Reconhecendo a Procedência do Pedido

Assim é o  processo, quando o réu é citado
pode se defender,ou  aceitar o recado....
Não contesta, reconhece que o autor tem razão
isso faz encerrar a especulativa função, 
Se fizermos  analogia com nossa vida 
o reconhecimento será sem medida,
Autor é o amor, réu  desilusão
citação é ato inaugural, gera confusão
Eu  levo minha pretensão, digo que quero amar
o estado provocado só manda citar
O réu não  vai  contestar
aceitará que o autor tem razão
dissipará a  indagação
admitirá qualquer intenção...
Nesse procedimento, não terá sucumbência
pois o réu aceitou  a alegação da inocência
O autor  quer ser amado,
isso não é pecado
nem  pode ser articulado
em  matéria  preambular,
pois o sentido de tudo, desagua no  amar
Réu reconhece que o pedido do autor procede,
muda o  núcleo da petição, o  réu é que pede
para ser amado,
para ser enamorado
Há uma inversão processual
isso em nossa vida é bem legal
Não tem autor, nem réu, nem juiz
tem apenas pessoa querendo ser  feliz