escrito

Definição de Ciúmes,

Definição de Ciúmes,,Como gostaria de encontrar a etimologia correta,,nem busco as origens , pois perderia na imensidão. Ter ciúmes, é deixar o coração transpor os limtes de suas condições,,é delimitar o que não se limita,,é deixar a alma com apelos de quem grita..Ter ciúmes e ter a sensação que a ameaça está beirando os contornos do existir,,Ter ciúmes éuma reação à ação de alguém,,é querer muito e além,,,È perquirir uma busca incansável do exclusivo,,,é entrar sem o permissivo, é ter a fúria louca dos submetidos,,,Ter ciúmes é submeter-se às circunstâncias ameaçadoras,,se enrolar nos fios de uma fragilidade avassaladora,,,Ter ciúmes é o apelo aos zelos exacerbados,,,ter ciúmes é sentir mais amante que amado,,é jogar-se nas valas dos que vivem em recuo , desesperados,,Ciúmes, definição que se esvazia,,,não consigo nem sequer fazer melodia,,,A vida nos conduz a momentos de pura insegurança.Ter ciúmes é achar que algúem tem a aliança e nos perdemos no emaranhado da desconfiança..Ter ciúmes é perceber que o mundo gira e as pessoas são partes desse espaço, que somos a todo momento nosso próprio embaraço..Ter ciúmes é ter o medo da perda ,,,é sentir a influência externa em seu viver,,,é simplesmente; PADECER,,Portanto: para que sentir ciúmes? Somos o reflexo de nossas seguranças ou inseguranças,,Para que transpor os limites do coração? Isso é coisa de criança,,Quero seguir confiante no amor,,quero perceber que , minha existência vale a pena,,,e que ,quem me ama , me ache serena,,,desprovida de ações obssessivas , simplesmente Helena,,,,,,

Contos

Contos " Parece contos e magia,
nossa história de amor contagia,
Intrigante como João e Maria,
Todos sabem que a bruxa existia,
Mas, onde esteve a bruxaria?
Assim segue os contos da Vida,
enredos e coisas que principiam,
Reinos de sonhos azulados,
reações de um corpo enebriado,
Perfumes em ambiente aromatizado,
Sensações andantes de um passado,
Que se faz presente e dá o recado,
Nossos contos são verdades e postulados,
Existem além de um simples emaranhado,
São sonhos de rosas com espinhos dourados,
Sonhos de amor, com príncipe encantado,
Pois a solidão assola a vida, tudo emaranhado,
Vivo sonhando, mais estou acordada,,
sigo o trajeto buscando a estrada,,
Preciso do sonho para continuar vivendo,
sem ele , estou padecendo.
Quero meu conto contar a toda humanidade,
deflagrando a vaidade de uma saudade,,,
Não suporto seguir pelas trilhas da solidão,
Eis-me aqui em seus braços , meu nome é Paixão,
Despeço do mundo e tudo em vão,
Prefiro as batidas de um só coração,,
Ele sustenta e alimenta a visão,
Você é o conto de um mundo estrelado,
Céu radiante com luzes mesclando o acinzentado,
Meu amor , és a razão do meu doce viver,,
Mesmo sendo um conto ,,adoro te descrever..
Mora aonde nem eu sei chegar,,
mas é certa a beleza que emana do olhar,
Meu amor, de contos reais,
prefiro desaguar nas beiras de seus sinais,
Franqueando a emoção sigo o caminho,
busco te encontrar , de preferência sozinho,,
Você é o mais lindo enredo,,
sem você, o som fica mudo ,
as notas não são musicais,
Não suportarei sua ausência,,
em outros Carnavais,,,,,,,,