Secura

Está faltando uma lubrificação, nenhum lustre no coração
lembranças contidas, quase esquecidas, de uma doce paixão
Não há secura que aguente, há tanto sentimento latente, querendo entrar em erupção
Nada de pele hidratada, a face está molhada, de tanto esperar, pura decepção!
Nesse corpo sedento, cansado, de contornos ressecados, retrato de uma ilusão
Há muito tremor na fala, nada embala, a rotina ameniza aquela grande atração!
O tempo é um embaraço, torna o ar mais escasso, a boca está calada , ressecada, falta umidificação , a força está branda, deixando a mente transtornada,
um furação vai passar, mudar o rumo da vida, preciso ficar despida , meu coração envaidecido,meus sentidos estremecidos, minha oposição, tudo ao contrário, inversão
Agora vou emudecer, deixar o tempo passar, quem sabe esse tormento um dia pode acabar......Vale a pena esperar....

Aproximação

Sinto que a alma perdida está se encontrando,
que a sintonia vai levando e nos amarrando,
dos óbices de outrora, tentamos,
nos libertar,nos distanciar, mas as encostas da vida só nos faz aproximar
A aproximação é serena,mágoa pequena ,desperta o gosto por renovar
Vivenciar tudo novamente, resgatar aquela lembrança, que o tempo tentou apagar
Mas o balanço do vento é forte, nos faz enxergar,
que as agruras deve se dissipar, esvaziando o olhar do passado, nos colocar
Dentro de uma realidade próxima, quase imediata, não dá para esperar
O tempo é inimigo, amigo, ele quer nos driblar,
sair, fugir e nos empurrar, para um lugar bem lindo, onde iremos nos amar,
explorar cada segundo, engolir o orvalho, perfume exalar,
Naquele lugar encantado, sentir as maravilhas do tatear,
pois o sonho persiste, continua naquele mesmo lugar.....

Vagando

Vago na noite de lua cheia, ando,canto, vontade de amar
minha voz parece de sereia, destilo amor pelo ar,
Minha pele exala o perfume das flores, amores, recordar
Amor pela vida, pela sintonia de poder te abraçar
Amor pelo vento, talento nesse temperar
A lua reflete a grandeza, beleza , me faz vibrar
As reações são erupções querendo jorrar,
encantos, toques sutis fazendo o corpo movimentar,
Tudo é o cenário ideal, calmo, sereno, parece que o mundo vai acabar
É o fim e o começo de um grande sonhar,
sedenta em seus toques, enlouquecida por sua respiração ofegante, suar
O corpo quer liberar, gotículas de prazer, na manhã os pássaros parecem calar,
Estou vagando pela noite, perambulando, querendo perto chegar,
Acho que estou me aproximando, está quase , lindo sonhar,
Vou tornar realidade essas emoções, me ponho a delirar,
chamo seu nome, grito, minha visão transforma a sombra em puro acreditar
Vago, corro , solto meus sentidos, estou próxima de você, basta me abraçar
Envolver nossos corpos, agora amarrados, colados, lindo esse impregnar...

Escuridão

Tudo está escuro, , sombrio,
as luzes se apagam, calam, calafrio,
O medo toma conta de mim, entra, persiste a mente esvazia,
sem cor, falta de amor, tom obscuro, realidade fria,
Não há emoção, vibração, o corpo está estático sem reação, arrepia,
Sinto falta de abrigo, esse é meu asilo, matizes escurecidas, cama inóspita, peito chia
Falta de ar, sufoco, batidas enfraquecidas, alma sem companhia
Corpo sem calma, boca sem beijo, falta de fortes reações, fantasia,
O prelúdio da noite é vago, andante, vai e não quer chegar,
quando o sono envolve, entra e não consegue aconchegar,
o ambiente é sem condição, visão ofuscada, mão gelada, medo de amar
Desespero profundo, estou no fundo com receio de levantar,
o apego aos lindos momentos vividos, sinto, levito, parece que vou flutuar,
Mas novamente volto ao presente, vontade de chorar, calar a própria voz, evitar
tornar o som mudo, recusar as oferendas, aceitar qualquer prenda é o mesmo que me matar