Confusão

Mistura de vozes, barulho, escuridão
estou em meio a uma confusão
Confusão de olhares, de vontades, indecisão
Não sei se fico ,ou se meu corpo e alma partirão
Se partir, meu destino será mudado, rumos novos, traçados
Se permanecer, minha mente arrepia, não terá sensações, vazias
Confusão de idas, partidas, de vindas e de coisas entristecidas
Tanta complexidade, mistura de mentira e verdade
Estou nesse embaraço, não sei se sou a lança ou o laço
Já nem sei quem sou, estou vazia, enfraquecida nesse compasso
Vontade de mudar de rumo, mudar a fala, usar o verbo, desprezar seu prumo
Seguir em direção diferente,
jogar a água, lançar a semente,
Construir novos horizontes, curtir vales e montes
Ir para a serra, lavar a alma e desbravar meus rompantes
Essa confusão é nítida,notória sua existência
não é dúvida, é pura evidência...