Comunhão

Você ajeita o cabelo em desalinho;
Eu, beijo seus lábios com carinho...

Conseguimos mitigar nossos desejos,
Acalmar, de nossos corpos, a paixão;
Abafei, seus gemidos, só com beijos;
Prolongando meu prazer? A sua mão...

Dia após dia, reacendemos o nosso fogo,
Trocando nossos corpos sem compaixão;
Fazer amor, para nós dois, é só um jogo,
E nosso sexo não é pecado: é comunhão!
****