Ratos

Ratos" Inesperados ratos,
noturnos e apagadas luzes,
No meio da madrugada,,,cruzes!
Nada mais que uma visão ,
rato no porão..
Nada aquém das valas marginais,
Ratos realmente reais,
pois banais os comados que frequentam
ratos de iras e angústias se alimentam
Nem sei a que ratos me refiro,
talvez a esse assunto nem prefiro,
Mas insisto no medo que atrofia,
ratos , nem de noite e muito menos de dia!
Ratos, imundos os mundos a que se filia,
Ostensivas ilusões que repudias,
ratos, nem em contos e magias.
Inesperados ratos em minha casa,
assombrando as eiras da madrugada,
Ratos que roem e chegam na enxurrada,
ratos das raízes mal alimentadas,
Ratos e ratos, praga desacreditada,
Apenas , tradução de assombrosas visões,
Ratos nos assoalhos dos porões,
Ratos, inóspitos o ambiente , 
ratos , dementes reações da gente!
ratos, me deixam : DOENTE !!!!!
escrito