Paulista

Confesso que nunca imaginava
que coração de paulista falava....
canta prosa e verso
Encanta qualquer  universo....
Paulista , quem diria! Foi  instado em minha  poesia
Agora farei um livro,
o prefácio será você
meu doce paulista, como é bom te querer
O núcleo de minha escrita
certamente  irá te envolver
Serás  inspiração, meu livro
terá um nome: Paulista , pura perdição
Vives nesse  grande aglomerado
de pessoas, casas e telhados
Mesmo diante de tanta loucura
sempre acolhe meu chamado
Paulista, vive correndo nessa vastidão
mas nunca amarga o coração
Sempre está lançando luzes na escuridão
Paulista, preste atenção, vou decantar uma frase
Esculpa  ela dentro de uma base
sólida e inquebrável
Meu paulista amado, és  dogma  idolatrável
Postulado especial
Paulista, você não é ficção
existe  na multidão
Para mim não é um simples cidadão
tem cadeira cativa e mora em meu coração....