Beijos Inocentes

Beijos" Que beijos os teus,
são cálidos anseios nos sonhos meus,
beijos de uma tenra liberdade,
lembranças da mocidade,
Beijos de afagos intermináveis da alma,
cuja calma dos encantos adormecem,
no apogeu dos medos que se esquecem,
Beijos dos ensaios da pequenina,
nos atropelos de menina!
Dos contos de Bela Adormecida,
beijos das fadas bem vestidas!
Desde os tempos daquela idade,
me lembro dos beijos de molecagem,
um pincel de encantos na bagagem
beijos das sutilezas da ingenuidade
pedaços de recordações da idade!!