Café


Como gosto de café
Seu cheiro, seu gosto
Tudo é como é
Melhor seria o café ofegante
Do lado de quem amamos
Ainda que por um instante
Queria tomar café
A seu lado cedinho
Depois de um terno carinho
Seria bom acordar
Sentir sua presença
Captar o que pensa
Invadir seu ser
Ficar bem perto de você até o anoitecer
Começar a madrugada
Sem parada
Andar de maõs dadas por uma estrada
Cair na grama, sujar de lama
Tudo isso meu coração reclama
Esse é o destino de quem ama
Café agora só se for na cama