Exaustão

Sou escrava dessa vida,
Cansada e abatida, chego a exaustão
Meu ofício não tem  medida
faço tudo,  até comida....
Ninguém aqui tem coração
Me sugam ao máximo.....
me levam  ao   termo inexorável
parece que estou morta
isso é inevitável,
Não consigo nem mesmo chegar a porta,
meu corpo está desfalecido,
Meus sussurros parecem gemidos, expressão  torta
Minha energia se esvazia,
será isso uma verdade ou pura nostalgia?
Não sei definir, apenas concluo, estou querendo sumir
para um lugar bem bonito,
entrar na estrada e desaguar no infinito....