Longe, Perto

Longe e Perto " Longe que se aproxima ,
Quantos ais sem sua presença,
A alma padece e o coração pensa,
Permissões negadas nessa estrada,
Ausência chorada em altas doses,
meu longe em forma de verso,
és o centro do universo,
Perto de um sonho iluminado,
clarão de carinhos bem trocados,
Meu tudo, minha prenda

Você é oferenda,,,,,,,,
Longe do meu corpo em desabrigo,
toques estremecidos ,
amores envaidecidos,
Meu longe tão perto dos sentidos,
Quantas agruras essa vida faz,
Meu longe está perto demais!!
Porque os limites territoriais?
Nada menos nada mais,,
Não posso sonhar aqui,
sozinha já sofri,,,
Tenho medo da noite que encobre os sonhos,
Lamúrias da vida em um rosto risonho,
Meu longe, bem perto de mim,
Nessa estrada sem saídas, bicas sem fim,
Longos trechos em declínio, me rimo em sua direção,
ès meu longe tão próximo,,,gotas orvalhadas de paixão,
Meu perto , deserto de amor sentido,
porque padeces em toques reprimidos?
nada mais tem valor,
O que espero desse amor?
Apenas a junção de nós,
a fusão da voz,
uníssona em um só grito,
Amor sem conflitos,
Meu risonho e colorido presente,
O que escrevo o corpo sente,
Minhas mãos dedilhando o alfabeto,
percorrendo todos os letrais,
Meu presente é bom demais!!!!!!