Ouro Preto

Minha cidade dos sonhos,,Ouro Preto me encanta,
Seus becos e ruas em trépidos movimentos,
Qualquer dos males espanta!
Minha adorável cidade, das memoráveis lembranças,
pelas ruas das pedras, recordo quando criança,
Meus laços nesse lugar são fortes demais,
querida cidade histórica, te esquecer, jamais!!!
Ouro Preto, as igrejas , ouros e vitrais,
Ruas de largas abas, orgulho das Gerais,
Ouro Preto das matas e riquezas naturais,
sabedoria de homens ilustres e imortais,
Nada cai no meu esquecimento,
Ouro Preto, ricos monumentos,
Ouro Preto, cidade das ilustres personalidades,
Ouro Preto, motivo de minhas vaidades!!!!

Dani-se



Dani-se



lludi-me

com teu (falso) Valor

Desiludi-me

Com o teu (real) Preço.


O valor por ti propagado

Não valia um ní­quel furado

Dani-se com o teu não-sentimento.


O Preçoo enfim revelado

Bem mais que o produto ofertado

Dani-se com o meu pagamento.

Mal que me fizestes



Mal-feito



Ao acreditar nas tuas verdades

prazerosamente te amei;

ao descobrir tuas mentiras

dolorosamente te odiei.


Antes, era apenas um cético

quanto ao amor verdadeiro;

Hoje, sou totalmente desacreditado

quanto ao amor desinteresseiro.


Quanto mal me fizeste...

Louco demais

Louco " Louco era aquele que acordava na madrugada,,,impingia tarefas pesadas,,,sucumbia sua amada em labores imorais,,,submetendo-a a tratos marginais,,,Louco era aquele que despia a inocência cega do amor,,disfigurando-o, desfacelando a face linda da flor..Louco, era o flagelado da própria história,pois ignóbil as reações dele com o mundo,Louco era o imundo da mente insana,,,Louco era a improbidade deitada na cama,,as facetas esmagadas da sorte,,buscando a própria morte,,Louco era o debil infeliz, pois feliz aquele que deita com a própria sombra..louco era aquele que jogava nas beiras da cama fria,,,o amor que existia,,,Louco era o um homem que lançava-se ao universo precário de seus sonhos,,Louco era o amor enfraquecido de um dia perdido em poucos rebanhos,,Louco era o amigo da solidão inválida da alma,,pois o pior louco é aquele que vive se escondendo dos ataques de enfermidade e jamais aceita sua condição de Insanidade,,
escrito

Talvez

Curtir ·

Abraços, definições poéticas

Definição poética de abraços" Abraços são aproximações de dois corações,,Abraços são movimentações do corpo enlaçado pelas maõs,,Abraço é emoção da alma que repousa nos apertos dos dedos acostados,, Abraços são toques
espremidos de um sentimento bom,,Abraço tem conotação positiva,,Todo abraço emana da reação de um amor com rubor da face,,Abraços são passes para a felicidade plena,,,Abraços são toques desinibidos, pois desprovidos de encantos sedutores óbvios,,O abraço pode resultar na junção inocente dos corpos,,Abraços são alongamento dos braços em busca dos embaraços da vida,,Abraços são certezas tatuais de um afago,,Abraços são reações gostosas demais,,Abraços de mães, abraços de pais,,,Quem seja o abraçado, será sempre lembrado....

Abraços loucos

Definição poética de abraços" Abraços são aproximações de dois corações,,Abraços são movimentações do corpo enlaçado pelas maõs,,Abraço é emoção da alma que repousa nos apertos dos dedos acostados,, Abraços são toques
espremidos de um sentimento bom,,Abraço tem conotação positiva,,Todo abraço emana da reação de um amor com rubor da face,,Abraços são passes para a felicidade plena,,,Abraços são toques desinibidos, pois desprovidos de encantos sedutores óbvios,,O abraço pode resultar na junção inocente dos corpos,,Abraços são alongamento dos braços em busca dos embaraços da vida,,Abraços são certezas tatuais de um afago,,Abraços são reações gostosas demais,,Abraços de mães, abraços de pais,,,Quem seja o abraçado, será sempre lembrado....

Bel

Bel
Bel,  seu semblante   com  toques  de  pedras  cristalinas,
seu jeito  faceira  , mulher e  menina,
Bel, salão  dos  sonhos dourados,!
Meu  cabelo fica   animado
Suas  mãos  de  fada  com sonhos encantados,
Bel,  cabelereira  das  eiras  de  Paraíso,
falo  com  toda  certeza  e  preciso,
Aqui  irei  decantar  sua  beleza,
Bel,  modifica  o visual , serve  bem  a mesa,
Bel,  o profissionalismo  que  a sustenta,
tem gosto  de menta!
Prazerosa  companhia,  estar  em seu Salão  me alimenta,,
Nos cabelos   faz  a  modificaçã, basta  colocar  suas  mãos,
Ajeita,  enfeita  e  embala faz  a trasnformação,
Bel,  seu nome  vem das plagas  da imaginação,
Quero aqui  dzer-te  em forma  de canção,
escrever  sobre  você  é motivo de  contemplação,
A melhor  cabelereria  de  São Sebastião,
Salão  com toques  de  magia,
o encanto  de Bel tem o brilho das pedrarias,
Bel, semente  lançada  para  enfeitar  seus  cabelos,
Bel, mulher  vaidosa  com todos  os  esmeros,
Bel, confio  em sua capacidade  de  modificar,
Adoro  a  arte  de  reformar,,
Bel, que  bom  te  encontrar....
 
escrito
escrito

Argila

Argila" Argila das entranhas embebidas da terra,
Arigila dos efeitos medicinais ,
Das tensões da face e seus sinais,
Argila para o abrandar as rugas das labutas,
Argila das sensações brutas de um corpo cansado,
Argila de efeitos moderados ,
Argila de tensores termoativos,
Argila dos efeitos atrativos da beleza,
Argila nas reações plenas que acalmam a pe

le,
Argila das modificações que a terra rejeita,
Argila dos milagres que se enfeixa ,
Argila, tradução natural do efeito,
argila dos magnestismos satisfeitos,
pois abrasivos os anseios ,
Arcgila, das devassadas camadas da pele exposta,
Argila para encobrir os tensores que embota,
Argila, muito são os benefícios,
Argila dos sonhos em perfeição,
Argila, nada mais que uma simples Tradição,,,,
escrito

Longe, Perto

Longe e Perto " Longe que se aproxima ,
Quantos ais sem sua presença,
A alma padece e o coração pensa,
Permissões negadas nessa estrada,
Ausência chorada em altas doses,
meu longe em forma de verso,
és o centro do universo,
Perto de um sonho iluminado,
clarão de carinhos bem trocados,
Meu tudo, minha prenda

Você é oferenda,,,,,,,,
Longe do meu corpo em desabrigo,
toques estremecidos ,
amores envaidecidos,
Meu longe tão perto dos sentidos,
Quantas agruras essa vida faz,
Meu longe está perto demais!!
Porque os limites territoriais?
Nada menos nada mais,,
Não posso sonhar aqui,
sozinha já sofri,,,
Tenho medo da noite que encobre os sonhos,
Lamúrias da vida em um rosto risonho,
Meu longe, bem perto de mim,
Nessa estrada sem saídas, bicas sem fim,
Longos trechos em declínio, me rimo em sua direção,
ès meu longe tão próximo,,,gotas orvalhadas de paixão,
Meu perto , deserto de amor sentido,
porque padeces em toques reprimidos?
nada mais tem valor,
O que espero desse amor?
Apenas a junção de nós,
a fusão da voz,
uníssona em um só grito,
Amor sem conflitos,
Meu risonho e colorido presente,
O que escrevo o corpo sente,
Minhas mãos dedilhando o alfabeto,
percorrendo todos os letrais,
Meu presente é bom demais!!!!!!

Ônibus destino a Bauru

Ônibus de grandes e reiteradas corridas, saudades do amor de minha vida, Sonhos emaranhados por nós dois, ausências inevitáveis, agora e depois, Ficamos repletos de ois, Cumprimentos esgotados da multidão, povoamos diferentes territórios, multiplicamos a vastidão , portanto, sozinhos na imensidão, Ônibus de disparadas corridas, percorrendo um estado altaneiro, ônibus de transeuntes aventureiros,
ressabiados pelas investidas da sorte, ônibus que percorre o sul e o norte, Espaço fechado de um povoado, todos aglomerados, em poltronas confortáveis, que sustentam corpos cansados, esgotados em busca das conquistas diárias, Ônibus de rodas perigosas, Onibus , saindo da capital, Encosta as rodas nas estradas , ônibus de curtas paradas, Dentro , um ser especial, com trajes de requinte social, Homem engenhoso, manhoso em busca do sucesso, Homem de ordem e progresso, Ônibus que circula em tons , nude e cru,ônibus com destino a Baurú..........

Ilha da Fantasia,,

Ei você que está em um ônibus,,,sinta-se abraçado, beijado nessa hora,,Ei você, que está indo embora, qualquer condução te leva, mas meu amor te carrega,,Ei você, que está difícil para acessar, basta acionar o botão, eis a opção,,,Ei você, que está longe mais perto,,a vida seria deserto , sem nossas doces ilusões,,,Ei você, melhor que automóveis nas vias
terrenas são aviões sem asas e penas,,Melho

r que sofrer nessa longa viagem é mudar seu trajeto,,Que tal retornar a seu afeto? Ei você, volte em minha direção,,venha a pé ou de avião,,Abandone seu destino agora,,Volte e vamos embora,,Sigamos juntos nessa estrada,,,qual a próxima parada? Acredito que vamos nos aportar,,em um pedaço de alegria,,Assim encontraremos a Ilha da Fantasia,,,,
escrito

Ilha da fantasia

Ei você que está em um ônibus,,,sinta-se abraçado, beijado nessa hora,,Ei você, que está indo embora, qualquer condução te leva, mas meu amor te carrega,,Ei você, que está difícil para acessar, basta acionar o botão, eis a opção,,,Ei você, que está longe mais perto,,a vida seria deserto , sem nossas doces ilusões,,,Ei você, melhor que automóveis nas vias
terrenas são aviões sem asas e penas,,Melho

r que sofrer nessa longa viagem é mudar seu trajeto,,Que tal retornar a seu afeto? Ei você, volte em minha direção,,venha a pé ou de avião,,Abandone seu destino agora,,Volte e vamos embora,,Sigamos juntos nessa estrada,,,qual a próxima parada? Acredito que vamos nos aportar,,em um pedaço de alegria,,Assim encontraremos a Ilha da Fantasia,,,,

Rotina

Rotina " Preciso de sua rotina, preciso saber onde está,
Preciso desfrutar de seu mundo, preciso ir além do olhar,
Quero enxergar sua vida, em doses atrevidas,
Quero participar de sua rotina,
isso aumenta a seretonina,,
Preciso conhecer seu espaço,
ainda que seja embaraço,
Preciso participar de sua rotina,
saber qual o sol que ilumina,
Qual pecado te fulmin

a,,
Preciso notar seus amigos,
participar dos perigos,
Careço de mais atenção,
assim, não dá não !!!!!!!!

Misterioso

Mistério"És o mistério da vida,
Amado em batidas de amor,
Face com rubor,
Os desejos mais loucos incita,
As mãos anseiam e o olhar fita,
Misterioso da noite paulista,
Encantos de versos sempre faço,
Embaraço de mil laços,
Misterioso em busca de abraço,
A reação de seu corpo, eu faço,

Sou fragmento de saudade em seu espaço,
És misteriosamente o homem que traço,
Seu jeito de andar é encanto no meu compasso,
Perdida saio em busca de seus mistérios ,
Seu semblante tem cor de anizes,,
Sua sombra está andando em Perdizes,,,
Mistério que assola a hora e o ponteiro,
Procuro-te na cidade em qualquer perdigueiro,
Misterioso, te busquei no mundo inteiro,
Encontro-te nas beiras dos varais mineiros,
Captando as reservas de uma mulher dengosa,
Alegrias em desbravar as luxúrias estilosas,
Misterioso, onde estás agora?
Porque somes e me deixa inglória,
Nada sei da vida sem você,
pouco importa o que vai fazer,,
Seu mistério percorre o meu mundo vazio,
sem te olhar meu corpo sente frio,
A solidão estabelece morada,
Misterioso, onde está sua parada?
escrito

Quantas Roupas,,

Quantas Roupas!! Quantas roupas que enfeitam,,quantos sonhos inventados,,seus vestidos de cetim,,suas blusas e bordados,,Quantos encantos contidos nas malhas que te encobre,,estampa no algodão,,,sensação de pele jovem,,Os anos vividos, em tons envelhecidos,,são palhas em cortes e tecidos,,,Suas vestes tem emoção,,seus sons viram zumbidos,,seu amor tem gosto de bal
a e seus beijos enlouquecidos,,,Suas roupas, jogadas de qualquer maneira,,,o olhar embrulhado em talhos de Costureira,,Quantas roupas espalhadas pelo chão,,emoção em estampas de chitão,,,,Nenhuma marca de passarela,,a roupa bem simplória , pintada de aquarela,,Quantos tecidos espalhados pelo quarto , Vejo a alegria de seus guardados, Quantas roupas que te vestem,,,investindo o corpo em beldade,,Melhor que a nudez, é a Sensualidade,,

Construção

Construção, definição poética " Construir é criar,,,fazer edificações...A edificação a que refiro é a reiterada ação do homem capaz de realizações materiais e intencionais,,Construir significa alterar o estado atual de tudo,,, Ao construir o homem imprime seu estado de espírito,,solidifica-o em bases ou sustenta-o em pilares,,,O homem, ao construir cria a visão r
acional da matéria e do espírito,,Pensamos que a construção apenas implica em edificações,,Ledo engano..A construção abrange também a modelação da alma...A busca incessante por melhorias espirituais, revela uma verdadeira construção da imagem,,Levamos a vida toda para formarmos a visão do mundo sobre nós...Tudo isso é fruto de um grande trajeto,,,uma longa estrada,,Não construímos de um dia para outro,,Levamos uma existência para essa nova modelagem,,Já a reforma, implica em alterações visuais naquilo que não está bom,,,Reforma traduz alteração, acomodação do objeto a sua finalidade,,A reforma é um processo mais fácil,,pois realizada em torno de algo já erguido,,,embora enfraquecido,,,Construir é formar uma imagem nova,,,Reformar é alterar a imagem,,sem destruição da essência pois intacta .Reformar significa alterar,,construir significa Levantar,,erguer,,sustentar,,,Portanto,, construímos sem reformas e reformamos sem formarmos um novo objeto,,,

Ler livros,

 " Ler livros representa ler histórias,,Ler histórias significa buscar a origem de todas as informações,,Ao perquirir a busca dessas informações nos tornamos seres melhores,,aptos a perceber que o mundo é feito e refeito de acontecimentos,,,coisas do passado nos servem para criarmos uma nova visão do mundo,,Temos a visão progressista do Universo mas estamos ligados a conceitos clássicos acer
ca de algumas virtudes: tais como, dignidade, ombridade, moralidade e sobretudo responsabilidade,,O homem, caminha em uma história,,,Com fases passadas e atuais,,,O ser deve encantar-se com a cultura remota, essa nos permite uma análise periférica da vida,nos conduzindo a pontos intrigantes dos conflitos da humanidade,,,Uma coisa é certa: Ler nos faz crescer..Ler nos torna espíritos evoluídos e prontos para qualquer dialético,,,A leitura é a forma de exercitar o cérebro, conduzindo-o a zonas não penetráveis,,,Comece a semana Lendo,,Fazendo ilações críticas dos fatos,,,refletindo sobre os atos da humanidade torna nosso ofício diário um prazer inenarrável,,A leitura aproxima o homem das reações textuais vividas e narradas pelos autores,,Ler é a manifestação de um ato de pura sintonia entre o leitor e o texto..Na vida não lemos apenas o que queremos,,Lemos o que enxergamos nas entrelinhas,,,,Lemos o que os olhos não são capazes de captar,,,Lemos com o CORAÇÃO !!!

Moscas


Moscas" Quantas moscas em sons zumbidos aqueciam os ouvidos,,Enlouquecidas imagens , várias roupagens,,Moscas casadas e seus maridos,,,Uma multidão de moscas voavam aquele cotidiano  sofrido,,,Moscas das plagas encaloradas de noites endiabradas,,Moscas e os rebolados,,,Moscas e seus gingados,,Moscas,,simplesmente , ambiente prejudicado...

Taxi

TAXI "'Do vento que me és passado em nada te esqueço ,
Mel que verte chorado saudades em teus braços amanheço,
Andamos pela cidade de taxi, a chuva que caía parecia rio,
Lágrima de onda salgada, oceano distante de frio.
Dos corpos ora apartados, houve simbiose gentil…
Afecto de olhos somados, multiplicados desvelos por mil.
Da mão invisível partida, manobra viajante de cais
Procuro teu sonho na av

enida, vejo teu rosto em murais.
Diga-me então se souberes, como viverei sem os seus,,…
Que partiram qual quimeras de inverno, amor-perfeito em adeus......
Gelo chuva nos olhos, esse adeus é até logo,pois desfeito…
Dias em tua memória que te guardo dentro do peito.
Ainda que não voltes mais á cama dos nossos segredos
Ficarei sentada no cais desenhando esperança nos dedos.
E podem o sol e a lua dizer-me despedida em dor…
Para mim és fragata, falua, eterna cantiga de amor.....
Te amo e te amarei,,meu eterno amor,,
Apenas o vento foi embora, mas continua essa dor,,
A saudade me abocanha,,lembro da minha façanha,
A chuva que batia no táxi, era a nossa barganha,,,,

Bateria,,

Bateria " Energias descarregadas,,,,linhas desalinhadas,,nada de luz no fundo,,,Deslizes de marchas engatadas,,,Carro sem partida,,,Beco sem saída,,,Nem uma reação na máquina,,Embates sem engates,,Ignição frustrada,,,Simplesmente: bateria descarregada..Complicada saída,,,Parada longa sem qualquer movimentação nos pneus...Escuridão,,breu,,,O carro estava sob o impacto do sistema fragilizado,,,,Bateria com poucos picos eletrizados,,Solução: chamar o serviço Especializado,,,,Mas, quanta careta,,,basta fazer a tal Chupeta..Como em passe de mágica, a questão foi resolvida: Carro novamente com partida....
oras atrás
…Não sei Se vou dormir Se vou fechar os olhos E sonhar contigo Ou abertos a pensar em ti E nas palavras doces Que te irei sussurrar Para que durmas melhor Não sei Mas se previsse que dormirias deleitoso Eu fecharia os meus olhos Suavemente Para que viesses célere Até meus sonhos Dos quais eu não quereria acordar jamais Mas eu sei Que te desejava comigo
escrito

Aventura Jurídica

Aventura Jurídica,,,,Interessante,,,pois é bem assim " Aventura de uma situação, Embate de jornadas,,Vínculo empregatíco? Que nada!!Mera condição emprestada,,,Empregado que não mantém continuidade,,,Patrões receosos com a realidade,,Assim caminha nossa condição humana,,,,Enxergando poesia onde a razão emana,,,estabelecendo hierarquia onde a su...
premacia engana...Tudo não passa de brincadeira,,,O processo passou a ser palco de besteiras,,,Pede-se tudo,,com direito a nada,,Emenda-se , corrige-se e continua as asneiras,,,Quanta questão de someneos,,,,asoberbando os pequenos,,açoitando os amenos ..Quanta robustez,,sem qualquer altivez...Para que serve os documentos?Para acostar-se aos autos? Qual o momento? Porque a prova na primeira oportunidade,,se o que se pretende não toca a verdade? Muitas dúvidas se instalam,,há muito flexibilidade e a pacificação dos conflitos, acaba sendo miragem,,,A ação se coloca como postulado do cidadão,,Lindo dogma constitucional,,mas sulreal...Não vislumbro uma prova ideal...Quando se fala em força probante parece que cai ao talante de um picadeiro,,,Tudo não passa de intençãos vorazes de Espíritos Aventureiros,,,
escrito

Te quero do meu lado

Te quero do meu lado" És meu prato de delícias,
malíicias que a vida mostrou,
És beco com saída,
acostando nas vestes que sobrou,
Minha nudez da alma encanta,
as doçuras que trasnplanta,
recobrindo um coração que naufragou,,
Agora, exatamente agora, você se aproximou,
Dos dilúvios de minha vida,,,os destroços carregou,
Me amando sem cobiça, de um jeito que

levou,
Nada acontece por acaso,,do acaso que encantou,
Descoberta linda, és o homem que ficou..
Exatamente assim que vejo, o amor que fixou,
és meu querido e amado,,,desvencilhado da dor,
Exatamente aqui você está agora,
pois cheagada a hora da partida,,,
Quando pego a estrada,,,
sua alma me convida,,,
Volta meu adorado
És dos homens o mais amado,
Viva aqui comigo,,
me ampare do seu lado,,,,

Tênue,

Tênue" De forma doce encantou-me,
tirou os pesos sem medidas,
Abriu a visão da esperança,
Aportou-me a vida,,,
Tenuemente me envolveu..
docemente fitou os olhos meus,
Sensatamente, devolveu-me o dia a dia..
Estava reclusa em minha caverna.
desportos de uma inocência contida,
Tenuemente, devolveu-me a vida,,,
Minha existência já era minha,,,
mas sua presença a fez revelar..
Hoje , mulher vivida,, com as delícias do sonhar,,
Sonho com sua companhia,,noite e dia,,
quero-te em minha vida,,assim principia,,,
És o começo do meu trajeto,
afeto de um alma pura,
ejecto do que não prestou,,
devolveu-me toda candura!!!
Tenuemente te percebo,
em meio a meus versos perdidos e findos,
Apenas seus elogios,,,tornaram o texto lindo!
Meu amor suave e sereno,
ameno nossos dias vividos,
és meu amor, amante e amigo,,
Tenuemente percebo as delícias do caminhar,
acordar a seu lado, me faz delirar!
As percepções sensoriais que tive,
irão se eternizar...
As doçuras de sua fala,,,
para sempre hei de lembrar..
Já não sei o que é vida,,,
vivo nesse pesar..
Sem você amor mais lindo,,,
não vivo e sim estou a delirar...
Tenuemente me abraça,,,,
certamente me envolve em seu quadril,,,
Me aperta em seus anseios,,,
de uma alma Varonil,,,,
Te amo minha vida,,,
és meu espaço terreno,,,,
Te quero meu amor,,,
de um jeito sereno...
Tenuemente me encanta, me fita com seu matiz,
profundamente me estanca , arranca o que me faz infeliz,
Amor da minha vida,,
Sem você sou um espaço perdido,,
Eis-me a vida acontecendo,,
és meu amor e meu Marido,,,,

Outra Vez

Outra vez" Outra vez vejo o rosto,
depois de um penar desgosto,
em que sabores perdem o gosto,
Reanimam o paladar,
melhor admirar,,,
a viver lamentando,,
Doces recordações,...
de nós, Somos ilhós,,,
de nossos sonhos lindos,,,
Nada findo ,,,
és o inicio da vida,,,
Tudo sem medida,,,
Caminho na multidão..
Perdi a noção do espaço...
Embaraçosa existência....
Pensava ser feliz..
isso foi ilusão...
Amargo o pranto,,,
estou na solidão...
Saio a sua procura..
nas ruas não te vejo...
sinto que meu passado,..
É o presente que desejo......
Outra vez te percebo,
nas ruas do meu lembrar...
Outra vez busco você...
Só sei te amar,,,
Não encontro seus movimentos,,,
Doces os momentos vividos,
Não percebo seus toques,,,
Também ficaram adormecidos,,,
Meu corpo foi o sustento,,,
de ternos momentos...
Outra vez na solidão profunda,,,
Saboreando o gosto de nós...
Outra vez nas lembranças,,,
Ouço sua linda voz...
Outra vez mergulho nas eiras,,
das beiras de minha memória,,,
Sem você não existo,,,
Sem você perco a história,,,
Sem você sou rastro,,,
que passou pelas ruas,,,
sem você sou pedaço,,
de uma tristeza crua,,,
Outra vez precisamos,,,
de nos encontrar...
Outra vez padecemos,,
desse lindo sonhar,,,,
Outra vez nessa vida...
simplesmente irei Te amar,,,,
Para sempre meu amor,,
certamente Eternizar,,,,

De repente,,,

De Repente " De repente não sei de nada,,Meus propósitos perdem-se em gotas orvalhadas,,De repente, meu sorriso nebuloso acontece,,estou presa nas lembranças e meu corpo padece,,De repente, você desaparece,,,Minhas mãos não alcançam seu rosto,,a chuva umedece minha visão árida da vida ..De repente , sem saída,,,Meu amor,,,sem você me vejo afogada,sucumbida nas vest
es de menor abandonada,,,De repente, sem notícias,,,sem noção de espaço e vazio,,De repente sinto até um frio,,,que acomoda meu corpo ,,,aquecido pelos afagos de um momento que se foi,,De repente vejo a luz que esquentou nós dois,,De repente, me vejo novamente sozinha,,,entrelinhas de saudades,,,sozinha , perdida na visão da eternidade...De repente, não sou nada e ninguém,,sou apenas um espectro de pessoa navegando nesse além...

Curtir · 

Taxi

TAXI "'Do vento que me és passado em nada te esqueço ,
Mel que verte chorado saudades em teus braços amanheço,
Andamos pela cidade de taxi, a chuva que caía parecia rio,
Lágrima de onda salgada, oceano distante de frio.
Dos corpos ora apartados, houve simbiose gentil…
Afecto de olhos somados, multiplicados desvelos por mil.
Da mão invisível partida, manobra viajante de cais
Procuro teu sonho na av
enida, vejo teu rosto em murais.
Diga-me então se souberes, como viverei sem os seus,,…
Que partiram qual quimeras de inverno, amor-perfeito em adeus......
Gelo chuva nos olhos, esse adeus é até logo,pois desfeito…
Dias em tua memória que te guardo dentro do peito.
Ainda que não voltes mais á cama dos nossos segredos
Ficarei sentada no cais desenhando esperança nos dedos.
E podem o sol e a lua dizer-me despedida em dor…
Para mim és fragata, falua, eterna cantiga de amor.....
Te amo e te amarei,,meu eterno amor,,
Apenas o vento foi embora, mas continua essa dor,,
A saudade me abocanha,,lembro da minha façanha,
A chuva que batia no taxi, era a nossa barganha,,,,

Torto

Torto" Torto , fora do prumo,
torto de amor, sem rumo,
Torto, viés da diferença,
torto, restos de carência,
Torto, tortura deixar a deriva,
torto , sem peso nem medida,
Torto, segmento díspare, da vida,
doçuras de um beijo sem medida,
Torto, levemente a esquerda,
um toque de carícias, docemente um querer,
Torto e louca de amor por você,
Seus pés são plumas ao vento,,
torto é o argumento,
de um alguém que não sente o balanço do vento,
Torto, com o pés deslizando em minha boca,
Torto, tortura de coisa louca!!

Generosidade

Definição de Generosidade " Generoso era um bom coração,,que habitava um corpo,,Generosa era a alma que encontrou com o Generoso e passaram a ver o mundo com olhar de compaixão..Ser generoso é ser acima de tudo, BONDOSO, ..a GENEROSIDADE é 
a doação plena de ações,,,a combinação do bom com o altruístico, do solidário com o humanístico,,A generosidade passa a ser uma das grandes virtudes,,,juntamente com outras virtudes o homem está preparado a habitar a terra,,Sem generosidade as diferentes camadas sociais, enfraquecidas pela precária situação patrimonial ficam ao relento,,ao acaso da própria vida,,A cada dia, o homem deve manifestar suas ações positivas,,Seja entre os amigos,,motivando-os,,solidarizando com os problemas individuais, ainda que banais,,,Ser generoso é olhar a humanidade com olhar da crítica construtiva, deixar os rancores adormecidos e jamais alegrar-se com as decepções alheias,,Ser generoso é viabilizar recursos para aproximar os desiguais,,propiciar um ambiente favorável,,relegar as opiniões que massacram a imagem,,ser generoso é repudiar a malandragem,,,refutar as fúrias injustas que acomodam-se nos párias de uma sociedade estritamente desigual..Ser generoso é justamente tratar esses desiguais com a mesma igualdade,É sobretudo , elevar o homem caído em derrotas,,estender a mão ao carente,,doente, hipossuficiente,Enfim, ser generoso é ser útil a si e ao mundo circundante,,,,é reconhecer que a vida é formada de ciclos,,,e a generosidade de hoje pode impedir a destruição de um amanhã..Adoro a generosidade,,,Pratico-a em minha vida,,,Independente de termos ou condições,,a GENEROSIDADE É A DOAÇÃO PLENA

Vento

Vento" Vento que sopra o sol que aproxima,
ventos que modificam o clima,
Temperatura quente, alto estima,
Vento que vem de Minas,
Vento dos sonhos dourados de um paulista,
ventos , tornados de conquistas,
Ventos que se confundem com as ondas do mar,
Ventos que sacodem as fúrias do amar,
Ventos dos galopes galopantes,
ventos de viés extravagantes,
Ventos daqui e ali, ventos em toda direção,
Ventos para afastar a tentação!
Ventos de arrepios gelados,
Ventos com sabor de pecado,
Ventos dos mares do sul,
ventos tem até tom azul,
Nunca vislumbrei no vento ,
um tormento para minhas loucuras,
O vento é capaz de arrefecer amarguras,
A brisa que bate na face molhada,
é o mesmo vento que um dia fui sequestrada
Ventos das geleiras de uma solidão,
Ventos que acabam com a diversão,
Ventos para nosso orgulho,
Ventos que impedem o mergulho,
Mar, verdejante mar,,dos ventos ,,
Tempo nublado,,mar dos relentos,
A água jogada no corpo em arrepio,
Ventos para meus desafios,
Ventos sem hora para acabar,
Ventos beirando esse mar,
Ventos, com ele um furação de saudades,
Ventos das nossas cumplicidades,
O que será o vento a não ser um sopro inseguro,
Vento que arrasta levando aos sussurros,
Ventos das brisas adormecidas,
ventos com toque de fadas envaidecidas,,

Cheque Mate

Hoje acordei pequena demais,
deixei a auto estima dormindo,
Agora, apenas sentindo as dores,
De uma vida que não vejo Amores,
Hoje , acordei, anulada,
sem sonho, sem medo, sem nada,
Perdi as raízes poéticas,
Deixei a alma sem estética,
Busquei formas rudimentares,
não encontrei exemplares,
Aprofundei na história,
não vejo sucesso nem glória,
Mas,sempre haverá uma luz,
essa , fortalece e conduz,,
A caminhos promissores,
Busco a cura do mal,
quero viver sem abate,
Chega de baixo astral
Darei Cheque -mate.....

Traduzindo José,,

Definição poética do nome José( feito a pedido) " José, além de definir pai de Jesus na história cristã,,José é a tradução do que é o amor,,José, significa, verdejantes vontades, cor azul com tochas de fogo flamejantes..José, homem de conduta moral elegante, homem de poucas palavras esvaziantes,,pois o preenchimento de seu vocabulário,,faz parte de seu glo
ssário,,José, home da fala linda,,,sua doçura vicia,,,Adora a noite e seus encantos,,,amarga a vida em desacordo com o pranto,,José das vestes nobres da justiça..José das noites assoladas pelos ventos,,josé alento para a vida e meus planos,,José , amor por engano,,,José, fonte minada de amor,,José, tradução plena de um rubor facial,,,José, meu bem, meu mal,,,,,,,
 

Definição poética de amor

Definição poética de Perdão " Perdão é um sentimento tão nobre que só atinge aquele que encontra-se espiritualmente preparado a perdoar,,Perdoar é um ato humanístico que permite reconhecermos que as pessoas erram , mas em razão de nossas provocações,,,As pessoas atrofiam sentimentos,,mas em torno das omissões das omissões do provocador,,,,,Como é lindo perdoar..Quant
as vezes erramos e não temos coragem de pedir perdão..Talvez, por impregnados de um orgulho infindável...Perdão é a libertação da mágoa contida,,,é a busca incessante da paz interior,,,perdão é a expressão suprema do amor,,,Como se torna altivo um ser que sabe reconhecer que o perdão deve ser ofertado,,Quem pede perdão, precisa ser perdoado,,,Quem concede o perdão é um ser preparado,,,Perdoar, é deixar acostar o mais lindo sentimento em seu corpo , é avocar para si, uma das maiores virtudes espirituais ,,,,Portanto, se eu errei, peço perdão a alguém,,Se disse palavras inapropriadas, não socrorri na hora, enfim, deixei algum vazio na vida de alguém, Me perdoe,,,fiz sem maldade,,,pois meu maior objetivo é a prática dessa virtude....

Tradução do AMor

O nosso amor traduzia
Felicidade e afeição
Suprema glória que um dia
Tive ao alcance da mão
Mas veio um dia o ciúme
E o nosso amor se acabou, 
Deixando em tudo o perfume
Da saudade que ficou
Eu te vi, a chorar
Vi teu pranto em segredo correr
E parti a cantar sem pensar que doía esquecer
Mas depois, veio a dor
Sofro tanto e essa valsa não diz
Meu amor, de nós dois
Eu não sei qual é o mais infeliz
Os nossos olhos choraram
O nosso idílio morreu
Os nossos lábios murcharam
Porque a renúncia doeu
Desfeito o ninho, a saudade
Humilde e quieta ficou,
Mostrando a felicidade, que o destino desfolhou..
Eu te vi, a chorar
Vi teu pranto em segredo correr
E parti a cantar sem pensar que doía esquecer
Mas depois, veio a dor
Sofro tanto e essa valsa não diz
Meu amor, de nós dois
Eu não sei qual é o mais infeliz.