Sentidos

Os sentidos , calam, embalam,
enfraquecem os zumbidos, ruídos,falam
Os sentidos estão aflorados em mim, reação, química
resposta de um reagente, amor ardente, mimica
O sentidos adormecem meus gestos, não preciso ,
os sentidos tomam conta de meu ser, me leva ao paraíso
Não consigo decifrar, se o maior sentido é o paladar,
percebo que isso não importa, sei degustar , calar
O olfato tem cheiro de capim, jasmim, está dentro de mim,
O tatear é necessário, por ele toco sua alma, me coloco em seu berçario
A visão parece turva, embaçada, mas sua chegada a torna clareada,
clarão de beleza, pureza, minha vista descansada
seu vulto já percebo ao longe, ele vem e vai
seu cheiro fica no ar, ele penetra e sai,
para onde foram os meus sentidos, viraram nômades ou fixaram parada
caiu em meu leito, a cama está molhada,
de lágrimas de saudades, meus sentidos são verdades,
postulados, consagrados em várias realidades,
a minha, a sua, a nossa, a vida longe e a próxima,
meu sentido é meu guia, me embala, me arrepia,
Sentido , é meu legado, com ele minha mão acaricia..