Meu amado, onde e estás??

" Meu doce encanto, porque estás aí, nesse canto? Me deixa a deriva da vida, perco as medidas do espaço, me embaraço , Não me encontro sem você,,até posso perceber o que faz, contumaz seu ofício, engenho de coisas, Mecânica do tempo, máquina que funciona a todo momento,Trabalha demais, está no escritório , ou jaz???? Meu amado, porque te amo tanto? Nessa estrada das idas e vindas, eis-me você,,Aonde e porque?? Aquela hora , é agora,,mas estou aqui sem você...Meu amor, quero sentir suas mãos, entonar emoção, fazer acordar a sensação que dormia,,,desfalecida pela ausência, despercebidas , mergulhadas em displicências,,,Nunca cuidei de mim, pensei ser o fim, mas eis o começo,,Você, distante do espaço que me aqueço, ausente nesse dia, do fim até o começo, Refaço as lembranças do que vivemos, fomos , seremos....Mas, onde estás agora? Qual o dia e a hora? O relógio é uma máquina possante, cujos ponteiros errantes me faz ir embora..Quero ficar em seus braços, aconchegar mais e mais,,,perceber que tristeza , ficou lá para trás,,,Quero , sintonia e espiritualidade, sentir suas virtudes,,,Te amo de verdade.......