Nectar

Deixa acariciar o teu corpo com o meu corpo,
Tal, qual como as ondas do mar acariciam mansa e suavemente, a areia branca da praia.

Deixa pousar na tua pele a minha pele,
Num pouso leve e silencioso, como fazem as borboletas, ao tocarem as pétalas das flores, nas lindas manhãs de sol.

Deixa tocar meus lábios nos teus lábios num brinde ao amor e disto resulte néctar para a alma.

Deixa dormir no teu abraço aquecido 
Durante as noites frias que atravessam as madrugadas.

Deixa repousar o meu corpo sobre a maciez do teu corpo com a leveza do vento em brisa suave,
Ao soprar as folhas caídas nos verdes campos,
Numa linda noite de verão.

Deixa te amar com amor profundo tendo, apenas, a lua e as estrelas como testemunhas da cumplicidade deste momento.

Deixa navegar na magia deste momento, não permitindo que se desfaça com o tempo, mas, se eternize na memória.

Deixa que dessa harmonia se faça ouvir uma canção... Uma canção que fale de amor, de eterno e infinito amor.
Chocólatra " Dependente total,
desse precioso cacau,
Chocolate ao extremo,
de variadas formas ,,é supremo!
Paladar viciado,
já prejudicado,
Aos lampejos de ansiedade,
chocolate para matar a vontade,
Chocólatra em desespero,
deliciando as travessuras do mundo inteiro,
Crocante, ao leite e puro,
Chocolate até no escuro!
Com nozes ou lâminas de amendoim,
chocolate até no talharim, 
Caldas de chocolate branco,
para expulsar o espanto,
Chocolate jateado ao bolo,
simplesmente deixa o homem tolo!!
Apoplética sensação,
de saciar com essa tentação!
Chocolate com café,
delícia que é,,,
Chocolate na cobertura,
simplesmente uma doçura,
Chocolate , de dia e noite,
até nas horas de açoite,
Situação perigosa , também combina,
chocolate para aumentar a seretonina,
Chocolate , também reanima,
Até a idade avançada,
chocolate para revigorar a roçada,
Chocolate de todas as maneiras,
agradando a turminha faceira,
Chocolate, magia dos cacaus suíços,
Chocolate, parece simplesmente Feitiço...

Aninhando

Se aninhando" De mansinho, aninhando em um cantinho,
Acomodando-se em um espaço de amor,
Assim é o homem em busca do beija flor,
Néctar que extrai o sentido da vida,
bebe o homem sua própria bebida,
Some as bagagens doloridas,
em busca de um abrigo que aconchega,
O homem sai do perigo atual,
rechaça o mal que sofre e chega,
Nas plagas da ilusão e felicidade
,
escondida na caverna da mocidade,
Tantas lembranças envelhecidas,
adormecidas no leito de coisas vividas,
No aconchego da hora que voa, 
o homem alimenta a vontade que apregoa,
Faz de seu casulo um ninho de amor e felicidade,
não satisfaz só e parte em busca da cara metade,
O homem nasceu para ser amado e socializado,
Não há solidão que aguente o abandono isolado..

Aninhando

Se aninhando" De mansinho, aninhando em um cantinho,
Acomodando-se em um espaço de amor,
Assim é o homem em busca do beija flor,
Néctar que extrai o sentido da vida,
bebe o homem sua própria bebida,
Some as bagagens doloridas,
em busca de um abrigo que aconchega,
O homem sai do perigo atual,
rechaça o mal que sofre e chega,
Nas plagas da ilusão e felicidade
,
escondida na caverna da mocidade,
Tantas lembranças envelhecidas,
adormecidas no leito de coisas vividas,
No aconchego da hora que voa, 
o homem alimenta a vontade que apregoa,
Faz de seu casulo um ninho de amor e felicidade,
não satisfaz só e parte em busca da cara metade,
O homem nasceu para ser amado e socializado,
Não há solidão que aguente o abandono isolado..

Toc

Toc " Transtorno transtornado com exageros,
toques e retoques de desesperos,
Toc , fuga voraz da realidade,
gastos excessivos e outras futilidades,
Toc , compulsão de um sistema bruto,
exacerbação dos ânimos em tributo,
Toc , forma de hipérbole em franquia, 
desgastes de valores que financiam,
Transtornos de mentes que aliciam,
objetos desnecessários que não se avaliam,
mentes confusas por querer demais,
corações extasiados por amar demais,
Traços de vaidades extenuando a imagem,
desajustes de ações que incitam coragem,
Toc de fêmeas em suas hospedagem,
que na cama se deitam em lençóis de cetim com bandagem,
Toc na condução do dia a dia,
Toc que não principia a harmonia,
muito pelo contrário, nada de simpatia,
Toc, abaixo essa mania,,,,,,,

Toc

Toc" Transtorno transtornado com exageros,
toques e retoques de desesperos,
Toc , fuga voraz da realidade,
gastos excessivos e outras futilidades,
Toc , compulsão de um sistema bruto,
exacerbação dos ânimos em tributo,
Toc , forma de hipérbole em franquia, 
desgastes de valores que financiam,
Transtornos de mentes que aliciam,
objetos desnecessários que não se avaliam,
mentes confusas por querer demais,
corações extasiados por amar demais,
Traços de vaidades extenuando a imagem,
desajustes de ações que incitam coragem,
Toc de fêmeas em suas hospedagem,
que na cama se deitam em lençóis de cetim com bandagem,
Toc na condução do dia a dia,
Toc que não principia a harmonia,
muito pelo contrário, nada de simpatia,
Toc, abaixo essa mania,,,,,,,

Toc

Toc " Transtorno transtornado com exageros,
toques e retoques de desesperos,
Toc , fuga voraz da realidade,
gastos excessivos e outras futilidades,
Toc , compulsão de um sistema bruto,
exacerbação dos ânimos em tributo
Toc , forma de hipérbole em franquia, 
desgastes de valores que financiam,
Transtornos de mentes que aliciam,
objetos desnecessários que não se avaliam,
mentes confusas por querer demais
corações extasiados por amar demais,
Traços de vaidades extenuando a imagem,
desajustes de ações que incitam coragem,
Toc de fêmeas em suas hospedagem,
que na cama se deitam em lençóis de cetim com bandagem,
Toc na condução do dia a dia,
Toc que não principia a harmonia,
muito pelo contrário, nada de simpatia,
Toc, abaixo essa mania,,,,,,,

Livros

" Livros são documentos consagrados em cártulas impressas,,Dignificam o homem,,Pois ,,sem dialético,, traduz a somatória de pesquisas organizadas em folhas, Antes de instados os mandamentos das obras científicas,,l
evou-se em consideração, uma gama infinita de experiências, costumes, valores arraigados de uma tradição ..livros, são traduções frias de cultura,,mas valiosas as menções ali contidas..Livros, são amigos inseparáveis do sucesso..Por meio dos livros, exploro um horizonte infinito, a fim de interpretar as letras gramaticais que ocupam a página.. Livros, a grande salvação da humanidade!!!
escrito