Conhecida

Em um espaço  ajeitado,
venda  de  gostos variados,
Uma  mulher  despercebida,
pois  era apenas  conhecida,
Mera  sensação embebida,
em  um  toque de  grandeza  invertida,
Porque  apenas  conhecida, nem amante nem amiga,
Mulher  de talhos  recatados,
velhos  seus bordados,
Mulher  de contos  acordados,
Conhecida  das  mãos  ávidas  em  tocar,
mas  despercebida  ao talante  do  apresentar,
Momentos  de  glória  e  alegria,
verdades  acanhadas    eu já  sabia!
Mulher  de  sonhos  e ilusaõ
era  apenas,  fragmento  de  emoção,
Conhecida  na  pronfundide
rechaçada  a intimidade  vivida,
Mera  conhecida dos textos  em  refrão,
mulher  com toque  de sedução
A  fala  cantada  no  brado  da  imaginação,
Mulher, supostamente  amada,
Conhecida  apenas  da  madrugada,
Mulher ,  de  andanças  pela  vida  apagada,
Conhecida  dos contos de fada,
quem  é  esse  conhecida  da estrada?
Mulher, aconhego  das horas  abandonadas,
mas  ,  profusão  de  reações  aninhadas,
Mulher  mal  apresentada,
mulher,  lindo  o sonho  que  animava,
Mulher, conhecida  as  curvas  de  sua  vida,
rodeada  de  paixão   mal  resolvida,
Mulher, conhecida  das  luxúrias  do amor,
Mulher, simplesmente, conhecida  da  Dor,,