Secura

Está faltando uma lubrificação, nenhum lustre no coração
lembranças contidas, quase esquecidas, de uma doce paixão
Não há secura que aguente, há tanto sentimento latente, querendo entrar em erupção
Nada de pele hidratada, a face está molhada, de tanto esperar, pura decepção!
Nesse corpo sedento, cansado, de contornos ressecados, retrato de uma ilusão
Há muito tremor na fala, nada embala, a rotina ameniza aquela grande atração!
O tempo é um embaraço, torna o ar mais escasso, a boca está calada , ressecada, falta umidificação , a força está branda, deixando a mente transtornada,
um furação vai passar, mudar o rumo da vida, preciso ficar despida , meu coração envaidecido,meus sentidos estremecidos, minha oposição, tudo ao contrário, inversão
Agora vou emudecer, deixar o tempo passar, quem sabe esse tormento um dia pode acabar......Vale a pena esperar....