Roda Gigante

Roda Gigante" Roda que gira com o vento ,
por mais que o medo acometa,
a roda gira , e reluz como um cometa,
Caretas de medos e arrepios,
sinto frio nas alturas, Quantos gritos de horror!
Nada mais que um suspiro de amor.
Ai ai sou um medo nas alturas,
buscando rabiscar algumas gravuras,
na mente tudo some, refaz as agruras,
A lua está lá , bem cá, nua ...e crua,
Como roda a gigante ciranda do tempo,
movida na esfera do vento,
Sumidas as permissões nessa hora,
tudo parece sumir no clarão de fora,
Todos se aquecem nas rampas do agora,
precisamente a roda não quer parar,
continua a girar !!!!!