Amado

Esse poema é para meu amado, meu eterno namorado,
ele tem alma de alado, tem gosto de pecado,
Meu doce amado, me alegra dizer que é iluminado,
amado da noite e da madrugada, caio em seu ninho, fico acomodada,
a tristeza não mais persiste, vai embora, permanece acordada,
O sono não vem, pensar em você, me faz muito bem,
nobreza de espírito, sutileza de olhar, meu bem, meu mal e meu zen,
Meu amado é doce e amargo, seco e molhado, parece que nunca vai, sempre vem,
Encontra comigo, cutuca meus sentidos, atropela a decepção, veloz como um trem,
Amado , seu peito está repleto, de matizes de cores, olhar em seus olhos, me convém,