Prisão

Vivo acorrentada
amarrada
Minha prisão é um sistema bruto
não posso sair, estou de luto....
ela me acorrenta, não há razão que aguenta
Vivo em reclusão
minha vida é pura abstenção
do fazer, do viver e de emoção
Estou em sistema carcerário
esse é meu  armário....
Guardo lembranças boas
de amores e  de de pessoas
De um amor encontrado
de um beijo bem dado
Isso me alimenta,
Estou vivendo do passado
Passado bem próximo,
recordações de uma história
que me levou ao estado de vitória
Venha me libertar,
me  dê a carta de alforria
me tire dessa agonia
não precisa fugir comigo
basta sermos amigos
vamos um pouco além,
e nos enamorarmos também
Prisão com pena de detenção
permite algumas saídas, fugidas
enfrentar os óbices perseguir muitas corridas,
Uso  minha liberdade provisória
meu indulto, para ficar em glória
Usufruo das pequenas escapadas
saio  na madrugada....
Pouco tempo de magia,
depois volto  a prisão que nostalgia
Amarga minha vivência
quase me entrego a demência
Quem vive em uma prisão , vive carente
sente falta de tudo, sente falta de gente
Só que nesse sistema penitenciário
só há uma pessoa que me permite sair
nem precisa de Habeas Corpus, basta você me pedir
vou correndo te ver,
quero te amar
estou precisando de você
venha me libertar....