agradável,
Amiga, de repente em uma ida a cafeteria, te vi sentada e eu em pé,
me chamou , aproximei e juntas tomamos um café,
À partir daí , o mundo começou a sorrir, tornamos amigas de muita fé,
Costureira prendada, dedicada ao ofício,
divulga seu dote , tem luz própria e muito feitiço,
Encanta as amigas, faz magia, é envolvente, quando fala, parece em comício,
Com destreza, vive correndo, tem habilidade manual,
agrada a todos , de forma textual,
Como é querida, além de mãe dedicada,ama a vida,
Imagino que, quando estudante de Direito, fazia o mundo ficar estrelado,
logrou êxito no curso de bacharelado,
Ama a família,Laura, Antônio e seu doce amado,
Gosta de pão de queijo e café bem gelado,
Deixa sempre um legado,
nos diz o quanto é gostosa a aula de bordado,
Seu talento para arte é visível,cria e recria o inventado,
Parece que vive correndo de um canto para outro lado,
Acredito ser nobre o seu reinado,
valoriza o passado, tem por costume cultuar o ignorado,
Conta suas histórias da terra natal,
relembra de amigos em tom magistral,
Sua vida resume em dedicação, tem alto astral,
tem até um bolg sobre costura, isso é sensacional,
muito me orgulha a nossa amizade,
sinto é és de coração puro com muita seriedade,
Feliz a sua casa , que abriga uma mulher , jovem de tenra idade,
pois mesmo que o tempo voe, nunca perderá seu espírito de mocidade,
Ana paula, continue assim, sorrindo para a vida e para a humanidade,
seu povoado é imenso, seu coração gigante, cabe sempre mais dentro de tanta bondade...






Lilian, amada

De repente surge em nosso Paraíso,
uma linda moça, com olhar indeciso,
Não sabia quem era as mulheres que circulavam com seus vestidos,
umas, com estampa, outras cetim, com detalhes despidos,
Mas Lilian se aproximou, encantou a todos com um sotaque divertido,
sua boca lançava um som agradável, seu papo irradiava simpatia em todos sentidos,
Mulher firme , elegante,com jeitinho extrovertido,
Lilian, sua etimologia significa pureza, grandeza de alma e amor repartido,
Está dividida, não sabe a quem ama mais, se os filhos ou seu querido marido,
Da mãe, sempre se emociona, pois quando está próxima, tudo parece adormecido,
Sua família é seu porto, sua força motriz e sua verdade,
ama a todos, com a mesma intensidade,
Quando fala no Gustavo, até os pássaros ressoam liberdade,
pois seu amor é infinito, não se mede a velocidade,
Se fosse possível a aferição, seria ilustrativo, pois a extensão vai além da capacidade,
Lilian, saiba que, muito valorizo a nossa amizade,
sinto sua sinceridade e sobriedade,
Aprendemos sua fala, amada, querida, mana, tanta diversidade!!!
Podemos até lançar um cordel, com rimas e outras raridades,
Muitas palavras engraçadas, mas recheadas de simplicidade,
pois a grandeza de sua alma,é raridade,
Lilian , minha amada, receba essa singela homenagem,
continue assim, essa mulher de coragem,
eu adoro seu gingado, sua fala e sua tiragem,
Improvisa alguns assuntos, fala-se de tudo, coisas úteis e bobagem
Lilian, café virou bebida atraente, revela magnitude e gosto de molecagem,
esperamos as mães chegarem, simbiose de amostragem,
cada amiga levando sua bagagem......

Monique, mulher dos Livros

Para essa jovem amiga, não há tempo e contra tempo,
sua dedicação é profunda, não há perda, nem lamento,
Desde a época de Faculdade, seu diferencial era notável,
abraçava os livros, de forma invejável,
Aluna dedicada, se lançava ao estudo,
perquiriçao profunda, seu repertório não era mudo,
Clareza de idéias, , seu mundo era falante, repudiava o obscuro
Franqueava seus interesses, expunha seu desejo com sons magistrais,
já nutria seu saber, com livros, doutrina e muito mais,
Se jogava na jurisprudência, buscava decifrar os conflitos dos Tribunais,
Monique, continue assim, dedicada, sua base bem sustentada,
saiba que és inteligente, iluminada, erga seu sustentáculo, não caia jamais,
Como professora, sempre acreditei em sua vontade ,de encontrar nos livros sinais,
de glória e triunfo, que a vida não negará, revelará em tons maiorais,
Na condição de amiga,unidas pelo café,
deposito em você , minha maior fé,
Estude dessa forma dedicada,
pois se não for promotora, serás magistrada.....

Lindona e Podereosa





Lindona , era uma dona,, que passava todos os dias perto de uma arredoma/Seu olhar morteiro, foi alvo certeiro/Desnudava a alma de muito beijoqueiro/Lindona era uma dona, que gostava de ficar expondo as partes pudendas, era tímida, mas franqueava suas fendas/Lindona era uma dona, casada e amava ser elogiada,mas lindona um dia ficou feia, a velhice chegou, seu semblante mudou, e uma dúvida restou" Quem sou????Moral da história: devemos cultivas os valores morais e espirituais, pois a hora que a beleza for embora, o que restará de nós??????



Poderosa era uma mulher, que culivava suas oferendas, aceitava prendas e exacerbava em seu charme, usava seu poder, sedutor, cativante e desbravador/Não tinha medo de nada, seu poder exalava , dos poros, de todos os lados,até um dia encontrar a decadência, pois o poder é efêmero, confunde nossa existência.Conclusão: poder é um estado passageiro, até um pouco brejeiro, pois quem dele se julga dono, acaba parando no formigueiro ....

Felicidade na rua

Minha felicidade anda perdida, sumida, indigente,
perdeu-se em seu espaço, virou semente, lançada ao acaso imprudente,
Felicidade está demente, doente, quer carinho e sonha docemente,
Minha felicidade é andante, navegante e quer atracar em sua mente,
Sentir seu abrigo, fugir do perigo, aproximar da lua,
quer encontrar um porto seguro, ficar bem perto, sair da rua,
A rua é seu abrigo, perdeu-se a identidade, criou-se realidade crua,
Meu doce mistério, perambulante e teimoso, quero ser sua!!!!
Acho complicado,viver esse amor de pecado,
porém, minha mente vagueia, continua perdida na rua, em noite de curto recado,
Meu amor ambulante, deixe de ser viajante, estou em pé, quero te ver deitado,
Morando comigo na rua, ou me deixando grudar, fixando em seu leito gelado,
ele é encantado, um belo castelo, bem mais que um aglomerado,
de gestos perdidos, gemidos sufocados, cultivarei esse novo penteado,
me vestirei de esperança, farei longas tranças, te verei modificado,
orgulhará de sua mulher , que morava na rua e hoje tem um belo reinado...

Roberta, uma mulher de Cinema

Minha amiga Roberta, vejo o quanto é esperta,
mal sai um filme, já está em alerta,
adquire o ingresso, da forma mais discreta,
entra na tela e completa a conversa,
tudo fica consagrado, adquiri o bilhete e parte para o tinerário,
O dia é curto e o filme será um doce calvário,
onde o cansaço não se permite, pois já embala o próximo cenário,
Gosta de filmes bem variados, agrada as crianças e seu imaginário,
Sua cultura é universal, sabe de tudo, sacode nosso plenário,
Conversar com você é um verdadeiro santuário,
ficamos purificadas, pois sua sensibilidade é algo extraordinário,
Roberta, mulher de cultura cinematográfica,
conhece o planeta e sua estrutura demográfica,
percebe os sentidos, anima os ouvidos, sua fala é de grande profusão,
acalma as amigas, sempre dá sugestão,
conhece muitos lugares, viajou para metade do mundo, por isso adora uma sessão,
A próxima ida ao cinema, quero te acompanhar, pois tenho certeza, será uma animação.......

Espuma no Feijão( rsrs)

Fui surpreendida pela funcionária do lar,
a mesma colocou sabão no feijão e começou a lavar
Eu , de inopino fiquei a gritar,
amiga, isso nunca vi, lavar feijão, só se for para matar,
Ela muito matreira, não negou a versão, e disse, sempre me ponho a lavar o feijão,
Meu Deus, fiquei preocupada, pois o feijão que comemos é lavado, isso é perdição,
podemos nos intoxicar com os resíduos, tudo fica perdido, nada de degustação,
Lavar feijão com sabão? Juro, nunca vi isso não !!!!!!
porém ela ainda persiste, em continuar lavando, e não muda de opinião.....
O que fazer com a danada, ou ela para de espumar o feijão e ficará desempregada,
Pior que ele não tem medo não,
se for embora, vai para outra casa, e continuará ensaboando o feijão
Quero dar a ela um nome, lavadeira , você precisa mesmo é de ser chamada de ilusão,
lavar feijão, isso é moda antiga, no feijão da fazenda fazia-se a conferição.
Portanto minha dileta funcionária: se queres tanto feijão, esqueça o sabão...

Queria a Plenitude

Como gostaria de viver a plenitude dessa paixão.
mas o pudor me consome, coração diz sim e ele não,
Meu corpo implora por carícias, delícias dessa doce atração,
Mas a realidade da vida, é diferente, nos coloca em outra direção,
Queremos atingir o apogeu, mas as condições, fecham as portas, cria limitação,
Quero beijar ardentemente, cegar minha visão, ficar obtusa, curtindo a sensação,
O simples toque já será a grande satisfação, as mãos em deslizes, o corpo em erupção,
não há necessidade de atingir tanta profundidade, basta a leveza, suavidade,
Pois não só as investidas ousadas, são queridas, um simples delírio, mostra a extremidade,
Nós seremos os extremos, do tatear sem ousar, do amar, sem machucar,
do sentir sem gritar, do sussurro sem lágrimas a enxugar,
nós seremos o amor de verdade, a teoria e a praticidade,
faremos do nosso encontro, uma eterna saudade.......

Ajustes

Muitos ajustes terei de fazer,
irei conviver com sua ausência,
isso é decisão, que aos poucos fui perceber,
Não há perspectivas de um único encontro, de nada adianta o ponto, se não pode querer,
Seu medo foi óbice, meu pudor, um verdadeiro inibidor, de meus delírios , do saber,
Que um dia tudo seria lindo, iria dessa bebida novamente degustar, te perceber,
A solidão me abateu, meu suspiro enfraqueceu, pois a razão excedeu, e hoje, não posso ceder,
A seus encantos, seu olhar tem grande profusão, portanto , ajustei meu ser,
coloquei a lógica acima da estatística, o espelho quebrei, nada de me convencer,
talvez eu volte atrás, estou vulnerável a seu amor,
quis demais, enviei lindas mensagens, sua ausência causou dor,
Se bebemorar desse momento, a dor irá persistir, virá o desejo de novamente sentir, estertor,
porém meu amor, nesse instante, estou fragilizada, sonhei muito e fiquei acordada,
sua figura desaparece aos finais de semana, durante, não me chama, poucas cutucadas,
meus ajustes tem parafusos frouxos, sem sustentação, nem nada,
mas procurarei ser bem controlada, a vontade louca de você, está guardada..

Momento Fotrográfico






Foi muito engraçado aquele cenário,

Eu descontraída , levei quase o armário

Peças de renda e cetim, estampa e um par de sapato ,muita animação!

Estava me esperando, uma amiga fotógrafa, começou a sessão....

Me deitei no sofá estampado, uma queda aconteceu, pura diversão!,

A troca de roupa era contínua, parecia menina em pleno verão,

De repente, uma pose, um ar de mulher engenhosa, tentação...

Ao ver a produção, o registro daquele momento, ficou em meu coração,

Marinês, acho que chegou nossa vez, é o prelúdio da sensação,

Me senti uma princesa, pura realeza, quase fui novamente ao chão,

Uma jogada de cabelo, um leve estontear, um sorriso maroto , fizemos a projeção.....

As imagens foram colocadas na tela, me senti na televisão,

Que momento animador, muita risada, meu corpo estava em outra dimensão,

Mas, antes da conclusão, o refletor não conseguia, criar uma boa visão,

Chegou o maridão, fotógrafo renomado, e apareceu a iluminação,

Tudo ficou radiante, eu e minha amiga fotógrafa, pura transformação.

Pessoa especial como ela é difícil , pois além de cuidar da imagem ,cuida da dentição,

Dentista tradicional, já fincou raízes, como fotógrafa, uma revelação

Tem afinidade com a máquina, chama, sugere, simples atração,

Não consigo afastar da mente aquela manhã de fotos, valeu até alguma correção,

Na escolha das fotos, estava minha nobre fotógrafa , em plena doação....

Sorriu de minha visão e percepção,

Pois naquele exato momento, terminava o dramalhão,

Foi alegre e angustiante, pois sou marinheira de primeira navegação,

Sem contar que meu esposo, nem me deu atenção,

Desprezou as fotos e disse: isso é pura ostentação!!!!!!

Não vejo sob esse ângulo, o que enxergo, vai além da visão....

Afinal, ser fotografada , foi química em reação

Meu espírito aventureiro, não morreu não,

Quero marcar outro dia, e continuiar a animação...

Curtir (desfazer)Curtir

Maria Zamborra

Em uma cidade pequena, me lembro de uma cena,
ela andava pelas ruas, sua figura era plena
Plenitude de tamanho, seios enormes, nada de mulher pequena,
Seu nome irei decantar, Maria Zamborra, mulher de alma serena,
Nada de cultura, rude, roupas rasgadas, andava pela avenida , que pena!!!!
Todos se punham a zombar, eu, uma criança, me lembro do povo em novena,
todos a falar, caçoar, dos enormes vestidos, parecia Madalena,
Maria Zamborra, onde será que está agora? No céu, junto a Nossa Senhora,
tenho certeza de uma coisa, a simplicidade de sua figura, a colocou no altar,
junto aos anjos mais serenos, que habitaram seu lar,
Mulher que sofreu o desprezo ,de um povo a gritar,
Zamborra, Zamborra, esqueceu o zíper de fechar,
arrume essa blusa, não deixe os seios a mostrar,
Ela toda simplória, não entendia nada, continuava a atravessar,
carros passavam ,e a Zamborra nem parecia ligar,
quase foi atropelada, pobre coitada!!!!!!
Maria Zamborra, nunca me esqueci de seu semblante, mulher que morava na rua,
misturava a seus habitantes,
Zamborra, você marcou minha infância, nunca critiquei, aliás, admirava sua elegância,
porém uma coisa ficou registrada, a sua extravagância.....

Eu e Você

Eu e você, surgimos do nada, no anoitecer de uma estrada,
na noite de lua cheia, te peguei na praça, saímos em disparada,
fomos andando pela noite enluarada, tocando nas mãos, sentindo cada vibrada,
Eu e você, formamos uma história , muito enrolada,
que não passou de um dia, um toque e mais nada,
mas que vive na mente, impregnada,
Quando penso em seu olhar, sinto seu carinho e seu tocar,
imagino como seria a nossa explosão de carícias, muito doar,
Doação plena, de coisas grandes e pequenas, quero explorar,
seu universo, arrancar seu verso e poder falar,
como quero você, como foi lindo te encontrar.....


Fui e Voltei

Fui a algum lugar,
voltei e passo a acreditar,
que a cada dia estou a te esperar,
anseio por esse encontro, quero te amar,
deixar o silêncio gritar,
a fala se calar,
diante de tantas carícias, que pretendo te dar,
Fui e voltei, isso é um privilégio, poder ir e retornar,
significa que saí de meu espaço, e nele estou a pensar,
como será o seu rosto, seu sorriso e seu meigo olhar,
sentirei seus toques,serão perfunctórios, vou aprofundar,
Submergir em carícias, me embriagar,
Fui e voltei e continuo a pensar, como será sua profusão no tatear,
Quero sentir esse talento, do ir e do chegar,
Pois a vida a cada dia me brinda com o desejo de te encontrar...

Processo Cautelar

Que processo cautelar é diferente, isso é inegável,
não visa sentença de mérito, nem o pedido é questionável,
Mas o que mais me deixa intrigada , é a possibilidade da concessão liminar ,
antes do princípio do contraditório se firmar,
Para tanto, o requerente deve expor o risco iminente, sob pena de frustar
a medida pretendida, a cautelar requerida,
No processo cautelar se busca preservar, os elementos do processo principal,
nesse aspecto ele é um processo intermediário, tutela o perigo de dano marginal,
No processo cautelar não se busca o exercício da jurisdição, muda-se o foco, outra situação,
É processo de cunho não cognitivo, não tem efeito satisfativo,
o poder geral de cautela autoriza o juiz, a buscar o aspecto protetivo,
ele veda a prática de atos, sem efeito suspensivo,
No processo cautelar, a sentença transita em julgado formalmente,
esse aspecto é até atraente, pois permite a renovação da medida, nada fica definitivamente,
O processo cautelar é de conhecimento sumário do juiz,
a parte se encanta com a sumariedade , fica feliz,
Sem esse processo, tudo se perderia, as provas enfraquecidas, nada condiz,
Mas a imposição de caução, é dever do magistrado , pois se a liminar for concedida,
é forma de assegurar, velar pela parte ex adversa, a causa fica protegida,
Assim caminha o processo cautelar, será alvo de mudanças , o legislador irá apenas recolocar, reordenar , enxertá-lo no processo de conhecimento, um livro eliminar,
Será o processo cautelar , reconduzido, para seu devido lugar....
Vamos aguardar, esperar, pois nova roupagem, o processo cautelar irá usar...

Alguém Especial

Alguém especial entrou, chegou e ficou,
veio do nada, de forma bela, coisa de novela,
Alguém especial fixou, grudou e não quer sair da tela,
Coisa de cinema, tem rimas e tremas,sintonia, a tampa e a panela,
Como é bom esse estertor do amor, te embriaga, tira a dor, faz sentir donzela,
Também coloca a dor, pois amo alguém, que não pode ser meu amor, mazela
Resíduos de uma vida traçada, mas não impede que seja sua namorada,
Se pudesse escolher, faria uma opção, te colocaria no apogeu do meu coração,
Iria retroceder, voltar , fazer esse amor crescer, brotar, como doce canção,
Porém , nossos destinos rumaram, para sentidos diferentes,
mas essa diversidade , nunca será óbice para a gente,
muito pelo contrário, aproxima, ima, parece química atraente,
Funciona como uma vis atractiva, ação e reagente,
Amor, você é especial, leal, é meu vestido, minha corrente,
Você é especial, entrou de forma tênue, sútil, e ficará em mim Eternamente.........

Amando com rimas( a pedido de uma amiga)

Estou amando, estou feliz,
meu coração está cantando e pedindo bis,
Tudo parece leveza, estou no ar, passei de plebeia a princesa,
antes vivia em um espaço sombrio, hoje me encanto com a noite, nem sinto frio...
És a razão do meu movimento, você me deu suporte, sustento, sinto arrepio,
Nada é como antes, vivia em pura falta de percepção, hoje , sinto calafrio,
Seu nome rima com amando, estou agora te chamando,
venha me visitar, meus lábios sentir, meus cabelos entrelaçar, meu corpo está delirando,
Não consigo soletrar o nome, mas preconizo as rimas,
seu nome rima com entrando, chegando, até parece que estou soletrando,
Não irei nominar, nem preciso declinar, o grande amor da minha vida, está se revelando,
Pura sintonia de rimas, minha alma está gritando, venha, doce amor, meu ser está te avisando,
Se aproxime, não espere mais, o hoje é o limite, enquanto isso vamos nos enamorando,
Nessa prosa serena, falo ainda rimando, seu nome tem um F, e estou finalizando,
Registre em seu peito está menção, és o homem da minha vida, acredite, estou adorando,
Vivo intensamente cada minuto, aguardando sua chegada, parece que foi ontem, já era madrugada,
A noite calava seus mistérios, você veio de algum hemisfério, sul, norte, qualquer sorte,
Te quero para sempre, continuo as rimas,
você está na capital, e eu em Minas,.....
Seu prenome harmoniza-se com delirando,
seu sobrenome, rima com selado, colado,
desse jeito, meu amor, nunca será trincado
Pois o homem que amo, rima com ser amado....
idolatrado, adorado, és meu doce pecado

Frieza

Até entendi sua frieza,
mas confesso, fiquei surpresa...
Tudo perdeu a realeza,
sua voz inibida, me enfraqueceu, com certeza
Pena que seja assim,
queria estar tão perto, mas cada vez mais longe de mim,
Hoje acabei chorando,
minhas lágrimas rolavam,
pois não senti sua voz, seus sentidos calavam,
Porque tem de ser assim?
Se me quer e te quero em mim,
Pena que esteja tão longe,
tão perto já se foi,
agora me pergunto: o que será de nós dois?

Amadurecendo

Já é hora de colher,
pois o que foi plantado pode se perder,
A hora é agora, mais tardar o anoitecer,
Quanto tempo de admiração, o suficiente para florescer
Debrucemos nessa alegria, o amor flui como magia, já é o entardecer,
Não espere a noite atravessar seu encanto, chame agora, não deixe a vontade envelhecer,
Venha em minha busca, me cultive em seus ornamentos, me inclua em seu viver,
Amadurecendo, percebendo, que não sou nada sem você,essa é a fase do mexer,
és o elo , une o dia, a noite, me coloca , me joga no prelo, me enche de prazer,
Amor, chegou a hora, o movimento embala a alma, palavras carinhosas, me faz estremecer,
Amadurecendo apenas a noção, a percepção do meu saber,
Já está dentro de mim, verdadeiro jardim, inicia o prelúdio do querer,
sua ideologia, me ilude, me faz acreditar, que esse dia está por nascer,
Corra em busca, vamos a luta, deixe as coisas fluírem, tudo é existir e fazer,
Façamos a nossa história, de mitos e suspense, esse é o elixir da vida, do meu e do seu ser.......

Amar não é Pecado

Amar não é pecado,
estou apaixonada, eis o meu recado,
Que o mundo se esvazie, fique nós dois, entrelaçados,
Meu amor, me ajude, quero sentir seu corpo atordoado,
Se eu tiver errada, vale a pena perceber, nosso mundo está traçado,
Já sinto isso pela sua voz, seu carinho, sua matiz e seu olhar delicado,
Medo de sentir as vibrações, desmaiar com algumas canções, que só curtem os namorados,
Amor,essa canção chegou até meu coração, antes era despercebida, agora virou legado,
Amor, não vejo a hora de conhecer seu universo encantado,
sei que seremos felizes, e não é sonho acordado, trata-se de realidade próxima, e não passado...............

Você pode Impor o seu jeito de Amar que eu aceito

Vem, me trazer inteiro o seu amor,
deixa eu sentir na pele o seu calor,
me ama e deixa eu te amar, por favor,
Vem, não negue o desejo que sentimos,
minha boca pede e meu corpo está sorrindo,
Imponha o seus limites, me arranque , me jogue , estou curtindo,
Suas mãos envolventes, seu toque delirante, está me polindo,
Vem, fique em situação subordinante, me submeta um instante, estou indo,
para onde você está, eu adoro te querer, mesmo sem tê-lo , sou sua e estou partindo,
nas proximidades de seu ser , estou chegando, irei te perceber, sei que és lindo!
Imponha seu jeito de amar, de acariciar, estou subordinada, isso é realidade,
sinto saudade e vontade, estou quase descobrindo, a sensação da sua pele é pura vaidade,
Me coloque em suas mãos, sinta a emoção, meu suspiro está saindo,batidas fortes,substrato da mocidade, nos iludindo,
Mas, mesmo assim, imponha seu comando, sou sua e és meu , estamos repetindo,
delícias de sonhar, quero ouvir : querida,declamando o quanto estamos indo,
ao encontro da felicidade, serás meu e eu sua, esse é o nosso destino....

Recado

Peguei o telefone e perguntei simplesmente,
diga se realmente me quer, isso decide o mundo da gente,
Amor complicado, delicado, mas amor envolvente,
Você disse que sim, isso para mim foi sinal de alerta,
agora você entra, ou a porta ainda continuará aberta,
Acredito em seu querer, ele é puro envolver, fiquei certa,
que precisamos nos amar, despir de medos, permanecermos com o corpo na coberta,
Ela nos ampara do frio, causa prazer e arrepio,
Vamos preencher esse vazio, ele precisa ser inundado, de muito calor e calafrio...
Sensações conflitantes, porém importantes, você é meu desafio...

Compartilhando

Mesmo sem te conhecer, quero que venha saber,
de minhas alegrias e tristezas, momentos de nobreza,
sensações de encantos, ternura e sutileza,
Eis que você já existia, isso eu já sabia,
que em um centro muito grande, na capital,ou qualquer lugar, você surgiria,
De forma visual, textual , fotográfica, mas, já foi meu um dia,
Várias semanas e meses, talvez toda uma eternidade, na mocidade e em fantasia,
És minha alma gêmea, com você compartilho, minhas glórias pessoais e profissionais,
és de minha confiança, jorra fidelidade , sinceridade, pois é minha identidade,
Quiça te ter fisicamente, por perto e de repente, seria uma enorme felicidade,
pois já constitui o núcleo do meu ser, meu centro , meu rebento ,minha cumplicidade...

A Voz

Sua voz me revelou, desejos, delírios, ressoou,
Do alto de um monte azul, um anjo avisou,
Essa voz é a razão, sua essência ,você encontrou,
Que voz linda, atraente, desejos, despertou,
carícias, não atrevidas, pois minha fala embargou,
Perdi os meus sentidos, deitei-me em meus gemidos, sufocados, levitou,
Atingi a leveza dos ventos, vivi lindos momentos, que o telefone abafou,
Gostaria de estar presente, sentir a voz eminente, que um lindo rosto soletrou,
palavras elegantes, alimentando os meus ímpetos de amor, meu limite libertou,
Viajei até você, cheguei em seu lazer, atropelei seu afazer,mas minha voz chegou,
A distância não era o entrave, nada é óbice, pois o amor despertou,
Ele estava escondido, em algum lugar antes não ido, e agora aflorou,
Quero você só para mim, esperarei o tempo necessário, pois minha flor desabrochou,
Lindas reações, tênues emoções, sua voz me embalou, retirou o meu remanso, foi o meu descanso e hoje, sei bem quem sou.....

Festa Cigana

Festa cigana, esperada e desejada,
tantas almas abandonadas, queriam ser entrelaçadas,
Nessa festa cigana, existe um espetáculo, uma imensa vontade de ser tomada,
pelos encantos do mistério, soberba a soberania, que vem do mar, maresia,
Gostaria que um ar praiano, chegando do oceano, encontrasse minha poesia,
Ela é gostosa de sentir, doce , envolvente, queria possuir, pura fantasia,
Mas o óbice da vida, não propicia, machuca essa vontade, vadia,
Vagando pelo espaço, imagino o cigano em meu compasso, pura sintonia,
Festa cigana, seria tão bacana essa doce companhia,
Mel jorrando pelo ambiente, melado, gostoso e atraente,nada de nostalgia,
Cigano do mar aberto, és meu céu e está bem perto, venha de noite ou de dia,
chegue realmente, ou simplesmente em forma de magia......

Olhar nas nuvens

Olhai nos ares,
esferas áureas de nuvens,listras
Formosas, porém, sinistras,
Na terra existe um espetáculo,
te encontrei,você existe,
isso é alegre e triste,
Tem aspecto de nuvem de ouro e safira,
não sei o que inspira,
Olhai os ares, lá os anjos dizem sim,
aqui na terra , isso não é tão fácil assim,
Queria dizer sim agora, te encontrar na aurora, nunca ter fim,
Olhai nos ares, estou perto de você,
imagino seus dedos delicados, dedicados , que se apossaram de mim,
Tudo fica na imaginação, será sempre inspiração, no céu e na terra ,
cambraia de azul celeste,
seu corpo me veste,
Quero que seja sempre assim,
Nunca me abandone, seja meu meio e nunca fim.....

Querida

Querida , essa palavra carinhosa, vem em verso e prosa,
de forma virtual, real, parece que nossa alma se entrosa,
Querida, florida , qualquer palavra que rima, vira rosa,
jardim colorido, continue fazendo isso comigo,
me chame de querida, é vibrante, tudo faz sentido,
A vida fica mais doce, meus movimentos enfraquecidos,
pareço que vou desmaiar, perder meus tenros gemidos,
Seu querida, sufoca meus gritos, ficam retidos e oprimidos,
Estou maravilhada, és bela sua embalada, me chame de querida, isso é admirável,
Passe a noite chamando, me buscando, encontre em mim asilo, sua casa inviolável,
persista no seu chamado, nunca ofusque seu recado, fale sempre comigo,
me chame de querida, me coloque dentro, no centro, quero ser seu amor contido...

Querer

Sou agora sua leitora, sua sombra feminina, com cheiro e gosto de dona/Com sabor de fantasia e sensualidade de Madona,
Vem logo ser meu, assim viajarei em suas medidas, em seus sabores, suores e tremores,
Quero você com força, gentilezas e viagens com louvores,
Quero você, quero meu sinal , jorrado, derramado, escorrido em você... Fruto de nosso encontro e bem querer,
Que sua gula, não desapareça, não pare, não me deixe ..Pois corro agora pra ti.
serei sua fêmea,sua dona, sua mulher, seu sonhar
Basta querer agora...e voltar a me chamar....

Vem Amor

Vem amor cigano, amor insensato , amor relâmpago,
atingiu meu limite, passou a ser profano,jogou-me ao canto
Vem amor, de mansinho, destilar seu carinho e me cobrir com seu encanto,
Vem amor, ainda que por alguns minutos, me desnuda a alma, me joga em seu recanto,
Nele existe a plenitude, a virtude de músicas e cantos,
Você surgiu do nada, agora embala minha noite , madrugada em prantos,
Outro corpo me encobri, mas seu rosto surge como uma sombra em espanto,
Não consigo me entregar a meu momento, penso em ser levada pelo vento, acalanto,
Vem amor cigano, me ponha seu pano , de tons coloridos, inibe minha malícia,
revire meus sentidos, me cubra de delícias, leve-me para suas conquistas,
que ela seja a última, vire capa de revista,
Vem amor cigano, sua mágica me enlouquece, me aquece,
faz-me subir, minha razão desaparece,
Vem amor, cigano é seu modo de viver, sem moradia fixa, me arrefece,
Cigano onde estás agora? Onde moras? Quem é você? Tudo isso me envaidece,
alimenta minhas vibrações, mesmo sendo um desconhecido, você me enlouquece..

Castelo

Castelo de sonhos e fantasias, de mágicas e magias,
castelo colocado na mata, construído,sustentado em pilares de energia,
Esse castelo é diferente, foi feito pelo homem, e erguido por sua alegria,
A mente que o edificou, estava repleta de ideais, lindos versos musicais
contos de fada, príncipe e princesa, envoltos em roupas marginais,
Pessoas apaixonadas, sem ar de nobreza, apenas o amor dava grandes sinais,
Castelo confuso, porém encantado, os corpos em ardência, pediam mais e mais,
Tudo era diferente,as doçuras de dois seres,perambulando para frente e para trás,
Castelo de devaneios, não conheço seu meio, apenas seu espaço externo,
acredito que nesse quadrado ele é céu, nunca inferno,
Quero explorar toda sua decência, indigente está o meu inverno
Abandonado, desolado e simplesmente, sentindo vontade de carinho eterno....

As Mil Maravilhas

Dentre tantas belezas desse universo,
crio agora um verso, para decantar as mil maravilhas de seu olhar,
Ele reflete a natureza, a beleza de seu pensar, sem extinção de qualquer pulsar,
Nesse interior lindo, há um jardim florido,mil cores, mil amores, somente um a imaginar,
São tantas as maravilhas, cosmopolita a forma de delirar,
Em seu ser, há mil maravilhas vibrantes, todas altaneiras e elegantes, puro deliciar,
Há tons bonitos,sentidos definidos, doçura no tocar e amar,
Pluralidade de valores, várias cores, seu interior é suporte do meu sonhar,
Imagino que seu ser está submerso em meu mar marinho, meu corpo maravilhado,
em seus costumes encostados , em minhas entranhas , sentimento arraigado,
Mil e uma maravilhas em seu ser, ele é iluminado, ensolarado, clareia minha visão,
é a razão, a sustentação de meu querer, minha imaginação, maravilhas do seu coração,
ele é sagrado, recheado de recados, puro amor e prazer, seu corpo é vibração,
percepção de tantas qualidades, vaidade, significa química em reação,

Datena

Me pego na tela, ao invés de novela, noticiário,
gostaria que fosse alegre, porém, tudo dobrado,
crimes em parceria, vítimas mortas todos os dias, parece um tornado,
Nada, tudo, o Datena, leva o recado,
pode parecer delicado, o modo de conduzir a reportagem, mas revela o pecado,
Assassinos cruéis, sem fé, falta Deus,muita droga, poucos os iluminados,
Na própria família surgem seres homicidas, tiram, brincam, eliminam vidas, são rechaçados, atropelam valores e são violentos, atiram nos violentados,
colocam pânico, destilam ameaças , vivem atormentando os ameaçados,
Crimes hediondos, a maldade embala o coração dos desalmados,
A sociedade vive na fase primeva da civilização dos povos, seres amaldiçoados,
A ira divina irá recair nesses criminosos infiéis, pois violentam valores abençoados,
Me pego novamente assistindo o Datena, ele conduz a notícia, com tons alterados,
Isso me faz sentir que o fim está quase, pois há inversão ,bens são violados,
atingidos por indivíduos de requintes cruéis, senhores seguidores dos antigos pecados,
Me ponho a questionar, qual seria a melhor saída, nos tornar reclusos ou escravos da vida,
ou pobres humilhados, Vamos reagir, sair desse marasmo, buscar a luz celestial, dar um sentido diferente a vida, resgatar aquilo que foi deflagrado......

Amado

Esse poema é para meu amado, meu eterno namorado,
ele tem alma de alado, tem gosto de pecado,
Meu doce amado, me alegra dizer que é iluminado,
amado da noite e da madrugada, caio em seu ninho, fico acomodada,
a tristeza não mais persiste, vai embora, permanece acordada,
O sono não vem, pensar em você, me faz muito bem,
nobreza de espírito, sutileza de olhar, meu bem, meu mal e meu zen,
Meu amado é doce e amargo, seco e molhado, parece que nunca vai, sempre vem,
Encontra comigo, cutuca meus sentidos, atropela a decepção, veloz como um trem,
Amado , seu peito está repleto, de matizes de cores, olhar em seus olhos, me convém,

Apenas

Apenas, palavra pequena, mas revela a alma de um ser,
que clama apenas, por uma chance de te ver,
Apenas agora, é meu bem querer, apenas, apenas, não mais que viver!
Essa doce paixão, recheada de emoção, apenas eu e você,
Somente nós, em um lindo lugar, basta-nos, apenas amar,
Apenas comemorar , esse desejo de reencontrar, nossos corpos , abraçar,
Mãos sentindo a vibração, de dedos a entrelaçar,
Apenas nós dois , nesse lindo luar!
Apenas, nada mais,esse é meu soletrar,
a fala fica diminuída, apenas na medida, doce enamorar,
restrita, contida, dois corações a embalar,
gestos de carinho, muita ternura, simplesmente amar,
Apenas o amor, esse é o limite,o nosso sustentar,
Não necessito de nada, apenas do seu olhar !!!!

Quem sou eu?

De repente me pego na dúvida,indagação,
só questionamentos, quem sou eu? Poetisa!Isso é gozação!
Tantos poemas lindos, meu universo fica aberto,
admiro em especial , as poesias de Carlos Alberto,
diante de sua escrita brilhante, me sinto uma pedra , frente a um diamante,
Mas tudo bem, continuo assim, querendo ir além, sempre adiante,
No grupo de poetas, encontrei inspiração,aflorei, fiquei radiante,
Tudo me faz bem, ler as poesias, guiar minha imaginação, isso é empolgante!
Acabei de entrar no blog de um poeta, estou admirada, estonteante,
Que lindos versos, inseridos em poucas linhas, traduzem tudo de forma elegante,
Sou sua seguidora, isso é verdade, poeta de profundidade, meu galopante,
Quem continuo sendo? Uma mulher atrevida? Por isso vou escrevendo,
continuarei arriscando, mas sem comparação, pois não resta dúvida, estou lendo
nas linhas do coração, que poeta de verdade , está perto, não estou vendo,
Posso imaginar, que em seu jardim está cravado, poemas de lindo sonhar,
Agora sei quem sou, poetisa do verso e do amor, pois para poetizar, basta amar.....

Sedução

A sedução é pura sensibilidade,
de unção do encanto e sensualidade,
Dessa terna união, reação de corpos em extremidade,
nada de equilíbrio, a sedução te leva a nutrir , sentimento que nem sempre é verdade,
O amor sim, representa um sentimento profundo, invade a alma, te situa no mundo,
Nesse universo de tantas tentações, não me apego somente em seduções,
esse sentido vem distorcido, enfraquecido, não podemos alimentar em nossos corações,
o amor é a mola mestra dessa orquestra,
a sedução vem atrás, embalando a festa,
Portanto, não basta seduzir, temos que imergir ,
deixar tudo explodir, e ter o amor como elixir,
Ele é o sustentáculo, nunca gera obstáculo,
a sedução , puramente, é ato isolado, nos deixa demente, presos a um oráculo,
Assim, apregoa-se o amor como meta, , entendemos esse vernáculo,
Diante dessa diferença essencial, estabeleceremos qual o nosso fraco,

Princesa Stefania

Tudo estava encantador, a linda menina de branco, completava seus quinze anos ,
luzes acesas e apagadas, nada acontecia por engano,
Seus parentes queridos, todos vieram a tempo, a festa foi linda,
Stefania, pela etimologia significa realeza, princesa, nada se finda,
sua festa era interminável, sua irmã delicada, em um vestido vermelho,também linda e linda... Mãe maravilhosa, seu vestido preto era reluzente, atraía olhares, meu e de toda gente, Quanta energia irradiava daquele doce ambiente,
Pessoas elegantes, e seus trajes exuberantes, transpunha o frio, tudo ficava bem quente,
nada de sensação de tristeza, lindos jovens revelavam segredos,
se punham a dançar , movimentar , embalar seus medos,
Muita máscara cobria os belos olhares que a mesma escondia,
meninas angelicais, jovens geniais , adultos cordiais, realeza dos pais,
Era um momento de encanto, com sabor de magia, recordação do passado e muita sintonia,
Os irmãos sempre unidos, em terna melodia, os avós sustentados, com as pérolas da sabedoria...
Princesa Stefania, aqui fica registrado, o quanto foi maravilhoso poder estar a seu lado, continue trilhando a sua filosofia , cultive sua mocidade em bases de boa energia,
Que a vida lhe dê de presente, muito brilho e poesia,
sejas sempre essa princesa, circulando com seu vestido bordado, pura fantasia,
Seu brilho foi a força motriz daquele lindo dia.....
Parabéns, a festa estava linda, digna de toda simpatia,
reforço o quanto foi inesquecível, participar dessa alegria....
Beijos no coração de sua amiga Helena,

Vinho e Queijo

Tem gente que gosta de uva, outros gostam de queijo
eu gosto dos dois acrescidos de muito amor e desejo,
Vinho e queijo, combinação harmoniosa, fruto da simbiose de uma uva saborosa...
O queijo mineiro é entrada perfeita, não acredito que alguém faça essa desfeita,
Numa mesa de bar, difícil degustar, bom vinho e queijo, tudo termina em ceita,
fala-se de tudo, prega-se inclusive a desfeita, toma-se pinga, nada de bebida perfeita,
Às vezes nesse boteco, se encontra um vinho delicioso, um achado precioso,
perdido a tantas bebidas de paladar duvidoso,
Esse vinho descoberto, passa a ser invenção,relíquia que virou tradição,
assim sendo, não devemos esquecer, que junto ao vinho, queijo vamos comer,
Nesse atrevimento total, de nada irei me abster,
Portanto, não teria graça, beber vinho sem estar com você........

Vinho e queijo

Tem gente que gosta de uva, outros gostam de queijo
eu gosto dos dois acrescidos de muito amor e desejo,
Vinho e queijo, combinação harmoniosa, fruto da simbiose de uma uva saborosa...
O queijo mineiro é entrada perfeita, não acredito que alguém faça essa desfeita,
Numa mesa de bar, difícil degustar, bom vinho e queijo, tudo termina em ceita,
fala-se de tudo, prega-se inclusive a desfeita, toma-se pinga, nada de bebida perfeita,
Às vezes nesse boteco, se encontra um vinho delicioso, um achado precioso,
perdido a tantas bebidas de paladar duvidoso,
Esse vinho descoberto, passa a ser invenção,relíquia que virou tradição,
assim sendo, não devemos esquecer, que junto ao vinho, queijo vamos comer,

Artesão

És o artesão dos sonhos, da vida e do amor,
produz o tempo todo, faz o jardim encher de flor,
toca com as mãos, traz respiração, modifica o condor,
Sua matéria prima é a poesia, vive mergulhado no esplendor,
Seu artesanato advém do tatear , provoca o corpo, estertor,
Sua obra é utilitária, necessária , alimenta minha sabedoria, nada de pânicos,
refaz minha vida , permite que eu modifique o objeto, sem ajuda de meios mecânicos,
a sua intervenção em mim, criou uma nova mulher, refez aquela que já teve fim,
Personaliza meus adereços, sem preços, fruto de muita criatividade,não tem não, só sim,
Meu artesão da sabedoria, sua inteligência irradia, do alto somente para mim,
conseguiu atingir seu fim, começou , penetrou e simplesmente ,criou um marfim
Explorou as rochas de minha alma,colocou um brilho especial, exalou cheiro de jasmim..

Te chamo

De repente toma conta de mim, começo a te chamar, venha e fique assim,
como dois amores perdidos, no paraíso,és o preferido, amor sem fim,
Nada de escolhas, tão menos discussão, sei bem matar a sede do coração,
Te chamei na escuridão, nos sonhos e na imensidão, pura perdição..
Não deletei nossa história, que foi chancelada com beijo e paixão,
Careço de suas carícias, suplico por sua malícia, quero a sua percepção,
Tocar sua face, seca ou molhada de tanta atração,
Te chamei e continuo a chamar, venha meu amor, seja minha devoção,
meu ponto frágil, meu prazer e minha tradição,
quero me acostumar com você, com práticas reiteradas, pura satisfação
Deixar nosso universo repleto de carisma e aclamação,
Te quero, não te deletei, te chamo para meu ninho, isso faz parte de mim eu sei,
te chamo a qualquer hora, minha face às vezes chora, você é para mim, meu rei
Coroado com lindos adornos, refreado por meus limites , assim te encontrei,
perdido na praça, sem graça, te chamei e jamais te deletei......

Marcando o Encontro

Marcar o encontro, fixar o quanto, o lugar, sem espanto
Rever as faces, estabelecer as bases, chegar no ponto
Está passando da hora, chegou, será agora, o nosso elo, saímos do prelo,
tudo parece lindo, o som mais forte, o feio ficou belo,
A nossa bebida será a vida, o reencontro,parece prego e martelo,
encaixe perfeito, erosão no peito, a alma pura e o cheiro de marmelo,
Será uma doçura de união, corpos em erupção, toques de mão , descalço ou de chinelo
vontade de rever, aquela história interrompida, tudo esvaziou-se em um castelo
O que nos ergue é a canção, o som e o despertar de um sonho, lindo , inacabado,
viremos a página, reforcemos o bordado, precisa de adorno , apaixonado,
Vamos marcar o encontro, hoje, amanhã , quem sabe, puro ou pecado,
Nada de adivinhar, vamos nesse embalo, deixa o pássaro levar o nosso recado
Ele é meu para você, está escrito com tinta escura, e pede: qual será o lugar delimitado?
Escute o seu coração, ele é a razão desse doce chamado....

Caminho

No caminho encontrei embaraço, porém também a solução,
a existência recíproca, foi mera descontração
Começou de uma brincadeira, algo de televisão,
fui aviventando esse sentimento, gerou reação,
O caminho foi breve, mas a partida não chegou,tudo animação,
Continuo trilhando o mesmo caminho percorrido, nunca dele abrirei mão,
Esse caminhar, me fez sonhar, entregar, idealizar , não ir na contra mão
O caminho teve fases sucessivas, não percorridas,decepção,
Mas continuo nessa trajetória, fui vitoriosa, não desisti não,
Quero penetrar na próxima cena, fazer meu filme, coisa de dramalhão
Mas nesse caso vivido, um acaso revivido, nem atingi o ponto de emoção,
precisamos refazer o caminho interrompido......

Luz acesa

A luz de repente se acendeu,
você ressurgiu , me percebeu,
A percepção foi visual, me comoveu,
entrei na luminosidade, fugi do breu
A chama me chama para curtir seu eu,
queimar em brasa, perceber aquilo que foi meu,
Por alguns minutos, fiquei de luto, mas o amor renasceu,
Fui ao topo da escuridão, sua luz me comprometeu,
basta um toque, um despertar, para movimentar esse corpo meu,
desnudar minhas vestes e me impulsionar para seu,
abraço caloroso, amoroso, recheado de ternura,
a vida me deixou reluzente, mistura, simbiose, doçura,
Você me concebeu, seu olhar de Morfeu,fulminante, candura,
A luz acesa me fez germinar, sair de minha cápsula, nova criatura....

A Quebra do Rítimo Natural

Quebrar o sentido do curso, é desviar o percurso,
é fragmentar a vontade, de viver tudo, mesmo que absurdo
Nada disso tem valor, se resgatarmos nossa dor, violentarmos o desuso,
voltarmos a praticar o amor, isso é perene e inexorável,
a vontade de amar, é algo interminável,
não lamentemos o que não houve, busquemos o questionável,
só assim teremos sensação, que foi lindo e indubitável,
doces momentos vividos, poderiam ter sido fortalecidos,
mas o medo tornou o amor algo vencível e enfraquecido,
Ainda é hora de reaver, reviver o esquecido,
que está latente em nós, apenas ficou adormecido

Doce Brincar

É gostoso brincar, é meloso sonhar,
mas é imprescindível encontrar,
palavras suaves, carinho, e uma ternura no ar
Tudo isso tenho em você, nem preciso buscar,
é doce sua candura, tem mel até no olhar,
Jorra sabedoria, me incita a viver mais um dia, amar,
Não gosto apenas dessa docilidade, quero sentir de verdade
despertar, provar de seu mel, me lambuzar, sair dessa novela, vibrar com intensidade,
criar um palco para nós dois, na terra ou no luar, sentir a brisa mansa ,
despertar toda esperança, que insiste em acabar,
não deixe esse amor dilacerar, sinta o quanto é doce esse meu desejar,
perceba a profundidade, te chamo de amor, isso é verdade, és meu sem parar,
não deixo o tempo arrefecer o sentido do que foi vivido, quero de novo te amar,
saborear seu gosto de framboesa, cereja e de manjar,
você é puro prazer, vale a pena te degustar......

Cutucada

De repente ela surge, seja noite ou madrugada,
vem chegando de mansinho, aquela gostosa cutucada,
Me pega de surpresa, estou na tela, desajeitada,
inesperadamente vem chegando,aquela cutucada,
Ela é tênue, vem em embalada e ora sossegada,
me envolve em seu mundo, me atinge as profundezas, ela é intencionada,
Cutucada e mais cutucada, isso não tem parada, ora veloz ora fica abandonada
Pois nem sempre é possível, retornar a sua chamada,
A cutucada ás vezes é profusa, outras superficial, ela é uma cantada virtual,
Nem sempre assume essa roupagem, cutucada ora é importante, ora mera bobagem,
forma de chamar a atenção, alertar o coração, colocar o corpo em erupção, carinho e embalagem, nobreza e vassalagem, cutucada vem a todo momento, no meu rosto, no meu assento, cutucada é um embalo, que dá alento, me tira o tormento,
cutucada como gosto de seu jeitinho, isso é forma de carinho, fomento,
cutucada, fica aqui registrado o quanto gosto desse movimento....

Se me queres por mais um dia

Se me queres por mais um dia,
diga em poesia, deixe as letras falarem,
Se me queres por mais um dia, liberte, deixe os movimentos embalarem,
permita me sentir, ouvir minha voz, sair da história, ser mágico de oz
Se me queres , me sustente com suas palavras, não se esqueça de nós,
ouça o cantar dos pássaros, o vento passando, entrelaçando , ilhós
o barulho e a calmaria, o ruído, a zombaria, o temor e a alegria,
Se me queres por mais um dia, venha em busca de mim, me encontre,isso você queria,
Se me queres mais uma vez, seja audacioso, retire o medo, seja corajoso,
se lance em nosso passado, reviva o toque , destilado, seja amoroso,
Se me queres por mais uma única vez, venha, me retire do paraíso, me ponha em seu braço caloroso,abraço gostoso, me invada, retire minha veste, me cubra, me despe,nada de embaraço, quero que seja meu homem, meu anjo, meu escudo de aço,
Se me queres por mais um dia, já é hora, me queira, me chame , grite, suspire baixinho,
se me queres, realmente venha, estou esperando você, em seu ninho......

Eterno, Novo e Agora

Contra o tempo, que a todos devora,
Raios e trovões, a cada minuto, a cada segundo, de hora em hora
Fizeram minha alma jogar tudo de ruim para fora,
E assim, segue essa luta insana na eternidade afora,
Brigo contra o tempo, contra o novo e o agora,
tenho medo de sensações novas,mas eternizo aquilo que me revigora,
Portanto sou um ser que vive o hoje e sou hedonista, isso minha vida implora,
O novo recria o já inventado, o criado me impulsiona para viver o pecado,
assim vivo esse tornado, de sonhos e fantasias, me ponho nesse recado,
Aos mortais resta o fogo, por quem dia após dia, uma enorme águia espora..

Amor confuso

Alma madura, armadura, bem selado, seu rosto de homem,
tem sabor de pecado, sua mente vagueia, penetra as fases da lua, encontra a cheia,
Esvazia seus delírios, limita sua imaginação, esgota sua ternura, injeta amor na veia,
sente a brisa, ressoa com sua fala, emudece os sentidos, a vontade incendeia,
pega fogo esse delírio, quero apagar, molhar tanta emoção, criar cadeia,
de sonhos e sentidos, formar um grande rosário, com tons escurecidos, reluzentes,
jogar fora qualquer amargura, tornar a alma atraente, envolvente,
ficar bem próxima, aderir a sua pele, fazer a fusão, algo escandecente,
amor menino, amor maduro, amor sensato, amor seguro,amor remanescente,
amor carente, amor repleto de fases, amor loucura , amor coragem,
tanta emoção envaidece,me ponho a encontrar, qual a melhor fase,essa é a imagem,
de meu eu com seu ser, de minha vida em seu viver, etapas interrompidas, pura vadiagem,
me perco nessa estrada, parada, mas parece uma pedra,rosto sem maquiagem...
vontade de transverberar, sair dessa confusão, me por no chão, me perder nessa viagem..

Multiplicação

Vejo a distância cada vez maior,
não há números, dias, tudo está cada vez pior,
Foi no mês de dezembro, os sinos natalinos se aproximavam,
minha boca pedia, meus sentidos falavam,
Meu destino traçado, por um momento, minhas ilusões gritavam,
você se aproximou, me surpreendeu, revelou,nossos anjos se comunicavam,
na estrada um clarão, revelação e juras de amor eterno,
tudo passou,chegou a primavera, o outono e inverno,
As estações foram percorridas, nada de encontro, apenas uma alma perdida, sonho eterno
vezes estou na terra, no céu e no inferno,
sinto ainda os toques, salientes, envolventes, você é terno
Quero uma multiplicação, soma, nunca divisão, você foi fogo, paixão, ternura
sempre pensei em você, para te amar e bem querer, és meu anjo e minha candura,
verdadeira operação, não é chuva de verão, penetrou em mim, virou verdade e jura...

Céu Virtual

Vejo estrelas de verdade, elas brilham, intensidade,
Luzes clareiam a imensidão, isso é sério, nada de imaginação
O céu virtual que idealizo também é iluminado, lindo, estrelado,
encontro dentro dele um coração apaixonado, que grita para ser amado,
vejo ele na tela, na sala, na vastidão ,na varanda e na janela,
esse céu virtual me deixa perdida, mexe com minha essência , muda a vida, torna-a bela,
Tem som, cores, intensidade, reações animadas, fala doce, encantada, minha alma revela,
detalhes, sentidos, sonhos adormecidos, realidade descoberta, ele enfeixa ilusão,
encadeia uma série de ideais, ternos, animais, é azul, vermelho, cor de coração,
O céu virtual me abriga, nele refugio, me escondo, não há ar sombrio, mesmo noite,
ele não atropela minha magia, incita, encanta, vivo em açoite,
Que céu é esse, parece real, enfraquecido , nada de virtual,
gostaria de dormir em suas nuvens, adormecer, encontrar você, isso é sensacional,
Na terra não consigo, ouvir sua voz e seu gemido, por isso imagino esse céu , ideal
para ficarmos perdidos, em seu aconchego, ele ostenta muita coisa fenomenal...

Dia dos Namorados

Dia 12 de junho é dia dos amados, dia das almas felizes, dia dos namorados
Ando loucamente nessa noite, jogo o corpo , me deleito ao vento, sinto frio, busco acalento, é gostosa a sensação de estar, lado a lado, disposta para amar,
sentir as vibrações positivas, algemar nossas vidas, perceber, encantar
Nessa noite fria, tudo arrepia, sinto ausência, presença, vontade de buscar,
Pegar a estrada longa, curvas sinuosas, sentir o orvalho, ir resgatar,
nosso espaço vazio, tudo é calmo, carecendo de um movimento , sei que vai chegar
Um corpo em reação, amor e paixão, sua pele irá destilar,gotas, suor, cheiro de luar,
A noite é um cenário, algo imaginário, existe só no pensar, estou quase, vou despertar,
sua emoção embutida,envaidecida, querendo se aconchegar, em meu corpo sedento,alimentar,
Vamos ainda que mentalmente, nossa pele misturar, nosso cheiro atraente aos poucos exalar,
O aroma do vento, das folhas, da natureza, dessa doçura nos embebedar.....

Dança do ventre

Sua poesia está aderida na alma,
sua fala mansa, sustenta, acalma, embala,,
Não me lembro bem da intensidade da fala,
só sei que ela grita, ela cala, desperta desejos,tem gosto de bala,
doce como mel, soa bem aos ouvidos, não sei se estou na terra ou no céu,
Quando falo ao telefone, o som emudece, a vontade consome, coloco meu véu bonito
me transporto para um lugar bem lindo , recheado de magia, passaporte para o infinito
Gostaria de dançar a dança do ventre, deixar o corpo embalar, compassar, dar um grito
Essa dança é envolvente, atraente , instiga a loucura, deixa o corpo em agito,
me coloca nas águas, me leva e me traz, me seca com a melodia, me desperta com um apito,
Que dança gostosa, queria para você me entregar, nessa dança do ventre, entrelaçar,
Marcarmos o ponto da festa, dividirmos o mesmo sabor, entregar a você, nos enamorar, meu doce amor,
Quero dançar de frente de lado, o cenário será lindo, belo,apaixonado.
pisar levemente na grama, roubar seus paços, cair em seus braços, esse é o elo,
No final da dança, repousar em você, exaurir a vontade de ficar, em seu generoso
castelo...

Toques

Seus toques embalam meus movimentos,
sinto frio, calor, nesse toque de momentos
Eles são leves e pesados, quentes e gelados,
muito envolvente, atenuantes, agravantes e emocionados,
Meu corpo se eleva, revira e descobre doces pecados,
Os toques são reagentes, de uma química atraente, cria um corpo modificado,
recria sabor, mistura amor com dor, transforma o silêncio em cheiro almiscado
Tem odores, exalam essência de prazer, deixa meu íntimo revirado,
Seu toque é sutil, gentil, não ultrapassa a permissão,concebe um coração iluminado,
O germe da ciência, a poesia, seu toque é magia , contagia e libera meu pudor resguardado, temperado com suas mãos, me tira a razão, ´me faz refém do amor,
me joga no cativeiro, faz meu grito certeiro, põe algemas, desabrocha a flor,
escondida, inibida, querendo seu vibrar, precisando se entregar, aquecer em seu calor,
Seu toque é meu contento, alegria e lamento,
revelação de uma ternura, doçura de alimento,
Quero seu tatear, seu pulsar, sua alegria e sonhar, ele é meu sustento
Toque venha com a noite, vá com o vento, volte para mim,e permaneça no relento
Toque generoso, atraente, faça a alma se abrir, desabroche a fantasia, seja meu rebento...

Te Descrevendo

Quero descrever você, difícil , porém irei me atrever,
és magro , nariz exuberante, você é um homem elegante,isso pude ver,
A noite era escura, a lua cheia, nada de terno, uma veste bem casual,envolver
Eu, bem singela, sandália baixa, calça com fivela, puro prazer
Nada aconteceu, apenas a noite nos envolveu, tudo era belo, castelo ,
fiquei deslumbrada, apaixonada, me entreguei a noite, queria cair,quase me atropelo,
Suspirei aos seus ouvidos, calados, senti seu sabor de tenro pecado
O tempo se expirou, continuei percebendo, sua face sorria, realmente era encantado
aquele lugar , todo o toque nas mãos, seus traços pareciam definidos,
homem da noite e da poesia, seu embalo prometia, mas, sufoquei meus sentidos,
a razão falava, gritava, volte para seu mundo real, chega de prelúdios, tudo estremecido,parti em disparada, peguei a estrada , com o coração arrefecido,
voltei para meu paraíso, adormecido, mas que é meu tesouro perdido....

Querendo

Abri mão de minhas fantasias, delírios, desejos,
estou aqui acuada, sofrendo a falta de seus beijos,
Renunciei as aventuras, amarguras, agora estou permitindo animar meus desejos,
Vou instigar meu corpo, ele é controlado por meus doces manejos,
Quanto facilidade no amar, continuo te querendo , venha me buscar,
Se o paraíso estiver distante, seja lindo amante, do sol e luar,
vamos nos atirar naquela escuridão, ver as estrelas, clarão, nos enroscar,
em toques amarrados, corpos juntos suados de tanto querer e amar,
te percebo na noite, sozinha, sinto seu aconchego, quero te conquistar,
Ainda estou te querendo, venha, vamos sonhar,
dormir na cama ou no chão, iremos nos entregar,
encobrir a pele molhada, de tanto o corpo suplicar,
faça a doação completa, estou querendo muito , te tocar,
sereno seu semblante,, faz a alma meditar, estar sem você é angústia,
sem busca, nada para criar, apenas digo que quero saborear novamente sua
carícia, fazer o corpo vibrar, diga que sim outra vez, vamos nos encontrar...

Presença Espiritual Acadêmica

Muito interessante esse dilema, pensei que só existia no cinema,
Ao terminar o trabalho acadêmico, minha aluna exclamou, professora um problema,
a Cidinha embora ausente, está presente, parece que o mundo parou,
achei muito divertido, seu nome estava instado no trabalho, a vista embaralhou,
Percebi que a amizade é algo além da presença corporal, é um liame espiritual,
que une almas sentidas, queridas, até na hora de um exercício de direito processual,
quanto inspiração me veio naquela hora, nem queria ir embora, eis um tema legal,
ausência , presença, distância e aproximação, tudo muito excepcional, casual,
Que amiga ideal, sincera, compartilha o nome ,a amiga estava em vôo internacional,
Que bela sinceridade, eis uma amizade de verdade, que doce simpatia, a alma pedia,
a professora cedia e a explosão acontecia, tudo era magia, fiquei encabulada,
parada, mas aceitei a justificativa, foi prova de consideração, emoção que irradia,
naquele momento percebi que o vento leva e traz, te coloca , te embala, sintonia
a amizade não é ave de arribação, que se faz bom tempo vem e mal tempo vão,
está além desse ditado, é um legado sincero, parece que veio do clero,perseguição
Passei a encarar a aluna como extensão da outra, solidariedade , pura agitação
daquele momento não consigo imaginar a falta da Cidinha, ela realmente é inspiração,
ternura, bondade e mora indubitavelmente em meu coração......,

Por Ti

Olho e vejo, tudo é gala
tudo canta, tudo fala,
Só minha alma,
não se acalma,
Muda e triste ,não se ri,
minha mente delira,
meu peito suspira,
por ti, por ti e por ti
Ai quem me dera essa vida
tão bela e doce vivida,
nos meus lares, sem pesares,
Não tinha visto minhas tranças,
nem rasgado as esperanças,
por ti por ti e por ti
Em seu sorriso embebido,
deixei meu sonho perdido
por ti por ti e por ti
Aí se eu pudesse ser formosa,
roçar-te os lábios de rosa,
como as flores, sem amores,
minhas emoções seriam hinos,
erguera cantos divinos,
por ti por ti e por ti
Aí, assim viver não posso!
quero você meu moço,
como a aurora,
que decora,
desfolhado bogari,
mas lá da campa na beira
Será a voz derradeira,
por ti por ti e por ti

Doce Amante

Tem gosto açucarado, melado, assim é essa nossa lembrança,
guarda ternura, doçura, pura alquimia, perseverança,
tudo é doce, seu cheiro, seu toque, carisma de criança,
pureza de alma, sentidos adversos, versos e dança
Bailamos por todos os lados, saímos andando, caímos deitados,
enrolados, entrelaçados e acima de tudo enamorados, com notas de albergados,
protegidos em nossa loucura, lisura, de um corpo que quer dar o recado,
explorar o caminho estreito, deixar ele alargado, com bordas de emoção, inventado
Meu doce amante, sou sua sombra, seu semblante,
careço de suas delícias, carícias, respiração ofegante,
sinto sua falta, nossa vez foi unica, especial,coração gigante,
tantos toques sutis , gentis, roupa esvoaçante,
meu sonho é tê-lo em meu regalo, isso é um pensamento constante,
dessa forma, me tome em seus braços marcantes, que precisam ser domados, de um jeito elegante...