Princípio da Substanciação das Formas( tema jurídico)

Princípio que valoriza
os requisitos de um ato
princípio de relevãncia
na confecção de um contrato
Em sua estrutura , muita exigência
princípio  que não liga
para nenhuma aparência
O que importa é a essência
Seu adversário é a instrumentalidade
Esse sim é amor de verdade
pois leva em conta,  a finalidade
Não basta  um ato acabado
deve estar perfeito e bem contornado
De pontos fundamentais
princípio da exigência
não aceita  mera evidência
Falar da substanciação é cutucar a valoração
pois o ato só terá validade  dentro daquela visão
Não adiante ter atingido a finalidade
Para esse princípio , o que importa é  a essencialidade....

Amor á Primeira Vista

loadingParece capa de revista
O amor que senti,
foi amor a primeira vista
Nunca te enxerguei,
mas sempre imaginei
Quando esse amor encontrasse
Seria um grande enlace
Em você me amarrei
Meu amor de verdade
Só de pensar
Já sinto saudade!
Amor de novela
Amor de cinema
 Amor de tela
Acontece que não é bem assim
ter conhecido você , passou a ser o meu  fim
Minha vida meu conto
Minha finalidade , meu encontro
Sempre irei  te querer
Casaco de pele, meu adorno ,serás  meu contorno
Não consta nas estrelas essa   história,
façamos  nossa memória
Em memoriais estará escrito
eis aqui o meu grito
Amor,  és minha glória
Minha grande descoberta
Minha ilusão achada
minha emoção de primeira
Ter encontrado você
foi uma doce maneira
De declamar meus versos
explorar nosso universo
amor  inicial
amor genial
amor de uma eternidade,
meu amor de verdade...
.

Fogo que Queima

loadingFogo ardente
destruidor
Queima meu corpo e me leva ao estertor
Sua chama inflama
é pior que vapor
Atinge a pele  cansada
Não resta nenhuma camada
Atinge a derme, epiderme, me deixa queimada,
Fogo é invasiva a sua entrada
Me contorço em sua destruição
fogo, é ardente  a sua paixão
A corrosão é fatal
Meu apelo é especial
Ou queimamos juntos
ou  retire esse sofrimento
Ele é letal...

Meu Ídolo

Meu Ídolo

Antes imaginava como seria
Te encontrar um dia
Em uma conversa na tela
Ficou a minha  espera
Peguei o meu rumo
Fui a seu encontro
A praça foi o nosso ponto
Você   se aconchegou
em minhas mãos tocou
E a magia desse momento, desabrochou
À partir desse instante
tudo foi interessante
parece que te conhecia,
debrucei em sua magia
Dali partimos pela estrada
Ao som de uma doce melodia
Um mundo encantado foi nossa parada
jamais senti isso um dia!
Doces beijos, abraços  e afagos
até  um pacto fizemos
tudo pelo prazer , daquele sublime momento
Sei que não sou sua
nem és meu,
Acontece que o que vive
foi tudo que me envolveu
Vivo pensando naquele instante
foi contagiante!
Esperava que fosse repetir
nosso jeito gostoso de sentir
Mas você está distante
não tem o mesmo semblante
pena que o meu ídolo
virou  livro na estante.....

A Mistura

É mágico o meu mundo
Revela coisas deliciosas
Saboroso meu jeito de amar
Apimentado pelo seu jeito de recpcionar
A magia que irradia de seu interior
á a mais pura fórmula de amor
Seus encantos um verdadeiro jardim em flor
Colorido e esperando uma chama de calor
Os meus com os seus sentimentos
Viram uma mistura saborosa
gosto de quero mais e muita coisa gostosa
Eu, com jeito de menina, você fera ferina
dois extremos interessantes
tudo é muito empolgante
Vamos fazer a fusão
Do meu com seu coração
Veremos o que vai dar
Será pura tentação!

Lágrimas de uma Mãe

Filho que faz mãe chorar
É insensato
Não reconhece a plenitude
Não sabe o que é amar
As lágrimas que caem
Inundam o triste olhar
Mãe, sentimento infinito
Seu choro é o avesso do que está escrito
Sua face sofrida , seu doce encanto, esquecido..
Mãe dedicada
Tinha que ser amada
Debruçar em lágrimas
só te deixa molhada
Ignore esse sofrimento
saia desse lamento
Busque novos segmentos
Lembre do nascimento
Como foi  sublime
viver aquele momento

Madrugada

Madrugada, sua calma
És calada
Romântica madrugada
Meu repouso não quer chegar
Fico a noite a pensar
Tudo que a madrugada poderia me dar
Lindas trocas de olhar
Beijos, toques a despertar
Respiração profunda e um jeito gostosos de amar
A cidade está sumindo
Minha tranquilidade está sorrindo
A madrugada me encanta
Ela é que deveria está dormindo
Pensamentos vão e vem
A noite é escura
Lembranças me faz bem
Lustrar minha imaginação
É forma de querer também
Madrugada inspiradora,
És minha dona e  motivadora

São Sebastião

Forte e valente soldado
São  Sebastião, hoje  és lembrado!
Nasceu em Roma,
Para o exército partiu
Defensor dos cristãos,
Sua bondade te consumiu
O imperador impiedoso,
condenou-o a morte
Pobre  Santo, ficou entregue a má sorte
Em campo aberto foi flechado
Deus ,  lançou seu olhar abençoado
Mesmo depois do açoite,
O Santo ficou acordado
Foi salvo por uma donzela, por ela foi tratado
Voltou frente ao imperador,
Não sabia o que  estava reservado
Tanta crueldade, novamente foi condenado
Os arqueiros, com riquintes de crueldade
Em céu aberto  praticaram nova maldade
Tiraram a vida, de um cristão de verdade
Padroeiro de nossa cidade
São Sebastião  , santo amigo
Defensor da igreja,
afaste -nos do perigo
Eis aqui um pedido,
Lance um olhar favorável
ampare  o miserável,
Nos  dê o escudo da proteção
Santo amado , proteja meu coração
Ele não está preparado..
Não pode ser flechado...

Encantos de um poeta

Belo o seu  encanto
Seus versos um remanso
De águas cristalinas
Abriu  minhas entranhas
Mergulhou  em minhas salinas
Adoçou minha vida salgada
Limpou minha mina
Gostaria de poemas de amor
Feitos só para mim
Mas a dimensão de seu  sabor
Não tem fim
Todos os dias cria versos
A noite  inunda  seu universo
São tantas as declarações
Homem de muitos corações
Tudo te inspira
Tudo,  conspira
Te arrebata para uma  vastidão
Em que não há limite para  a emoção
Acho  sua sabedoria  uma revelação
Seus versos, fórmula de sedução
Quisera eu ser a  única fonte
Em que  o incentivo jorrasse aos montes
Inspiração, de seus horizontes
Portanto, todos tem em seus poemas
Uma grande participação
Desde um amigo  a um irmão
Copiei  sua fantasia
|Criei minha magia
Agora sei que
Mesmo não sendo o único foco
Amo suas poesias...



 

Ausência

Ausência que me consome
Triste praticar seu nome
Doloroso sentir a fome
Quero  degustar o que vivi
Me lambuzar do que comi
Ausência, saia daqui
Tudo foi encantador
Desde o ato de coragem
Ao lindo sabor
O percurso foi perto
Levei em minha bagagem
Minha ternura e meu  afeto
Esse sofrimento,  não fazia parte dos planos
Você parecia diferente
Ledo,  esse engano!
Ausência , agora para onde vamos?
Estabelecemos nossa  parceria
Difícil romper isso um dia
O tempo expirou
Não há como recuperar essa dor
No lamento me instalei
Nas lembranças me entreguei
Com a ausência me casei
De seu descaso, me libertei.....

A História do Café

Café saboroso, café trazido por Melo Palheta
Café é  atraente sua faceta!
Sua produção começou no  norte do Brasil
Pará , seu berço de criação, belo como nunca se viu!
Depois, outras regiões invadiu
Cresceu em São Paulo e Rio de Janeiro
Surgiram os barões do café,
 Isso  foi ligeiro
Os escravos também  fizeram parte
desse lindo celeiro!
Chegaram os imigrantes, coisa interessante!
Japoneses e italianos.
Café, passou a ser parte dos planos
 Fonte de inspiração,
Pensadores franceses ,têm por ele, adoração!!
Ferrovias foram erguidas
Tudo pela força dessa doce bebida!
Indústrias financiadas com seu dinheiro
Crescimento , sua expansão atingiu o mundo inteiro
Até a avenida Paulista foi germinada pelo café
Bendito os barões, neles tivemos fé...
Tamanha sua importância, surgiu outro encanto
Café Rústico Conilon, nova criação do Espírito Santo
Falar dos atrativos do café
É remontar toda uma história
Pilar da economia
Café inspira sabedoria
Seu nome científico é Coffea Arábica
Cultura sábia
Quero degustar essa alegria, todo dia.....
.

Documentos

Cártulas  impressas
Documentos públicos e  particulares
Consagram atos de verdade
Manifestação de vontade
Ato de coragem
Casamento, nascimento
Arbitragem
Tudo é reduzido em uma folha escrita
 Caneta ou  lápis
Tinta escura e letras garrafais
Seu escrito, não se apaga jamais
Documentação visual
Mundo virtual
Tudo é permitido
Até desenhar um jardim florido
Tudo pode ser documentado
Desde um manifesto a um abraço apertado
Bem dita a forma de sacramentar
Tudo se esgota nesse jeito de expressar
Documento ,você também resolve
Lamúrias e lamentos
Desfaz um casamento
Estabelece o  rompimento
Também permite destratar
Documento, como é firme  seu  revelar
Sua intenção é , apenas registrar...

O Velho

Rosto queimado
Arranhado
Quase desfalecido
Velho, sofrido
Rugas da idade
Coração marcado
Pelo desprezo e pela saudade
Chora abandonado
Desolado
Mal amado
Sente fome
Há dias não come
A tristeza  lhe consome
O sofrimento te acorrentou
Foi jogado a má sorte
O destino te laçou
Anulou a percepção
Endureceu o coração
Velho, perdeu o abrigo
Vive em perigo
Não tem amigo
A túnica que veste
É a solidão
Sua mocidade exauriu
O ente querido partiu
Te  colocou no arcabouço
A vontade de viver , sumiu
Lamentar a própria vida
Cutucar nessa ferida
É o que ele perseguiu...

A Lua

A lua quando passa
É muda, crescente ou meia
Lua cheia
Qualquer que seja a fase
A lua traduz uma linguagem
Inspira coragem
Lua, pura sedução
Esculpi  em mim  um coração
Defina um  corpo  atraente
Lua,mostre sua criação
Lua, me vista de paixão
Lua , revele sua face escondida
Contorne minhas medidas
Lua, é bom contemplar sua beleza
Brilho oculto  da natureza
Posso atingir sua profundeza
Me deleitar em sua grandeza
Adormecer  em sua realeza
Lua, quanta beleza !!

O Perfume

Cheiro atraente
Perfume envolvente
Essência  que encanta
Aroma incandescente
Pura nota , extrato de semente
Notas de almíscar, baunilha
Sândalo e flor de lira
Perfumes variados
Tesouros aperfeiçoados
Exercito sua cartilha todo dia
Jorro perfume em minha alegria
Despejo seu cheiro noite e dia
Misturo todos, há um só tempo
Para mim  o perfume é um rebento
Que nasce a todo momento
Seu toque inaugura um grande movimento
Leveza do corpo
Parece que vai flutuar
Atingir  as nuvens até exalar
O cheiro exuberante  no ar
A troca com o meio, é simbiose
Sua natureza híbrida  parece  osmose
De perfume  sempre irei  me impregnar
Com  o perfume vou eternizar...

Folia de Carnaval

Comemore o carnaval
Se entregue a alegria
Libere  a  fantasia
Não há   mal
Coloque sua vestimenta
Solte  a imaginação
A festividade nos  alimenta
Quanto brilho  ornamenta!
O carnaval  não é banal
Vem repleto de bons momentos
Isso é bem real,
Peça a banda para tocar
Vamos dançar, nos embebedar
Somos todos iguais nesta noite
Pelo salão  em açoite
O brilho reluz
A folia nos conduz
Assim vamos nesse  vassalo
Amanhã será outro dia...
Esgotamos  nossa empatia
Nosso  corpo debruçado em magia
A folia nos   embalou,
Seguiu, motivou..
Não queria sair  daqui
Vou auscultar o ontem
Preciso recordar o que vivi
Carnaval é  badalação
Sinônimo de animação
Pura agitação
Pessoas expostas,
Dispostas
Poderia ser mais que quatro dias,
Mudaria o calendário
 Para não sair desse cenário....

A Sabedoria

Eis o elo da inteligência
A sabedoria é um nexo causal
Entre a intenção e a vontade de sair da  demência
A vida é um ensinamento
Um firmamento
Uma vontade repetida de querer
Mergulho na vastidão  das rótulas impressas
Afogo  em  minha pressa
Saio  correndo ao encontro do saber
Não fico  parada
Adoto  o livro como uma riqueza achada
A leitura me  transforma
Os valores nela contidos, transborda
Invade minha mente
Me deixa contente
Infeliz aquele que não degusta
As delícias da informação
Isso assusta,  joga na escuridão
Vamos a procura
Encontre a boa leitura
Ela te dá conhecimento
Eis o  descobrimento...

A Confiança

Elo que se estabelece
A confiança enaltece
Almas nobres, dela se enriquecem
Sentir confiança é bom
Viver nesse conforto, tem  som
Melodia em sintonia
Harmonia e simpatia
Um nexo de qualidade
Força motriz de intensidade
Confiança é a  dona da verdade
Quando a circunstância é ruim
A confiança sorri para mim
Os atropelos da vida
São infindáveis
Descansar na confiança é culto dos admiráveis
Tenho esse sentimento
Dele faço uma atitude
Esse é o meu momento
De viver essa virtude
 

A Morte

Termo final inexorável
A morte é inevitável
Entregar-se ao sofrimento
Padecer, debruçar em lamentos
Não entra som nem  vento
Vivo reclusa,  aguardando esse momento
Queria que não existisse
Fosse mentira
Partisse
Mas é certo
A morte acontecerá
Em breve  ou distante
Ela chegará
Envolta em muito desgaste
Ela é um verdadeiro desastre
Amo a vida
Mesmo com as rugas no semblante
A vida é hilariante
A morte, dissolve as agruras de um amor verdadeiro
Coloca nossas ilusões em um celeiro
Só de pensar ,  fico morteiro
Contraditória nossa vivência
Vivemos, na vida se pensa
Na morte , não há recompensa
Me escondo em uma dispensa
Quero me esconder
Mergulhar em minha existência.
Afastar a idéia do terminar
Refutar
Lutar
Na vida mergulhar
Inundar minha alma
Afastar a idéia  de morte, isso me acalma
.

Meu cachorro Amigo

Grande amigo do homem
Não é fera nem lobisomem
Não é feroz
Simplesmente, veloz
Meu cachorro querido
Quero você  comigo
Poderia ser imortal
Meu belo animal
Quando chego, vens me receber
Com um latido suave
Sempre a me envolver
Minha ausência te entristece
Quando estou longe, sua alegria adormece
O retornar te engrandece
Quanta simpatia
Me perco  em sua doce companhia
É grande sua alegria
Colocá-lo em meus braços , virou mania
Vamos juntos ficar
Nossa história poder contar
Embalar nossos afagos
Pela rua sair a passear
Meu cachorro querido
Sempre irei te amar......

A Falta de Educação

Palavras nada amenas
Vindas de uma alma pequena
Pobre indivíduo
Sua casta  te deixa perdido
Não há suavidade em seu expressar
É nociva sua maneira de socializar
Fica com a língua afiada
Não segue etiqueta nem nada
As palavras soam como um trovão
Faz um estrago sem noção
Que tamanha falta de educação!
Você mancha  o repertório
Torna  feio o falatório
Sua boca é um vulcão
As más palavras , sempre uma erupção
Jorram lavas, pura destruição....

As Delícias do Transgridir

Como é bom infringir
Regras  insanas   surgir
Contrariar o permitido
Assustar aquele que está escondido
Maltratar o bom marido
Falar alto onde é proibido
Chamar de amor
Um homem bandido
Ser  traidor de um amor envolvido
Matar a ilusão de um coração partido
Como é bom  saborear
O alimento  deteriorado
Degustar o estragado
Apenas para ver tudo  modificado
Ser desleal com a verdade
Criar uma dura realidade
Trair, se tiver vontade
Desobedecer normas de conduta
Mudar nossa dura labuta
Vadiar pela vida  bruta
Alterar o centro de tudo
Revirar , deixar o som mudo
Que delícia  essa transgressão
Fruto de conspiração
Do  nosso  mundo contra a  visão

A Memória

A memória é extraordinária
Armazena cultura
Te  deixa  sarada
È o núcleo da sensação
O centro da concentração
A memória é a solução
Lembrar do que está retido
Acaba por desaguar no inconsciente
Lubrifica o cérebro
Nos deixa contente
A memória precisa ser motivada
Se fica parada
Perde-se nessa emboscada
Não tem como esquecer a memória
Ela habita em minha história
Constitui o centro do  ser
Representa   puro saber
As informações armazenadas
Precisam ser processadas
Ficam no intelecto
Aguardando serem chamadas
Sempre recorro a memória
 Ela é o espaço ,  me leva a glória..

A Desistência

Ato de abandonar
Ato de não seguir
Ato de desistir..
Deixe as coisas ao relento
Abandone-as ao vento
Não vá prosseguir
Se queres  anular seus ideais
Lance   a persistência  para trás
Se queres parar com luta
Desista dessa labuta
Deixe a  vida encurralada
Nas profundeza de uma gruta
Aquele que rompe o caminho
Sempre encontra espinho
Encobre o fracasso
Se esconde no ninho
Desistir é o mesmo  que abrir mão
Renunciar as delícias
Ofertadas pela ilusão.....

A arte do Doar

Viver doando
Viver se entregando
A doação é uma arte
Um ciência
Uma verdade
Quem doa,  faz  sua parte
A doação é um postulado a ser seguido
Uma cartilha  com fim definido
Praticar a doação
É  um ato de devoção
Compartilhar aquilo que temos
É a máxima dos novos tempos
Aquele que enxerga o mundo de forma egoísta
O próximo, perde de vista
Abandona  o espírito altruísta
A grande virtude do ser humano
Está no doar sem fronteiras
Doar hoje, sempre
Doar de todas maneiras.....

Alfabeto

O alfabeto é assim
Um grupo de letras
Que tem traço e fim
Nada mais que um apanhado
Um amontoado
Um  conjunto agregado
Sairmos fora dessa quadrado
Significa ver o mundo enrolado
Formar frase com lógica
Usar a retórica
Somente utilizando o alfabeto
Conseguimos a visão do ereto
Do justo e do correto
Se nos jogarmos para fora
Toda harmonia vai embora
Devemos ficar no centro
Ele da movimento
Nossa mente vigora
Se sairmos desse diapasão
As palavras  se vão
Perde-se  a noção
Esvazia-se a relação
Do mundo com a razão
O alfabeto é a solução
Tudo nele se  constrói
Ele é para nós
Um grande herói...

O Cobertor


A coberta me enrola
Me encobre e me embola
Sufoco em seu algodão
Isso é pura emoção !
Sinto o corpo esquentar
Preciso de você
Venha me aconchegar
Está passando da hora
Do nosso amor aflorar
O frio é intenso
O  tremor  é imenso
Dentro desse calor
Quase  nem penso!
Meu amor venha agora
Minha pele chora
Vamos juntos esquentar
Fazer nossos corpos vibrar!
Essa é a realidade
Sinto frio de verdade
A coberta foi apenas um pretexto
Um belo começo
Para nos aproximar
Mergulhemos  nesse escuro
Do amor  obscuro
Submersos nesse tecido
Eis aqui um pedido
Venha me acalentar
Deixe a coberta rolar
Me ponho em seus braços
Vamos nos abraçar...

Homenagem Formandos 2010-Fadipa-

Uma voz firme e convincente
Me respondeu
Use o argumento
Ele é todo seu
A ética e  não a contradição
Acharás alimento  para sua sustentação
Agradeço a escolha ofertada
Ser nome de turma
Estou maravilhada!
Nossa trajetória começou precocemente
Foram meus alunos
Pessoas decentes
Vislumbrem  abraçar a profissão
Seriamente
Defendam os conflitos
Firmemente
Não deixem o interesse econômico sobrepujar
Sejam patronos de causas sociais
Se postem a lutar
Nosso convívio
Foi salutar
Apliquem a lei
E passem a exercitar
O direito de ação como postulado
Pois ele foi bem estudado
Faz bem rememorar
Nossas aulas de processo civil
Na lembrança , coisas engraçadas
Como nunca se viu..
Estamos em uma solenidade
O grau vão colar
Tenham maturidade
Trata-se de um dia festivo
Dele, vou morrer de saudade..
Aqui represento um pedaço da civilidade
Ser cidadão correto é aplicar a verdade
Ela é princípio absoluto
Despida de vaidade
Sejam cidadãos humildes
Estabeleçam a corrente
Una o  direito ao homem
Isso é um dogma , sigam-no , firmemente
Não se eximam de lutar pela igualdade
Aqui, uma etapa se encerra
Outra começa de verdade..
Após 5 anos de trabalho e esforço
Vejo minha luta ser recompensada
Mas se olhar novamente para o horizonte
Verei que é apenas, mais um capítulo..DA GRANDE JORNADA

Homenagem aos Formandos 2009 Fadipa

Pais dos queridos formandos
Vocês honraram a sociedade
Educando filhos de verdade
Mentes privilegiadas
Motivo de gargalhadas
Ao lado dos pais, estão os esposos
Participando desse momento glorioso
Com vocês  formandos
Está a pátria
Também a humanidade
Aguardando de todos
Um sopro de liberdade
Muito me alegra
A escolha de meu nome
Ser paraninfa,
Meu orgulho me  consome
Gostaria de desenvolver uma obra científica
Fazer desse discurso um prefácio
Tornem  empreendedores de seu próprio espaço
Ousem, sejam formadores de uma condição cívica e social
Defendam o homem justo, acabem com o mal
Com o auxílio da história
Fizeram o estudo das diversas formas sociais
Diferentes  ordens governamentais
Têm diante de vocês
Um volume de  informações
São fórmulas com espírito
Estabeleçam as condições
Todas profissões são ilustres
Visam a retribuição
Facilita  a prática das virtudes
Não importa a natureza do trabalho
Braçal
Intelectual
Desde o mineiro que mergulha no seio da terra
Do canteiro que lava a pedra
O trabalho é uma orquestra universal
A participação de todos  é fundamental
Vocês bacharelandos
Encontrarão melhores oportunidades
À glória e ao triunfo
Preservem o direito de cada um
Garantam a liberdade
Dissipem a vaidade
Assinem um decreto
Contrariem a arbitrariedade.....

Vida Subtraída

Acordei perdida
Refletindo sobre a vida
Vida que foi esculpida
Dentro de uma ferida
Ferida que não cicatriza
Causada por bebida
Infeliz o alcoolismo
Não tem jeito de sair
Destrói uma alegria
Parece que vai sucumbir
Pai de família que bebe
Filho vê tristeza surgir
Subtrai a infância vivida
Parece que vai explodir
Eu moça jovem
Foi lançada a má sorte
Gosto da vida mas penso na morte
No começo , muita satisfação
Os anos se passaram, roubou minha emoção
Meu esposo, vive em um mundo inebriante
Meu futuro, era brilhante
Vivo sem esperança
De um dia ver a bonança
Tornar ao convívio inocente
Ver o mundo,com olhar de criança
Dói só de pensar
Que rumo essa história vai tomar
Resta a esperança
De  iniciar outra vida
Pois a vida passada, me foi subtraída......

A Tradição

A tradição é uma entrada
Para o saber
Nela faço minha morada
Do amar e aprender
Cultivar os valores
Abandonar os dissabores
A tradição nos transforma em produtores
Criadores de um universo já explorado
Usamos o presente e aproveitamos o passado
Valorizamos o que já foi inventado
Não permitimos sua  distruição
Amamos a tradição
Abre alas para alegria
A tradição irradia
Ilumina nosso dia dia
Vamos impedir que o bem feito
Seja desfeito
Aquilo  que foi estudado
Deve ser  congelado
O efeito da  tradição
É preservar o que foi tombado..

Os Invasores

Como ousa esses invasores entrar
Ficam impregnados,  impossível   voltar
Querem mudar toda uma tradição
Acabar com nossa diversão
Tirar de nossa cidade toda uma criação
De valores éticos e espirituais
Querem acabar com  os barulhos
Jogar nossas ilusões  em um entulho
Esses invasores vêm de algum lugar
Não sabemos de onde,
Para lá deveriam voltar
Aqui, se misturam,  nos faz chorar
Invasores de  alma pequena
Parem  de penetrar
Liberte nossas invenções
Deixe a paz reinar....

Distrato

Vamos desfazer nosso pacto
Um acordo para ser cumprido
Tem  que   ser seguido
Não houve cumplicidade
Você ficou ausente
Se  dedicou friamente
Esse pacto ficou frustrado
Me deixou descontente
Não imaginava que fosse assim
Sua inércia, acabou colocando um fim
O pacto não  teve regras afetivas
As cláusulas, mal resolvidas
Portanto ,  abriu  muitas feridas
Deixou -me sem rumo
Perdi o prumo
Desacreditei   da vida
Triste esse rompimento
Motivo de muito lamento
Seu desamor deu sustento
A esse  descontento......

Arte de Criar

Essa é a criação
Mistura de muita atenção
Gerando a faceta da inspiração
Criação do velho com novo
Misturas  de letras e vogais
Arte de produção
Soberba seus letrais
Criar o que não existe
Reinventar o que ficou triste
Arte plena de criar
Quero ser o inventor
Da  idéia  de misturar
Mistura pura e  profunda
Minha alma inunda,,,,,

Jardim Florido

loadingJardim repleto de cores
Inspira afeto e amores
|Como é bela essa harmonia
As cores reluzem  o  dia
Muito colorido
Pedaço de mundo florido
És o centro daquilo que vibro
Núcleo de todo viver
Estar envolvido nas  cores
É motivo de muito prazer
Jardim, sempre te quero assim
Repleto de flores e  cheiro de jasmim
Flores de toda beleza
Revelam  o mistério que tem  na natureza..

o passado

loadingVida complexa de muitos eixos
Vida profana de muitos beijos
Lambada de  confusão
Muita complexidade e pouca razão
Tudo é complexo
Até mudam o sexo
O amor ficou  virtual
Tanta  loucura , nada real
A convivência  ficou banal
O afeto foi morar no matagal
Escondeu-se a  pureza
Em  traço marginal
O corpo blindado
Inatingível o coração
Perdeu-se a ternura
Fixou-se a confusão
Tanta complexidade,
Nenhuma compreensão
No meio dessa ciranda,  de pouca imaginação
A complexidade, anulou a verdade
Matou a  saudade
Ninguém quer  amar
Ninguém cria  forma diferente de beijar
Tudo é  complicado
Não fala-se mais em namorado
Acabou-se o encantado
A vida rola nesse emaranhado.......

Meu Livro Amado

Melhor amigo do homem
O livro te consome
Te empacota no saber
Te  enobrece por  querer
A leitura é forma  de buscar o extrato
Misturar os dizeres e te deixar novato
Novo de  conhecimento
Esse é o engrandecimento
Do ler e ajustar
Juntar aquilo que está escrito
Gerar nova maneira de pensar
Compilar  o saber de uma geração
É produzir  e  formar uma nova percepção
Refazer o que está delimitado
Apimentar o que está traçado
Livro amado
Sem você, sou ser sem vida
Estou em beco sem saída
Por isso , meu livro  formador
Seus dizeres impressos em letras garrafais
Serviram para construir a base de um contador
Com  você  o saber não se perde jamais...

Solidão

A solidão me assombra
Me joga em uma caverna
A solidão  me inverna
Fico sozinha  nessa taberna
Dói  viver na solidão
É como ter pecado sem perdão
O desfecho da solidão
É a falta de percepção
Perde-se  a noção
Perde-se o próprio coração
Me  acho caída
Nesse mundo, perdida
Quero curar essa ferida
Sair dessa sensação
De que tenho  corpo sem vida..

O Passado

Quero  ficar despida
Encabular minha  vida
Embaraçar  numa fita
Me jogar no passado
Curar na bebida
Não há outra saída
Ir ao  encontro do que  aconteceu
Brindar aquilo que o destino já viveu
Retirar o presente
Ressuscitar o que já passou
Mergulhar na emoção que o  tempo apagou
Quero carregar os encantos passados
Implantar em em meu corpo o revelado
O coração que chamo de meu , foi massacrado
Triste viver do passado......

Tristeza

Estou me sentindo triste
Parece que a alegria inexiste
Meu semblante revela
A felicidade saiu pela janela
Motivos aparentes não acho
Vontade de nada
Queria estar em um riacho
De água gelada
Deixar respingar  na tristeza
Desnudar  minha  pureza
Despontar a beleza
Oculta em minha  sutileza
Necessito de um descanso
Pratos limpos na mesa
Me jogar em uma correnteza....

O Desprezo

O desprezo é o avesso da dedicação
Quem vive desprezando, mata o coração
Antes, faz refém a  emoção
Sequestra a compaixão
Abandona a alma, deixa de ser cristão
Como é duro o desprezar
Aquele que é alvo, se põe a murmurar
Chora por carinho
Revolto em muitos espinhos
A arte do  bem viver é inimiga do desprezo
Ele é  um tormento , anula o próprio peso
Sentir desprezo é inibir ternura
Olhar o mundo com  visão  turva
Desprezar  alguém
É rechaçar o bem
Desprezar o  fato é  ignorar o ato
O desprezo é desprezível
Contraria  a norma que está visível
Faz  a extinção prematura do  bem
Aquele que despreza, será desprezado
Viverás em terra , não será amado......

A vida equiparada ao Processo

A vida é como um processo
Sempre um trajeto
Um caminho a  desbravar
A vida é repleta de atos
Fatos que tem relevância
Desde o nascimento, ao sorriso de uma criança
Assim como o processo
A vida tem meta a alcançar
O impulso movimenta  a  emoção
O despacho,  prepara o coração
Enquanto no processo  a  sentença  põe fim
Na vida, nem sempre   é assim
A  sentença é   ato de julgamento
Idéia que fazemos de nosso comportamento
Expressão do modo de pensar
Pacificação de um conflito , que acabamos de encontrar
Nossa vida segue junto   a sabedoria popular
Aquele que não procura,  nunca irá encontrar
Um sentimento perfeito, nesse longo caminhar
Resolva seu conflito
Dê um belo grito
Queira a esperança manobrar...

Irmãos Briguentos

Não aguento mais os irmãos briguentos
De um lado um pequeno olhar
Nem mesmo conseguem chorar
De outro um grito de azar
Quando um pega o brinquedo
Logo ao amanhecer
O escãndalo é de doer
Se um senta na cama
O outro parece morder
Se um liga a tv o outro começa a correr
Será que são racionais
Parecem animais
Meu Deus peço uma benção do céus
Envie a eles muitos favos de mel
Adoce a vida dos irmãos
Que brigam com gosto de fel
Coloque a união entre eles
Estabeleça a corrente
Quero que se portem
Como pessoas decentes
Aqui resta uma mãe que não aguenta sentir
As dores de tanta ofensa
Faz o coração partir
Tenho de mim muita pena
Acho que minha tolerãncia ficou pequena
Conceda a eles a alegria
De não brigarem por um dia
Diante de tanto conflito
Eis aqui o meu grito
Não quero ouvir palavrão
Soa que nem trovão
Tudo que digo é verdade
Gostaria que fosse mentira
Arranca desses irmãos
A fúria e a ira
Vislumbro para eles
Dias especiais
Peço que esses irmãos
Não briguem jamais.....