Princesa Stefania

Tudo estava encantador, a linda menina de branco, completava seus quinze anos ,
luzes acesas e apagadas, nada acontecia por engano,
Seus parentes queridos, todos vieram a tempo, a festa foi linda,
Stefania, pela etimologia significa realeza, princesa, nada se finda,
sua festa era interminável, sua irmã delicada, em um vestido vermelho,também linda e linda... Mãe maravilhosa, seu vestido preto era reluzente, atraía olhares, meu e de toda gente, Quanta energia irradiava daquele doce ambiente,
Pessoas elegantes, e seus trajes exuberantes, transpunha o frio, tudo ficava bem quente,
nada de sensação de tristeza, lindos jovens revelavam segredos,
se punham a dançar , movimentar , embalar seus medos,
Muita máscara cobria os belos olhares que a mesma escondia,
meninas angelicais, jovens geniais , adultos cordiais, realeza dos pais,
Era um momento de encanto, com sabor de magia, recordação do passado e muita sintonia,
Os irmãos sempre unidos, em terna melodia, os avós sustentados, com as pérolas da sabedoria...
Princesa Stefania, aqui fica registrado, o quanto foi maravilhoso poder estar a seu lado, continue trilhando a sua filosofia , cultive sua mocidade em bases de boa energia,
Que a vida lhe dê de presente, muito brilho e poesia,
sejas sempre essa princesa, circulando com seu vestido bordado, pura fantasia,
Seu brilho foi a força motriz daquele lindo dia.....
Parabéns, a festa estava linda, digna de toda simpatia,
reforço o quanto foi inesquecível, participar dessa alegria....
Beijos no coração de sua amiga Helena,

Vinho e Queijo

Tem gente que gosta de uva, outros gostam de queijo
eu gosto dos dois acrescidos de muito amor e desejo,
Vinho e queijo, combinação harmoniosa, fruto da simbiose de uma uva saborosa...
O queijo mineiro é entrada perfeita, não acredito que alguém faça essa desfeita,
Numa mesa de bar, difícil degustar, bom vinho e queijo, tudo termina em ceita,
fala-se de tudo, prega-se inclusive a desfeita, toma-se pinga, nada de bebida perfeita,
Às vezes nesse boteco, se encontra um vinho delicioso, um achado precioso,
perdido a tantas bebidas de paladar duvidoso,
Esse vinho descoberto, passa a ser invenção,relíquia que virou tradição,
assim sendo, não devemos esquecer, que junto ao vinho, queijo vamos comer,
Nesse atrevimento total, de nada irei me abster,
Portanto, não teria graça, beber vinho sem estar com você........

Vinho e queijo

Tem gente que gosta de uva, outros gostam de queijo
eu gosto dos dois acrescidos de muito amor e desejo,
Vinho e queijo, combinação harmoniosa, fruto da simbiose de uma uva saborosa...
O queijo mineiro é entrada perfeita, não acredito que alguém faça essa desfeita,
Numa mesa de bar, difícil degustar, bom vinho e queijo, tudo termina em ceita,
fala-se de tudo, prega-se inclusive a desfeita, toma-se pinga, nada de bebida perfeita,
Às vezes nesse boteco, se encontra um vinho delicioso, um achado precioso,
perdido a tantas bebidas de paladar duvidoso,
Esse vinho descoberto, passa a ser invenção,relíquia que virou tradição,
assim sendo, não devemos esquecer, que junto ao vinho, queijo vamos comer,

Artesão

És o artesão dos sonhos, da vida e do amor,
produz o tempo todo, faz o jardim encher de flor,
toca com as mãos, traz respiração, modifica o condor,
Sua matéria prima é a poesia, vive mergulhado no esplendor,
Seu artesanato advém do tatear , provoca o corpo, estertor,
Sua obra é utilitária, necessária , alimenta minha sabedoria, nada de pânicos,
refaz minha vida , permite que eu modifique o objeto, sem ajuda de meios mecânicos,
a sua intervenção em mim, criou uma nova mulher, refez aquela que já teve fim,
Personaliza meus adereços, sem preços, fruto de muita criatividade,não tem não, só sim,
Meu artesão da sabedoria, sua inteligência irradia, do alto somente para mim,
conseguiu atingir seu fim, começou , penetrou e simplesmente ,criou um marfim
Explorou as rochas de minha alma,colocou um brilho especial, exalou cheiro de jasmim..

Artesão

Te chamo

De repente toma conta de mim, começo a te chamar, venha e fique assim,
como dois amores perdidos, no paraíso,és o preferido, amor sem fim,
Nada de escolhas, tão menos discussão, sei bem matar a sede do coração,
Te chamei na escuridão, nos sonhos e na imensidão, pura perdição..
Não deletei nossa história, que foi chancelada com beijo e paixão,
Careço de suas carícias, suplico por sua malícia, quero a sua percepção,
Tocar sua face, seca ou molhada de tanta atração,
Te chamei e continuo a chamar, venha meu amor, seja minha devoção,
meu ponto frágil, meu prazer e minha tradição,
quero me acostumar com você, com práticas reiteradas, pura satisfação
Deixar nosso universo repleto de carisma e aclamação,
Te quero, não te deletei, te chamo para meu ninho, isso faz parte de mim eu sei,
te chamo a qualquer hora, minha face às vezes chora, você é para mim, meu rei
Coroado com lindos adornos, refreado por meus limites , assim te encontrei,
perdido na praça, sem graça, te chamei e jamais te deletei......

Marcando o Encontro

Marcar o encontro, fixar o quanto, o lugar, sem espanto
Rever as faces, estabelecer as bases, chegar no ponto
Está passando da hora, chegou, será agora, o nosso elo, saímos do prelo,
tudo parece lindo, o som mais forte, o feio ficou belo,
A nossa bebida será a vida, o reencontro,parece prego e martelo,
encaixe perfeito, erosão no peito, a alma pura e o cheiro de marmelo,
Será uma doçura de união, corpos em erupção, toques de mão , descalço ou de chinelo
vontade de rever, aquela história interrompida, tudo esvaziou-se em um castelo
O que nos ergue é a canção, o som e o despertar de um sonho, lindo , inacabado,
viremos a página, reforcemos o bordado, precisa de adorno , apaixonado,
Vamos marcar o encontro, hoje, amanhã , quem sabe, puro ou pecado,
Nada de adivinhar, vamos nesse embalo, deixa o pássaro levar o nosso recado
Ele é meu para você, está escrito com tinta escura, e pede: qual será o lugar delimitado?
Escute o seu coração, ele é a razão desse doce chamado....

Caminho

No caminho encontrei embaraço, porém também a solução,
a existência recíproca, foi mera descontração
Começou de uma brincadeira, algo de televisão,
fui aviventando esse sentimento, gerou reação,
O caminho foi breve, mas a partida não chegou,tudo animação,
Continuo trilhando o mesmo caminho percorrido, nunca dele abrirei mão,
Esse caminhar, me fez sonhar, entregar, idealizar , não ir na contra mão
O caminho teve fases sucessivas, não percorridas,decepção,
Mas continuo nessa trajetória, fui vitoriosa, não desisti não,
Quero penetrar na próxima cena, fazer meu filme, coisa de dramalhão
Mas nesse caso vivido, um acaso revivido, nem atingi o ponto de emoção,
precisamos refazer o caminho interrompido......