Desejo

Te quero, te desejo,
parei em seu espaço,
estou enfeiticada, não encontro outro laço
Já lançaram  para mim,
mas a minha vontade é ser sua enfim....
Não importa seus erros, seus medos,
o que me cativa é seu segredo.....
Homem de reservas, de mistérios,
atinja meu hemisfério,
sul, norte, leste  e oeste
me jogue  em seu evereste....
Me exalte em  sua altitude,
me eleve na sua magnitude
vamos esquecer o ocorrido,
tudo foi tempo perdido,
As declarações feitas a outras, a mesma fala,
nada disso me abala,
Te desejo, te quero, essa é minha fala......
Se ainda queres minhas carícias
aceite minhas malícias,
me convide para uma aventura
Estou a espera, será uma levedura....

Nuvens

loadingAs nuvens têm cor de algodão
parecem envolver, com toque de sedução
Nuvem que torna o céu um clarão
Reporto-me a ela com tanta emoção!
Nuvem é fina sua textura,
tem cor de pecado e sabor de aventura
Nuvem que anda no céu,
coloque em mim um véu,
de tons bem suaves e cheiro de mel
Cubra minha timidez,
tire o meu chapéu......
Mostre minhas madeixas onduladas
nuvem, me deixe apaixonada......
Queria invadir sua dimensão
fazer um desenho em forma de coração
Todos a um só tempo veriam sua  imensidão
brincar com as nuvens,
parece caminhar  rumo a vastidão.....
Quero penetrar em seu  espaço,
preencher sua extensão......
Nuvem, branca,
tem cor de algodão
mas tem dentro  traços de solidão,
 para desvencilhar a emoção da razão
Quero olhar para as nuvens,
preciso sentir sua sensação,
necessito distinguir o amor da paixão
Nuvem, vou viajar em sua profundeza
desnudar sua beleza....
Nuvem, és o adorno do espaço
sem seu movimento, o céu perde o compasso....
Nuvem, quanto embaraço!

Miragem

loadingIludistes vários corações,
com seus versos, derramando emoções
Jogou charme  em várias donzelas,
usou a mesma fala,
queria degustar todas elas......
Acredito que sua linguagem foi universal,
não fez distinção,
tratou todas, igual.....
Nesse busca pelo prazer,
fez pactos coletivos,
não soube escolher
Hoje quem te fala é um ser real
Não me fez mal,
mas traiu minha confiança,
utilizou a mesma retórica,
cultivou a mesma aliança
forneceu seu telefone, muita falta de lógica
Tudo que me disse foi pura mentira,
nunca fui sua princesa, nem sua mira
Queria usar a poesia para brincar de emoção,
se deu mal, pois para mim, perdeu a noção
Hoje não te admiro,
foi pura decepção.....
As palavras que me disse,
virou grupo de oração
rezava a mesma para todas,
não fez nenhuma observação...
Que pena, nossa história de amor,
agora foi para o chão
não exigi esclusividade,
mas faltou com a  verdade
Tentou seduzir, iludir,
isso foi uma miragem.....

Não Iluda

loadingNão iluda uma alma apaixonada,
ela está doente e desencaminhada
Isso fez ferir a pobre coitada!
Alimentastes ilusão, criou fantasia
agora eliminou a doce alegria!
Quanta maldade,
crueldade , não podia!!!
Agir dessa maneira, lustrou  esperança,
depois deu  rasteira,.
que loucura aventureira!
Podemos tudo,  não podemos nada
tudo deve ser comedido,não façamos emboscada
Em uma dessas conversas divertidas,
perde-se as medidas,
o apaixonado fica bobo e o bobo desesperado....
há uma inversão de papéis, o texto muda o recado
Aquele que iludiu, passa a ser ludibriado
Meu Deus! Que história esquisita
não passa pelo meu intelecto, tanta investida
e depois , breve despedida!!!!
Que horror!
Que pavor!
O que fez você agir assim?
Vontade de brincar ou realmente
 se apaixonar?
Agora fica a reflexão: valeu florescer tanta ilusão?
Eis a indagação: foi  o ferro ou o ferrão?
Foi  o mocinho ou  o ladrão?
Sei não!!!
 Quem dirá, será o  coração!!!!