A Morte

Termo final inexorável
A morte é inevitável
Entregar-se ao sofrimento
Padecer, debruçar em lamentos
Não entra som nem  vento
Vivo reclusa,  aguardando esse momento
Queria que não existisse
Fosse mentira
Partisse
Mas é certo
A morte acontecerá
Em breve  ou distante
Ela chegará
Envolta em muito desgaste
Ela é um verdadeiro desastre
Amo a vida
Mesmo com as rugas no semblante
A vida é hilariante
A morte, dissolve as agruras de um amor verdadeiro
Coloca nossas ilusões em um celeiro
Só de pensar ,  fico morteiro
Contraditória nossa vivência
Vivemos, na vida se pensa
Na morte , não há recompensa
Me escondo em uma dispensa
Quero me esconder
Mergulhar em minha existência.
Afastar a idéia do terminar
Refutar
Lutar
Na vida mergulhar
Inundar minha alma
Afastar a idéia  de morte, isso me acalma
.