Eu e Você

Eu e você, surgimos do nada, no anoitecer de uma estrada,
na noite de lua cheia, te peguei na praça, saímos em disparada,
fomos andando pela noite enluarada, tocando nas mãos, sentindo cada vibrada,
Eu e você, formamos uma história , muito enrolada,
que não passou de um dia, um toque e mais nada,
mas que vive na mente, impregnada,
Quando penso em seu olhar, sinto seu carinho e seu tocar,
imagino como seria a nossa explosão de carícias, muito doar,
Doação plena, de coisas grandes e pequenas, quero explorar,
seu universo, arrancar seu verso e poder falar,
como quero você, como foi lindo te encontrar.....


Fui e Voltei

Fui a algum lugar,
voltei e passo a acreditar,
que a cada dia estou a te esperar,
anseio por esse encontro, quero te amar,
deixar o silêncio gritar,
a fala se calar,
diante de tantas carícias, que pretendo te dar,
Fui e voltei, isso é um privilégio, poder ir e retornar,
significa que saí de meu espaço, e nele estou a pensar,
como será o seu rosto, seu sorriso e seu meigo olhar,
sentirei seus toques,serão perfunctórios, vou aprofundar,
Submergir em carícias, me embriagar,
Fui e voltei e continuo a pensar, como será sua profusão no tatear,
Quero sentir esse talento, do ir e do chegar,
Pois a vida a cada dia me brinda com o desejo de te encontrar...

Processo Cautelar

Que processo cautelar é diferente, isso é inegável,
não visa sentença de mérito, nem o pedido é questionável,
Mas o que mais me deixa intrigada , é a possibilidade da concessão liminar ,
antes do princípio do contraditório se firmar,
Para tanto, o requerente deve expor o risco iminente, sob pena de frustar
a medida pretendida, a cautelar requerida,
No processo cautelar se busca preservar, os elementos do processo principal,
nesse aspecto ele é um processo intermediário, tutela o perigo de dano marginal,
No processo cautelar não se busca o exercício da jurisdição, muda-se o foco, outra situação,
É processo de cunho não cognitivo, não tem efeito satisfativo,
o poder geral de cautela autoriza o juiz, a buscar o aspecto protetivo,
ele veda a prática de atos, sem efeito suspensivo,
No processo cautelar, a sentença transita em julgado formalmente,
esse aspecto é até atraente, pois permite a renovação da medida, nada fica definitivamente,
O processo cautelar é de conhecimento sumário do juiz,
a parte se encanta com a sumariedade , fica feliz,
Sem esse processo, tudo se perderia, as provas enfraquecidas, nada condiz,
Mas a imposição de caução, é dever do magistrado , pois se a liminar for concedida,
é forma de assegurar, velar pela parte ex adversa, a causa fica protegida,
Assim caminha o processo cautelar, será alvo de mudanças , o legislador irá apenas recolocar, reordenar , enxertá-lo no processo de conhecimento, um livro eliminar,
Será o processo cautelar , reconduzido, para seu devido lugar....
Vamos aguardar, esperar, pois nova roupagem, o processo cautelar irá usar...

Alguém Especial

Alguém especial entrou, chegou e ficou,
veio do nada, de forma bela, coisa de novela,
Alguém especial fixou, grudou e não quer sair da tela,
Coisa de cinema, tem rimas e tremas,sintonia, a tampa e a panela,
Como é bom esse estertor do amor, te embriaga, tira a dor, faz sentir donzela,
Também coloca a dor, pois amo alguém, que não pode ser meu amor, mazela
Resíduos de uma vida traçada, mas não impede que seja sua namorada,
Se pudesse escolher, faria uma opção, te colocaria no apogeu do meu coração,
Iria retroceder, voltar , fazer esse amor crescer, brotar, como doce canção,
Porém , nossos destinos rumaram, para sentidos diferentes,
mas essa diversidade , nunca será óbice para a gente,
muito pelo contrário, aproxima, ima, parece química atraente,
Funciona como uma vis atractiva, ação e reagente,
Amor, você é especial, leal, é meu vestido, minha corrente,
Você é especial, entrou de forma tênue, sútil, e ficará em mim Eternamente.........

Amando com rimas( a pedido de uma amiga)

Estou amando, estou feliz,
meu coração está cantando e pedindo bis,
Tudo parece leveza, estou no ar, passei de plebeia a princesa,
antes vivia em um espaço sombrio, hoje me encanto com a noite, nem sinto frio...
És a razão do meu movimento, você me deu suporte, sustento, sinto arrepio,
Nada é como antes, vivia em pura falta de percepção, hoje , sinto calafrio,
Seu nome rima com amando, estou agora te chamando,
venha me visitar, meus lábios sentir, meus cabelos entrelaçar, meu corpo está delirando,
Não consigo soletrar o nome, mas preconizo as rimas,
seu nome rima com entrando, chegando, até parece que estou soletrando,
Não irei nominar, nem preciso declinar, o grande amor da minha vida, está se revelando,
Pura sintonia de rimas, minha alma está gritando, venha, doce amor, meu ser está te avisando,
Se aproxime, não espere mais, o hoje é o limite, enquanto isso vamos nos enamorando,
Nessa prosa serena, falo ainda rimando, seu nome tem um F, e estou finalizando,
Registre em seu peito está menção, és o homem da minha vida, acredite, estou adorando,
Vivo intensamente cada minuto, aguardando sua chegada, parece que foi ontem, já era madrugada,
A noite calava seus mistérios, você veio de algum hemisfério, sul, norte, qualquer sorte,
Te quero para sempre, continuo as rimas,
você está na capital, e eu em Minas,.....
Seu prenome harmoniza-se com delirando,
seu sobrenome, rima com selado, colado,
desse jeito, meu amor, nunca será trincado
Pois o homem que amo, rima com ser amado....
idolatrado, adorado, és meu doce pecado