Misterioso

Mistério"És o mistério da vida,
Amado em batidas de amor,
Face com rubor,
Os desejos mais loucos incita,
As mãos anseiam e o olhar fita,
Misterioso da noite paulista,
Encantos de versos sempre faço,
Embaraço de mil laços,
Misterioso em busca de abraço,
A reação de seu corpo, eu faço,

Sou fragmento de saudade em seu espaço,
És misteriosamente o homem que traço,
Seu jeito de andar é encanto no meu compasso,
Perdida saio em busca de seus mistérios ,
Seu semblante tem cor de anizes,,
Sua sombra está andando em Perdizes,,,
Mistério que assola a hora e o ponteiro,
Procuro-te na cidade em qualquer perdigueiro,
Misterioso, te busquei no mundo inteiro,
Encontro-te nas beiras dos varais mineiros,
Captando as reservas de uma mulher dengosa,
Alegrias em desbravar as luxúrias estilosas,
Misterioso, onde estás agora?
Porque somes e me deixa inglória,
Nada sei da vida sem você,
pouco importa o que vai fazer,,
Seu mistério percorre o meu mundo vazio,
sem te olhar meu corpo sente frio,
A solidão estabelece morada,
Misterioso, onde está sua parada?