Monique, mulher dos Livros

Para essa jovem amiga, não há tempo e contra tempo,
sua dedicação é profunda, não há perda, nem lamento,
Desde a época de Faculdade, seu diferencial era notável,
abraçava os livros, de forma invejável,
Aluna dedicada, se lançava ao estudo,
perquiriçao profunda, seu repertório não era mudo,
Clareza de idéias, , seu mundo era falante, repudiava o obscuro
Franqueava seus interesses, expunha seu desejo com sons magistrais,
já nutria seu saber, com livros, doutrina e muito mais,
Se jogava na jurisprudência, buscava decifrar os conflitos dos Tribunais,
Monique, continue assim, dedicada, sua base bem sustentada,
saiba que és inteligente, iluminada, erga seu sustentáculo, não caia jamais,
Como professora, sempre acreditei em sua vontade ,de encontrar nos livros sinais,
de glória e triunfo, que a vida não negará, revelará em tons maiorais,
Na condição de amiga,unidas pelo café,
deposito em você , minha maior fé,
Estude dessa forma dedicada,
pois se não for promotora, serás magistrada.....