escrito

Aventura Jurídica

Aventura Jurídica,,,,Interessante,,,pois é bem assim " Aventura de uma situação, Embate de jornadas,,Vínculo empregatíco? Que nada!!Mera condição emprestada,,,Empregado que não mantém continuidade,,,Patrões receosos com a realidade,,Assim caminha nossa condição humana,,,,Enxergando poesia onde a razão emana,,,estabelecendo hierarquia onde a su...
premacia engana...Tudo não passa de brincadeira,,,O processo passou a ser palco de besteiras,,,Pede-se tudo,,com direito a nada,,Emenda-se , corrige-se e continua as asneiras,,,Quanta questão de someneos,,,,asoberbando os pequenos,,açoitando os amenos ..Quanta robustez,,sem qualquer altivez...Para que serve os documentos?Para acostar-se aos autos? Qual o momento? Porque a prova na primeira oportunidade,,se o que se pretende não toca a verdade? Muitas dúvidas se instalam,,há muito flexibilidade e a pacificação dos conflitos, acaba sendo miragem,,,A ação se coloca como postulado do cidadão,,Lindo dogma constitucional,,mas sulreal...Não vislumbro uma prova ideal...Quando se fala em força probante parece que cai ao talante de um picadeiro,,,Tudo não passa de intençãos vorazes de Espíritos Aventureiros,,,
escrito

Te quero do meu lado

Te quero do meu lado" És meu prato de delícias,
malíicias que a vida mostrou,
És beco com saída,
acostando nas vestes que sobrou,
Minha nudez da alma encanta,
as doçuras que trasnplanta,
recobrindo um coração que naufragou,,
Agora, exatamente agora, você se aproximou,
Dos dilúvios de minha vida,,,os destroços carregou,
Me amando sem cobiça, de um jeito que

levou,
Nada acontece por acaso,,do acaso que encantou,
Descoberta linda, és o homem que ficou..
Exatamente assim que vejo, o amor que fixou,
és meu querido e amado,,,desvencilhado da dor,
Exatamente aqui você está agora,
pois cheagada a hora da partida,,,
Quando pego a estrada,,,
sua alma me convida,,,
Volta meu adorado
És dos homens o mais amado,
Viva aqui comigo,,
me ampare do seu lado,,,,

Tênue,

Tênue" De forma doce encantou-me,
tirou os pesos sem medidas,
Abriu a visão da esperança,
Aportou-me a vida,,,
Tenuemente me envolveu..
docemente fitou os olhos meus,
Sensatamente, devolveu-me o dia a dia..
Estava reclusa em minha caverna.
desportos de uma inocência contida,
Tenuemente, devolveu-me a vida,,,
Minha existência já era minha,,,
mas sua presença a fez revelar..
Hoje , mulher vivida,, com as delícias do sonhar,,
Sonho com sua companhia,,noite e dia,,
quero-te em minha vida,,assim principia,,,
És o começo do meu trajeto,
afeto de um alma pura,
ejecto do que não prestou,,
devolveu-me toda candura!!!
Tenuemente te percebo,
em meio a meus versos perdidos e findos,
Apenas seus elogios,,,tornaram o texto lindo!
Meu amor suave e sereno,
ameno nossos dias vividos,
és meu amor, amante e amigo,,
Tenuemente percebo as delícias do caminhar,
acordar a seu lado, me faz delirar!
As percepções sensoriais que tive,
irão se eternizar...
As doçuras de sua fala,,,
para sempre hei de lembrar..
Já não sei o que é vida,,,
vivo nesse pesar..
Sem você amor mais lindo,,,
não vivo e sim estou a delirar...
Tenuemente me abraça,,,,
certamente me envolve em seu quadril,,,
Me aperta em seus anseios,,,
de uma alma Varonil,,,,
Te amo minha vida,,,
és meu espaço terreno,,,,
Te quero meu amor,,,
de um jeito sereno...
Tenuemente me encanta, me fita com seu matiz,
profundamente me estanca , arranca o que me faz infeliz,
Amor da minha vida,,
Sem você sou um espaço perdido,,
Eis-me a vida acontecendo,,
és meu amor e meu Marido,,,,

Outra Vez

Outra vez" Outra vez vejo o rosto,
depois de um penar desgosto,
em que sabores perdem o gosto,
Reanimam o paladar,
melhor admirar,,,
a viver lamentando,,
Doces recordações,...
de nós, Somos ilhós,,,
de nossos sonhos lindos,,,
Nada findo ,,,
és o inicio da vida,,,
Tudo sem medida,,,
Caminho na multidão..
Perdi a noção do espaço...
Embaraçosa existência....
Pensava ser feliz..
isso foi ilusão...
Amargo o pranto,,,
estou na solidão...
Saio a sua procura..
nas ruas não te vejo...
sinto que meu passado,..
É o presente que desejo......
Outra vez te percebo,
nas ruas do meu lembrar...
Outra vez busco você...
Só sei te amar,,,
Não encontro seus movimentos,,,
Doces os momentos vividos,
Não percebo seus toques,,,
Também ficaram adormecidos,,,
Meu corpo foi o sustento,,,
de ternos momentos...
Outra vez na solidão profunda,,,
Saboreando o gosto de nós...
Outra vez nas lembranças,,,
Ouço sua linda voz...
Outra vez mergulho nas eiras,,
das beiras de minha memória,,,
Sem você não existo,,,
Sem você perco a história,,,
Sem você sou rastro,,,
que passou pelas ruas,,,
sem você sou pedaço,,
de uma tristeza crua,,,
Outra vez precisamos,,,
de nos encontrar...
Outra vez padecemos,,
desse lindo sonhar,,,,
Outra vez nessa vida...
simplesmente irei Te amar,,,,
Para sempre meu amor,,
certamente Eternizar,,,,

De repente,,,

De Repente " De repente não sei de nada,,Meus propósitos perdem-se em gotas orvalhadas,,De repente, meu sorriso nebuloso acontece,,estou presa nas lembranças e meu corpo padece,,De repente, você desaparece,,,Minhas mãos não alcançam seu rosto,,a chuva umedece minha visão árida da vida ..De repente , sem saída,,,Meu amor,,,sem você me vejo afogada,sucumbida nas vest
es de menor abandonada,,,De repente, sem notícias,,,sem noção de espaço e vazio,,De repente sinto até um frio,,,que acomoda meu corpo ,,,aquecido pelos afagos de um momento que se foi,,De repente vejo a luz que esquentou nós dois,,De repente, me vejo novamente sozinha,,,entrelinhas de saudades,,,sozinha , perdida na visão da eternidade...De repente, não sou nada e ninguém,,sou apenas um espectro de pessoa navegando nesse além...

Curtir ·