Recado

Peguei o telefone e perguntei simplesmente,
diga se realmente me quer, isso decide o mundo da gente,
Amor complicado, delicado, mas amor envolvente,
Você disse que sim, isso para mim foi sinal de alerta,
agora você entra, ou a porta ainda continuará aberta,
Acredito em seu querer, ele é puro envolver, fiquei certa,
que precisamos nos amar, despir de medos, permanecermos com o corpo na coberta,
Ela nos ampara do frio, causa prazer e arrepio,
Vamos preencher esse vazio, ele precisa ser inundado, de muito calor e calafrio...
Sensações conflitantes, porém importantes, você é meu desafio...

Compartilhando

Mesmo sem te conhecer, quero que venha saber,
de minhas alegrias e tristezas, momentos de nobreza,
sensações de encantos, ternura e sutileza,
Eis que você já existia, isso eu já sabia,
que em um centro muito grande, na capital,ou qualquer lugar, você surgiria,
De forma visual, textual , fotográfica, mas, já foi meu um dia,
Várias semanas e meses, talvez toda uma eternidade, na mocidade e em fantasia,
És minha alma gêmea, com você compartilho, minhas glórias pessoais e profissionais,
és de minha confiança, jorra fidelidade , sinceridade, pois é minha identidade,
Quiça te ter fisicamente, por perto e de repente, seria uma enorme felicidade,
pois já constitui o núcleo do meu ser, meu centro , meu rebento ,minha cumplicidade...

A Voz

Sua voz me revelou, desejos, delírios, ressoou,
Do alto de um monte azul, um anjo avisou,
Essa voz é a razão, sua essência ,você encontrou,
Que voz linda, atraente, desejos, despertou,
carícias, não atrevidas, pois minha fala embargou,
Perdi os meus sentidos, deitei-me em meus gemidos, sufocados, levitou,
Atingi a leveza dos ventos, vivi lindos momentos, que o telefone abafou,
Gostaria de estar presente, sentir a voz eminente, que um lindo rosto soletrou,
palavras elegantes, alimentando os meus ímpetos de amor, meu limite libertou,
Viajei até você, cheguei em seu lazer, atropelei seu afazer,mas minha voz chegou,
A distância não era o entrave, nada é óbice, pois o amor despertou,
Ele estava escondido, em algum lugar antes não ido, e agora aflorou,
Quero você só para mim, esperarei o tempo necessário, pois minha flor desabrochou,
Lindas reações, tênues emoções, sua voz me embalou, retirou o meu remanso, foi o meu descanso e hoje, sei bem quem sou.....

Festa Cigana

Festa cigana, esperada e desejada,
tantas almas abandonadas, queriam ser entrelaçadas,
Nessa festa cigana, existe um espetáculo, uma imensa vontade de ser tomada,
pelos encantos do mistério, soberba a soberania, que vem do mar, maresia,
Gostaria que um ar praiano, chegando do oceano, encontrasse minha poesia,
Ela é gostosa de sentir, doce , envolvente, queria possuir, pura fantasia,
Mas o óbice da vida, não propicia, machuca essa vontade, vadia,
Vagando pelo espaço, imagino o cigano em meu compasso, pura sintonia,
Festa cigana, seria tão bacana essa doce companhia,
Mel jorrando pelo ambiente, melado, gostoso e atraente,nada de nostalgia,
Cigano do mar aberto, és meu céu e está bem perto, venha de noite ou de dia,
chegue realmente, ou simplesmente em forma de magia......

Olhar nas nuvens

Olhai nos ares,
esferas áureas de nuvens,listras
Formosas, porém, sinistras,
Na terra existe um espetáculo,
te encontrei,você existe,
isso é alegre e triste,
Tem aspecto de nuvem de ouro e safira,
não sei o que inspira,
Olhai os ares, lá os anjos dizem sim,
aqui na terra , isso não é tão fácil assim,
Queria dizer sim agora, te encontrar na aurora, nunca ter fim,
Olhai nos ares, estou perto de você,
imagino seus dedos delicados, dedicados , que se apossaram de mim,
Tudo fica na imaginação, será sempre inspiração, no céu e na terra ,
cambraia de azul celeste,
seu corpo me veste,
Quero que seja sempre assim,
Nunca me abandone, seja meu meio e nunca fim.....

Querida

Querida , essa palavra carinhosa, vem em verso e prosa,
de forma virtual, real, parece que nossa alma se entrosa,
Querida, florida , qualquer palavra que rima, vira rosa,
jardim colorido, continue fazendo isso comigo,
me chame de querida, é vibrante, tudo faz sentido,
A vida fica mais doce, meus movimentos enfraquecidos,
pareço que vou desmaiar, perder meus tenros gemidos,
Seu querida, sufoca meus gritos, ficam retidos e oprimidos,
Estou maravilhada, és bela sua embalada, me chame de querida, isso é admirável,
Passe a noite chamando, me buscando, encontre em mim asilo, sua casa inviolável,
persista no seu chamado, nunca ofusque seu recado, fale sempre comigo,
me chame de querida, me coloque dentro, no centro, quero ser seu amor contido...

Querer

Sou agora sua leitora, sua sombra feminina, com cheiro e gosto de dona/Com sabor de fantasia e sensualidade de Madona,
Vem logo ser meu, assim viajarei em suas medidas, em seus sabores, suores e tremores,
Quero você com força, gentilezas e viagens com louvores,
Quero você, quero meu sinal , jorrado, derramado, escorrido em você... Fruto de nosso encontro e bem querer,
Que sua gula, não desapareça, não pare, não me deixe ..Pois corro agora pra ti.
serei sua fêmea,sua dona, sua mulher, seu sonhar
Basta querer agora...e voltar a me chamar....

Vem Amor

Vem amor cigano, amor insensato , amor relâmpago,
atingiu meu limite, passou a ser profano,jogou-me ao canto
Vem amor, de mansinho, destilar seu carinho e me cobrir com seu encanto,
Vem amor, ainda que por alguns minutos, me desnuda a alma, me joga em seu recanto,
Nele existe a plenitude, a virtude de músicas e cantos,
Você surgiu do nada, agora embala minha noite , madrugada em prantos,
Outro corpo me encobri, mas seu rosto surge como uma sombra em espanto,
Não consigo me entregar a meu momento, penso em ser levada pelo vento, acalanto,
Vem amor cigano, me ponha seu pano , de tons coloridos, inibe minha malícia,
revire meus sentidos, me cubra de delícias, leve-me para suas conquistas,
que ela seja a última, vire capa de revista,
Vem amor cigano, sua mágica me enlouquece, me aquece,
faz-me subir, minha razão desaparece,
Vem amor, cigano é seu modo de viver, sem moradia fixa, me arrefece,
Cigano onde estás agora? Onde moras? Quem é você? Tudo isso me envaidece,
alimenta minhas vibrações, mesmo sendo um desconhecido, você me enlouquece..

Castelo

Castelo de sonhos e fantasias, de mágicas e magias,
castelo colocado na mata, construído,sustentado em pilares de energia,
Esse castelo é diferente, foi feito pelo homem, e erguido por sua alegria,
A mente que o edificou, estava repleta de ideais, lindos versos musicais
contos de fada, príncipe e princesa, envoltos em roupas marginais,
Pessoas apaixonadas, sem ar de nobreza, apenas o amor dava grandes sinais,
Castelo confuso, porém encantado, os corpos em ardência, pediam mais e mais,
Tudo era diferente,as doçuras de dois seres,perambulando para frente e para trás,
Castelo de devaneios, não conheço seu meio, apenas seu espaço externo,
acredito que nesse quadrado ele é céu, nunca inferno,
Quero explorar toda sua decência, indigente está o meu inverno
Abandonado, desolado e simplesmente, sentindo vontade de carinho eterno....

As Mil Maravilhas

Dentre tantas belezas desse universo,
crio agora um verso, para decantar as mil maravilhas de seu olhar,
Ele reflete a natureza, a beleza de seu pensar, sem extinção de qualquer pulsar,
Nesse interior lindo, há um jardim florido,mil cores, mil amores, somente um a imaginar,
São tantas as maravilhas, cosmopolita a forma de delirar,
Em seu ser, há mil maravilhas vibrantes, todas altaneiras e elegantes, puro deliciar,
Há tons bonitos,sentidos definidos, doçura no tocar e amar,
Pluralidade de valores, várias cores, seu interior é suporte do meu sonhar,
Imagino que seu ser está submerso em meu mar marinho, meu corpo maravilhado,
em seus costumes encostados , em minhas entranhas , sentimento arraigado,
Mil e uma maravilhas em seu ser, ele é iluminado, ensolarado, clareia minha visão,
é a razão, a sustentação de meu querer, minha imaginação, maravilhas do seu coração,
ele é sagrado, recheado de recados, puro amor e prazer, seu corpo é vibração,
percepção de tantas qualidades, vaidade, significa química em reação,