Lembranças

Amor, lembra dos meus arrepios
quando seu toque aproximava?
lembra da nossa história,  nossa ilusão começava..
Não temos amarras e grilhões
nossas  vidas são nossas reações
Lembro-me daquela estrada,
Na  praça me esperava...
Entrou comovente, conduziu serenamente
tudo escoava   sutilmente..
me levou ao infinito...
tudo era bonito...
Até nosso jeito esquisito....
Nossa  reação  nitidamente  levitava...
aquela noite de lua cheia, seu seio  nos acobertava
Ficou retido no meu sub-consciente
toda nossa energia, me lembro de tudo,
até da sua regalia..
te tratei como um príncipe encantado,
juras de amor em frente a um castelo desenhado
Minhas lembranças são meus vestidos e bordados
Talhos bem delineados,
peça rara de se encontrar
Lembranças, como é bom te lembrar.....