Tróia do Paraíso( autor: poeta Carlos Alberto de Oliveira)



Uma grande alegria me invade
Sinto ternura e calor
Qdo vc toda contente
Me chama de meu amor.

A sombra macabra de ciúmes de vc/Ciúmes de João, Antonio e Francisco/Mas o despertar do Remanso de saudades/Faz com que eu faça besteira e corra o risco............................................
Vejo despertar a miragem de nuvens de desejos/Onde se pode morrer de amor, pois não há desprezo nem dor/Sintonia virtual linda ! Comunicação de Poetas/O Reinado é seu mulher, te dou a terra do amor..................................................................................................
Apesar da distancia/proximidade, te vejo mas não posso ser teu enfermeiro/Não se iluda se a pedra é bruta ou polída/O extraordinário e o extra ordinário/É que ninguém me fará abdicar do amor de minha vida.......................................................................
A resposta é q não quero deixar resíduos nem cicatrizes/Sinto encanto no teu canto, apesar de tua ironia/Então façamos a unção da conversão de nossa relação/Nasci para amar-te, senti isso naquele dia.................................................................
A alma de uma mulher pede sempre o...DIGA QUE ME AMA ?/Estou só, preciso de ti...ela vive suplicando/Saiba q o meu mundo existe antes e depois de vc/Por que sinto que estou te amando.