Ausência

Tenho que me ausentar
refletir sobre a vida
saber se continuo na encruzilhada ou se mudo  a partida..
Momento difícil de entender
detalhes que só eu posso perceber
Ausência, você deixará um vazio..
uma lacuna não preenchida
Pois tudo que busquei , me escapou , não teve saída
meu momento é decisivo, mudança sem permissivo
Não autorizei alterações, elas vieram pelas omissões
Pena, o destino quiz assim
fugi de minha existência, mudei minha aparência
Tudo se justifica, nessa amarga ausência
Queria criar formas integrativas
meios de suprir buracos em nossas vidas
Não sou legisladora, não crio  leis
apenas executo o que já sei....
Quem sabe essa ausencia seja morta
saia por essa porta
me devolva o que já revelei....
A complexidade de minha existência
me levou a ausência
ficou tudo inócuo, sem aparência...
Agora , estou sem percepção
do  que é amor e o que é paixão
Sem um mínimo de noção..
a ausência  me  mandou  embora
eliminou  minha razão,
Apesar de seus males , não há outra