Falta Coragem

Estou sem coragem,
olho pra todos, tenho piedade,
me falta um ato de lacividade,
Carência de forças , talvez, falta de leviandade,
Meus sentidos querem os momentos mais tênues, docilidade,
mas a razão sobrepuja a tudo, emudece o grito,pura obscuridade,
Estava quase a atingir, o ponto do prazer e da cumplicidade,
Mas a falta de coragem, arrancou-me essa sinceridade,
Declino minha lamúria, triste essa triagem,
mas precisei colocar na balança, para evitar barberagem
Nossos atos são impulsivos, nossa vida uma viagem,
nessa história queria colocar você na bagagem,
límpida sua existência, real, nada de vascilagem,
portanto, a hora estava quase no ponto da estiragem,
Queria vagar essa noite, com todo açoite em busca de coisas de molecagem,
Devaneios, loucuras, próprias da tenra idade,
A escuridão caiu em mim, jorrando toda maturidade,
Meus olhos se abriram e publicou essa imagem,
Ainda não é o momento , de nossa bela e linda linhagem,